S&P sofre maior queda em dois dias dos últimos 13 meses pressionado por ómicron

02/12/2021 00:37:00

O primeiro caso da variante ómicron reportado nos EUA castigou Wall Street e fez os mercados inverterem dos ganhos que registavam a meio do dia

O primeiro caso da variante ómicron reportado nos EUA castigou Wall Street e fez os mercados inverterem dos ganhos que registavam a meio do dia

O primeiro caso da variante ómicron reportado nos EUA castigou Wall Street e fez os mercados inverterem dos ganhos que registavam a meio do dia.

E usufrua de todas as vantagens de ser assinanteO S&P 500, que chegou a subir quase 2% durante o dia, acabou por afundar depois de ser noticiado o primeiro caso da variante ómicron do coronavírus nos EUA, mais precisamente na Califórnia. O índice alargado acabou mesmo por registar a maior queda em duas sessões desde outubro do ano passado.

O Dow Jones caiu 1,34%, para os 34.022,04 pontos, enquanto o Nasdaq Composite recuou 1,83%, fechando nos 15.254,05 pontos. Já o S&P 500 perdeu 1,18%, terminando o dia nos 4.513,04 pontos, depois de na véspera ter caído 1,90%.Entre os setores mais penalizados contam-se as companhias aéreas, operadores de cruzeiros e hotéis, tudo por receio de novas restrições nas viagens devido à variante ómicron.

Consulte Mais informação:
Jornal de Negócios »

Ruas inundadas e estradas cortadas: chuva intensa lança o caos na região de Lisboa (veja os vídeos)

Proteção Civil regista mais de 100 ocorrências devido ao mau tempo na Grande Lisboa. IPMA coloca Lisboa sob alerta vermelho até às 2h Consulte Mais informação >>

Covid-19: 20 pessoas multadas no Aeroporto de Lisboa e três em Faro por falta de teste negativoA maior parte dos passageiros diz que o controlo está a ser rápido e eficaz.

'Temos de ver isto com normalidade, a Ómicron não é um problema'. Virologista Pedro Simas diz que infeções ainda vão subir em PortugalNo congresso de turismo que decorre em Aveiro, o virologista defendeu que a economia não deve fechar e que a chave para esta fase em que o vírus se está a tornar endémico é o reforço da vacinação. 'A partir da próxima Páscoa as coisas vão mudar completamente ', garantiu

Porto cancela festejos de rua e fogo de artifício na Passagem de AnoConcerto dos GNR agendado para o último dia do ano no Queimódromo foi antecipado para a véspera, no Pavilhão Rosa Mota. ❤

Portugal com 19 casos da nova variante Ómicron. Estão todos ligados à Belenenses SADSociedade - Portugal com 19 casos da nova variante Ómicron. Estão todos ligados à Belenenses SAD BOLSONARO ESTÁ QUEIMANDO E DESTRUINDO AS FLORESTAS DO BRASIL.SEM NATUREZA NÃO HÁ VIDA VOCÊ PODE ME ENTENDER? A AMAZÔNIA E AS FLORESTAS DO BRASIL ESTÃO SENDO DESTRUÍDAS! ISSO VAI CAUSAR CRISES CLIMÁTICAS,SECAS,INUNDAÇÕES, FALTA DE ÁGUA,POLUIÇÃO E MORTES NO BRASIL. 'OXOSSI ' Está senhora diz cada disparate que ainda não sei como seguem acreditar nesta senhora e seu covid-19 Se estão todos lá, proponho cerco sanitário à capital.

Covid-19: 70% dos internados nos cuidados intensivos em Lisboa não estão vacinadosEsta quarta-feira foi registado o número mais alto de novos casos desde fevereiro. Que paguem o hospital agora! Deviam ir para o privado e pagar o internamento a ver se a teimosia compensa Vaccinated people are spreading the virus. Because the unvaccinated are unable to travel, so we have to isolate the vaccinated to stop the advance of the virus.

Assine para partilhar E usufrua de todas as vantagens de ser assinante O S&P 500, que chegou a subir quase 2% durante o dia, acabou por afundar depois de ser noticiado o primeiro caso da variante ómicron do coronavírus nos EUA, mais precisamente na Califórnia.Saiba mais.Conceição Antunes Jornalista Os casos de covid estão a subir em Portugal, mas"não podemos entrar em pânico porque estes níveis de infecāo são normais" e ainda irão subir mais no país, não se devendo com isto avançar com medidas restritivas de fecho da economia e da sociedade- adiantou Pedro Simas, virologista e investigador principal do Instituto de Medicina Molecular, no congresso da Associação Portuguesa de Agências de Viagens e Turismo (APAVT) que decorre em Aveiro até 3 de dezembro.Concerto dos GNR agendado para o último dia do ano no Queimódromo foi antecipado para a véspera, no Pavilhão Rosa Mota.

