Covıd-19, Vacina, Universidade De Oxford, Astrazeneca

Covıd-19, Vacina

Vacina da AstraZeneca/Oxford tem eficácia de 70%

Vacina da AstraZeneca/Oxford tem eficácia de 70%

23/11/2020 11:05:00

Vacina da AstraZeneca/Oxford tem eficácia de 70%

Em relação aos dados já disponíveis, esta vacina tem uma taxa de eficácia menor do que as da Pfizer/BioNTech ou Moderna, que ultrapassam os 90%.

SubscreverOs investigadores da vacina AstraZeneca e da Universidade de Oxford assinalaram que a vacina"é eficaz na prevenção de muitas pessoas de ficarem doentes e tem demonstrado funcionar bem em diferentes faixas etárias".

Hipermercados que vendam bens proibidos não serão multados Covid-19. Documentos de vacinas roubados também foram ''manipulados'' Pepe: ″É inaceitável o Pizzi acabar o jogo″

"A eficácia e segurança desta vacina confirmam que será altamente eficaz contra a covid-19 e terá um impacto imediato nesta emergência de saúde pública", referiu Pascal Soriot, CEO da AstraZeneca, em comunicado.

O Secretário de Estado de Saúde e Bem-Estar do Reino Unido, Matt Hancock, garantiu que esta é uma"notícia fantástica"."Estes números mostram que a vacina na dose correta pode ter até 90% de eficácia", disse durante intervenção na Sky News após o anúncio da farmacêutica. headtopics.com

A 9 de novembro, a Pfizer anunciouque os ensaios clínicos mostraram que a sua vacina teve mais de 90% eficácia na prevenção das infeções de covid-19 na fase 3 de ensaios clínicos."A proteção nos doentes foi alcançada sete dias após a segunda de duas doses e 28 dias após a primeira, segundo os dados preliminares", indicaram.

Entre os 43 538 participantes nesta fase de testes (nem todos receberam a vacina, uns receberam um placebo), a Pfizer identificou 94 casos de covid-19 positivos, numa percentagem de eficácia superior a 90%."Os primeiros resultados da Fase 3 de testes da vacina da covid-19 mostram a prova inicial da capacidade da nossa vacina de prevenir a covid-19", disse o presidente da Pfizer, Albert Bourla.

A 16 de novembro, foi a vez da Modernase pronunciar, afirmando que a sua vacina contra a covid-19 é 94,5% eficaz, com base numa análise inicial dos resultados do seu amplo estudo.Os investigadores disseram que os resultados são melhores do que alguma vez imaginaram, mas a vacina não estará amplamente disponível provavelmente até à primavera.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), há neste momento quase duas centenas (198) de candidatas a vacinas em desenvolvimento no mundo, das quais 44 estão agora em avaliação clínica. Destas, um número mais pequeno (dez) entrou na derradeira etapa de desenvolvimento: a chamada fase 3. headtopics.com

Marisa quer uma 'bazuca' para o SNS e exige coragem a Costa e Temido Subida da temperatura vai ter consequências negativas e imprevisíveis Análise à arbitragem do clássico: Taremi bem expulso, Pizzi por expulsar

Esta é a etapa mais crítica, que é suposto durar alguns meses e testar dezenas de milhares de pessoas, para que fique demonstrado sem margem para dúvidas que o produto é, não apenas eficaz na prevenção da doença, mas também completamente seguro.

Consulte Mais informação: Diário de Notícias »