Tribunal teve em conta o desespero da mãe que matou o filho autista

Tribunal teve em conta o desespero da mãe que matou o filho autista

22/10/2021 00:52:00

Tribunal teve em conta o desespero da mãe que matou o filho autista

Fátima Martinho foi condenada a 10 anos de prisão pelo homicídio do filho de 17 anos.

condenada a 10 anos de prisão. Ainda assim, o tribunal teve em conta o desgaste emocional e o desespero da mãe perante os surtos agressivos do filho e ainda a falta de resposta das instituições. O crime aconteceu, em julho de 2020, num terreno isolado a 3 quilómetros da aldeia de Cabanelas, onde moravam.

Britânico vive no carro há seis meses em Vila do Conde Câmara de Guimarães oferece pinheiros de Natal para evitar cortes selvagens Portugal com mais 22 mortes e 5.649 novos casos de covid-19 em 24 horas

De acordo com a prova baseada na confissão da arguida, depois de ter sedado o filho empurrou-o para o poço, que tem seis metros de profundidade e forçou o afogamento com as próprias mãos.A mulher, de 53 anos, é divorciada e cuidava sozinha do filho que tinha surtos agressivos, um comportamento que piorou no início da pandemia, altura em que deixou de frequentar o ensino especial.

O tribunal teve em conta o desgaste emocional e o desespero da mãe. Outra atenuante foi a falta de resposta das Instituições para acolherem o jovem autista.O próprio tribunal considerou que houve falhas do Estado, da família e dos vizinhos, mas que isso não desresponsabiliza esta mãe de ter matado o filho. Recusou os 18 anos pedidos pelo Ministério Público, condenando-a a 10 anos de prisão. headtopics.com

O advogado e arguida vão agora analisar o acórdão e só depois decidem se interpõem recurso. Consulte Mais informação: SIC Notícias »

O Futuro do PSD

Escolhemos seis questões que determinam o futuro do PSD e sobre elas questionámos os dois candidatos a presidente do partido, que será eleito a 27 de Novembro

Serão as ciclovias o mais importante ?

Mulher que matou o filho autista em Mirandela condenada a 10 anos de prisãoFátima Martinho, a mulher de 52 anos que, no verão do ano passado, atirou o filho autista a um poço e desceu para o afogar, na aldeia de Cabanelas, em Mirandela, foi esta quarta-feira condenada a 10 anos de prisão. Só? A justica wm Portugal é um circo ambulante Deveria ter sofrido semelhante destino ao do filho...

Mãe condenada a 10 anos de prisão por homicídio do filho autista em MirandelaO coletivo de juízes e quatro jurados consideraram haver atenuantes para uma condenação mais leve.

Dez anos de prisão para mãe que atirou filho a poço provocando-lhe a morteVídeos - Dez anos de prisão para mãe que atirou filho a poço provocando-lhe a morte

Dez anos de prisão para mãe que atirou filho a poço provocando-lhe a mortePortugal - Dez anos de prisão para mãe que atirou filho a poço provocando-lhe a morte 10 anos por matar um filho?Incrivel se fosse por fuga ao fisco também seriam 10 anos? Mais um caso para refletir. Parece pouco para quem tira uma vida. 🙏

Mãe de cadete da Escola Naval relata abusos físicos e psicológicos sobre o filhoViolência: Mãe de cadete da Escola Naval relata abusos físicos e psicológicos sobre o filho Coitado! Que expulsem os prevaricadores.

Mãe de cadete da Escola Naval relata abusos sobre o filhoA mãe de um dos cadetes do primeiro ano da Escola Naval relatou, esta quarta-feira, à Lusa que o seu filho sofreu abusos físicos, 'mas sobretudo psicológicos', enquanto frequentou esta instituição, num ambiente de 'praxe constante' entre alunos.