Justiça, Santander Totta, Providência Cautelar, Despedimentos, Dinheiro

Justiça, Santander Totta

Tribunal decide a favor do Santander na providência cautelar contra despedimentos

Tribunal decide a favor do Santander na providência cautelar contra despedimentos

27/10/2021 18:37:00

Tribunal decide a favor do Santander na providência cautelar contra despedimentos

A providência cautelar contra os despedimentos tinha sido interposta pelos sindicatos dos bancários da UGT.

A providência cautelar contra os despedimentos foi interposta pelos sindicatos dos bancários da UGT(Mais Sindicato, Sindicato dos Bancários do Centro e Sindicato dos Trabalhadores do Setor Financeiro de Portugal) e a audiência estava marcada para esta quinta-feira.

A China quer mostrar que a sua democracia é melhor que a dos EUA Telma Santos é campeã mundial de badminton em veteranos Jerónimo de Sousa defende 'combate sem tréguas' às 'forças reacionárias e fascizantes'

Na terça-feira, o juiz do Tribunal do Trabalho de Lisboa considerou que a análise do processo impõe"à absolvição do requerido da presente instância cautelar", considerando este procedimento judicial só poderia ter acontecido quando estivesse formalizado o processo de despedimento coletivo.

Consulte Mais informação: Diário de Notícias »

O Futuro do PSD

Escolhemos seis questões que determinam o futuro do PSD e sobre elas questionámos os dois candidatos a presidente do partido, que será eleito a 27 de Novembro

Tribunal decide a favor do Santander na providência cautelar contra despedimentosPortugal - Tribunal decide a favor do Santander na providência cautelar contra despedimentos

Tribunal recusa providência cautelar para travar despedimentos no SantanderJuiz considera que houve 'manifesto erro na forma de processo' na providência cautelar interposta para suspender o despedimento coletivo no Santander. Sindicatos já anunciaram que vão recorrer da decisão.

Governo, BE e PCP trocam acusações sobre desacordo nas leis laboraisBloco lembra que o PS foi contra a redução nas compensações por despedimento que recusa agora reverter, Executivo diz que aceitou 'talvez umas vinte' propostas do BE. Governo sinalizou uma nova cedência na caducidade, que já tinha sido apresentada ao PCP.

Sindicato da Altice pede verificação da constitucionalidade dos despedimentos coletivos

Frio arrasa produção de castanhas em Trás-os-MontesTemperaturas negativas em meados de setembro provocaram quebras na castanha na ordem dos 90%.

Tribunal holandês decide que artefactos da Crimeia devem ser devolvidos à UcrâniaSete ano depois das peças terem estado em exibição em Amesterdão, o tribunal decidiu a favor da Ucrânia, afirmando ter baseado a sua decisão numa lei ucraniana, segundo a qual toda a colecção faz parte da herança cultural do país.