Testes nas escolas permitiram detectar 2700 casos de covid-19

Covid-19: Testes nas escolas permitiram detectar 2700 casos de covid-19

Covid-19, Coronavírus

24/01/2022 22:18:00

Covid-19: Testes nas escolas permitiram detectar 2700 casos de covid-19

Taxa de positividade registada nas últimas duas semanas foi de 1,8%. Nas anteriores operações de testagem de professores e funcionários nunca tinha ultrapassado 0,2%. Há escolas onde os testes só serão realizados esta semana.

Adriano Miranda

Consulte Mais informação: Público »

Visão | Covid-19: Testes realizados pelos viajantes não têm influência na propagação do vírus, conclui estudoA obrigatoriedade de realização de testes pelos viajantes apenas atrasa o pico de propagação de uma nova variante entre um a oito dias no máximo

Casos de Covid-19 voltam a bater recordesEm Espanha foi atingido o pico de infeções por Covid-19 na sexta vaga da pandemia. Na Irlanda começaram a ser levantadas restrições.

Madeira tem mais 875 casos positivos e 1.779 recuperados de Covid-19A Madeira tem 11.721 casos ativos de coronavírus, 289 são importados e 11.432 de transmissão local. 77 estão hospitalizadas (73 em unidades polivalentes e quatro na unidade de cuidados intensivos dedicada à Covid-19 ).

Covid-19: Alemanha volta a registar números recorde com 63.393 novos casos

Covid-19: mais 44 mortos e 32.758 casos em PortugalOs números da DGS desta segunda-feira

Portugal soma mais 32.758 casos de covid-19 e 44 mortesHá mais 32.758 casos de covid-19 e 44 mortes nas últimas 24 horas, de acordo com o boletim diário da DGS. Há mais 129 internamentos e mais 12 em cuidados intensivos.

Foto Adriano Miranda Os testes à covid-19 realizados nas escolas nas últimas duas semanas, no arranque do 2.º período lectivo, permitiram detectar 2700 “positivos” entre professores e funcionários não docentes. Foram realizados cerca de 150 mil testes, revelou esta segunda-feira o Ministério da Educação. Mas ainda há escolas onde a operação de testagem não foi realizada, estando agendada para os próximos dias devido a “limitações das equipas de testagem dos laboratórios”.