'Splash Brothers' dos Warriors já fazem onda e afogam Pistons - Renascença

19/01/2022 14:47:00

“Splash Brothers“ dos Warriors já fazem onda e afogam Pistons

“Splash Brothers“ dos Warriors já fazem onda e afogam Pistons

Klay Thompson, com 21 pontos, máximo pessoal da época, e Stephen Curry, com 18, reviveram os bons, velhos tempos.

Curry e Klay são felizes outra vez.Os últimos sete anos (2015-2021) foram os mais quentes já registados, confirmou a Organização Meteorológica Mundial (OMM), embora o fenómeno climático"La Nina" tenha reduzido temporariamente as temperaturas no ano passado..Joe Biden “é um Presidente normal que respeita a democracia”, mas “tem a taxa de aprovação mais baixa da história.

Foto: ​D.Ross Cameron-USA TODAY Sports​/Reuters A sociedade entre Klay Thompson e Stephen Curry já dá outra vez frutos e, na madrugada desta quarta-feira, ajudou os Golden State Warriors a vencer na receção aos Detroit Pistons, por 102-86."Espera-se que o aquecimento global e outras tendências de mudanças climáticas a longo prazo continuem devido aos níveis recordes de gases de efeito estufa na atmosfera.Klay, o mais novo dos chamados"Splash Brothers", amealhou 21 pontos, máximo pessoal da época.Curry, o mais velho, somou 18 pontos.A temperatura média global em 2021 situou-se entre 1,1 e 1,2 graus centígrados acima [e 0,3 graus acima da média nos últimos 30 anos) da média anual do período pré-industrial, a medida usada para calcular o aquecimento global responsável pelas alterações climáticas e que o Acordo de Paris pretende manter abaixo de 1,5 graus até ao fim deste século.Também Andrew Wiggins se destacou, com 19 pontos.Raposo diz ainda que “os últimos anos nos ensinaram que o impensável acontece”, pelo que não descarta um regresso de Donald Trump, “ou alguém da sua linha pessoal”, à liderança dos Estados Unidos.

Do lado dos Pistons, o destaque vai para Rodney McGruder, que saltou do banco para registar 19 pontos, o máximo da equipa de Detroit.A temperatura à superfície esteve 0,1 graus acima da média dos últimos 30 anos mas o verão foi o mais quente de sempre, quebrando-se o recorde de temperatura na Sicília , onde se registaram 48,8 graus, mais 0,8 graus do que o máximo anterior.Os Warriors seguram o segundo lugar da Conferência Oeste, com 32 vitórias e 12 derrotas.Os Pistons, que ainda só venceram jogos e já perderam 33, encontram-se na penúltima posição do Este.Este clima seco e quente deu origem a fogos florestais prolongados que afetaram países como a Turquia, Portugal, Grécia, Itália, Espanha, Albânia, Macedónia do Norte, Argélia e Tunísia.Tópicos.

Consulte Mais informação:
Renascença »
Loading news...
Failed to load news.

ONU confirma: 2021 foi um dos sete anos mais quentes já registados - RenascençaA temperatura média global em 2021 situou-se entre 1,1 e 1,2 graus centígrados acima e 0,3 graus acima da média nos últimos 30 anos.

Taça das Nações Africanas de Futebol - Jogos sem FronteirasRenascença JogossemFronteiras AsTrêsdaManhãA Taça das Nações Africanas de Futebol decorre neste momento nos Camarões e hoje vamos falar dos dois países lu...

“Há três coisas que estão a desorientar a cabeça dos americanos” - RenascençaHenrique Raposo comenta o primeiro ano de Joe Biden na Presidência dos Estados Unidos.

Mulheres e raparigas afegãs privadas dos seus direitos pelos talibãs - RenascençaA maioria perdeu sua principal fonte de rendimento depois de os talibãs restringirem o acesso das mulheres ao trabalho.

NBA: Warriors perdem sem Curry, Neemias de fora na derrota dos KingsPhoenix consolidaram o estatuto de melhor equipa da fase regular

ONU confirma que 2021 foi um dos sete anos consecutivos mais quentes já registadosO ano de 2021 insere-se no ciclo de sete anos consecutivos de temperaturas recordes, 'os mais quentes já registados por uma margem clara', divulgou o sistema de observação por satélite Copérnico.