O índice alargado acabou mesmo por registar a maior queda em duas sessões desde outubro do ano passado. O Dow Jones caiu 1,34%, para os 34..022,04 pontos, enquanto o Nasdaq Composite recuou 1,83%, fechando nos 15. "O nível de infeções que temos em Portugal nesta fase da endemia ainda é baixo e vai subir mais, mas temos de encarar isto com normalidade", explicitou o virologista no congresso de turismo, frisando que o foco deve estar agora não no número de infeções mas no de internamentos e de mortes, que é muito inferior ao que se assistiu em vagas anteriores da pandemia.254,05 pontos. Conseguiram passar o controlo na hora do embarque, mas à chegada do avião a Portugal, com fiscalização passageiro a passageiro, mais de duas dezenas de pessoas foram barradas pelas autoridades. Já o S&P 500 perdeu 1,18%, terminando o dia nos 4. "Vamos evitar a concentração nas ruas por essa razão.

513,04 pontos, depois de na véspera ter caído 1,90%. Aos 20 casos detetados até ao início da tarde em Lisboa, somam-se mais três em Faro, de passageiros que vinham de Berlim e Paris. "A partir da próxima Páscoa, as coisas vão mudar completamente, tal como mudaram este verão", sustentou o virologista, lembrando que"o vírus não vai parar quando chegarmos à Primavera de 2022", e que, mesmo tornando-se endémicos,"os coronavirus contribuem para 20 a 30 milhões de infeções que há em Portugal todos os anos". Entre os setores mais penalizados contam-se as companhias aéreas, operadores de cruzeiros e hotéis, tudo por receio de novas restrições nas viagens devido à variante ómicron. Também alguns gigantes tecnológicos sofreram hoje, casos da Tesla, que caiu 4,95%, ou da Meta (ex-Facebook), que recuou 4,27%. Quem entra em Portugal tem de trazer um teste PCR ou antigénio negativo e recente ou o certificado do teste ou de recuperação da doença. Outras das big tech escaparam mais ou menos incólumes, com a Microsoft a ceder 0,15%, a Apple a deslizar 0,32% e a Alphabet a perder 0,60%. O virologista defende que a terceira dose deve ser generalizada em Portugal,"começando pelos mais vulneráveis"e ir descendo pelos escalões etários, em vez de vacinar as crianças. Já a Amazon recuou 1,81%. Ainda assim, apesar do controlo, os passageiros falam num processo muito rápido.

O dia foi marcado pelo"salto" no número de novos casos na África do Sul - onde surgiu a nova variante -, que duplicaram face à véspera. Foram também reportados os primeiros casos de infeção pela ómicron no Reino Unido, Suíça e Brasil. Saiba mais. Comparando a atual situação pandémica de Portugal com a da Alemanha, o virologista constatou haver neste país"uma assimetria grande de pessoas não vacinadas", mesmo dentro das mesmas faixas etárias, o que explica por que este país está a ter nesta fase níveis muito superiores de internamentos e de mortes. A pesar estiveram também as palavras do presidente da Fed no Congresso. Jerome Powell reiterou que a Fed iria controlar a evolução da inflação e que a aceleração do ritmo de retirada dos estímulos está em cima da mesa. "O risco de shutdowns é a principal razão, mas há outros fatores. clarificou o especialista, frisando que"a pandemia biológica está a acabar em Portugal", mas é preciso contar com"a pandemia sociológica" e os"efeitos colaterais" do contacto com outros países.

Os investidores estão também a tentar entender o novo discurso da Fed", referiu Adam Crisafulli, fundador da Vital Knowledge, citado pela Bloomberg. Hoje foi ainda divulgado o livro bege da Fed, que dá conta de que a maior economia mundial cresceu a um ritmo"modesto a moderado" em outubro e na primeira metade de novembro, condicionada pelas disrupções nas cadeias de fornecimento e falta de mão-de-obra. O dia foi ainda marcado pela queda nas ações da Moderna depois de a farmacêutica ter perdido um recurso judicial sobre uma patente. Também pela negativa, a Salesforce.com afundou após ter revelado previsões de receitas e lucros para o quarto trimestre abaixo do esperado pelos analistas.

.