Rui Rio sem queixas sobre turbulência interna e diz que PSD está unido - SIC Notícias

18/01/2022 17:01:00

Rui Rio sem queixas sobre turbulência interna e diz que PSD está unido

Rui Rio sem queixas sobre turbulência interna e diz que PSD está unido

O líder do PSD invocou a sua vasta experiência em eleições para manifestar confiança no resultado.

antecipadas de 30 de janeiro.A meio de uma ação de campanha em Setúbal, Rui Rio parou num café com os candidatos por este círculo, e foi questionado pelos jornalistas segostaria de ver mais adversários internos a entrar na campanha, depois de Paulo Rangel ter marcado presença em Viseu.

“Não me posso queixar disso, acho que neste momento está efetivamente unido, se me posso queixar, ao longo do trajeto que fiz de turbulência a mais dentro do partido, neste momento não me posso queixar disso. Não vejo que haja alguém que não esteja a colaborar ou esteja a fazer contravapor”, afirmou.

Consulte Mais informação:
SIC Notícias »

Mas a tempestade já de está a formar. O PSD está unido. Chega de políticas do PS e gerigonça. Está bandalheira não pode continuar. Não se admite que tenham reposto todos os feriados que retiramos. Tudo pelas contas certas e porque a Troika assim mandou.

Rui Rio acusa PS de deturpar propostas do PSD e insistir na mentira - SIC NotíciasRui Rio acusa PS de deturpar propostas do PSD e insistir na mentira Propostas do PSD é? Pois, não sei, talvez, se calhar! costabem

Moedas ao lado de Rio em “momento de união do PSD” - SIC NotíciasO presidente do PSD teve hoje o apoio do recém-eleito presidente da Câmara de Lisboa numa ação de campanha em Lisboa. Dois segos do cegos Sempre é melhor Moedas ao lado de Rio que Medina ao lado de Costa. Ou então não. Se a intenção for perder eleições, não há dúvida que Medina e Costa ficam bem um ao lado do outro! Moedas será o próximo PM mas ainda não provou nada

Rui Rio acusa PS de deturpar propostas do PSD e insistir na mentiraPresidente do PSD acusou o PS de dizer que o 'PSD vai querer privatizar a Segurança Social'. o PS não deturpa as propostas do PSD o PS quer que eles as esclareçam coisa que eles não querem é como diz o povo quem não deve não teme RIO o que faz ataca para se defender isto não é política as propostas devem vir para cima da mesa sem isso há marosca

Rui Rio diz que se PSD ganhar ″sai a sorte grande″ a PortugalO líder social-democrata não quis criticar António Costa por querer uma maioria absoluta. 'Eu também quero, portanto não o posso criticar por isso', afirmou.

Legislativas: Rui Rio acusa PS de deturpar propostas do PSD e insistir na mentira

Legislativas: Rui Rio acusa PS de deturpar propostas do PSD e insistir na mentiraO presidente do PSD, Rui Rio, acusou hoje o PS “de deturpar” as propostas sociais-democratas e de insistir na mentira, como a privatização da Segurança Social, para “amedrontar” as pessoas.

legislativas antecipadas de 30 de janeiro.Lusa O presidente do PSD, Rui Rio, acusou este domingo o PS “de deturpar” as propostas sociais-democratas e de insistir na mentira, como a privatização da Segurança Social, para “amedrontar” as pessoas.Lusa Na ação de campanha de Rui Rio na capital, Carlos Moedas, o presidente da Câmara de Lisboa, falou “em momento de união” do partido e em “dinâmica de mudança”.Presidente do PSD acusou o PS de dizer que o"PSD vai querer privatizar a Segurança Social".

A meio de uma ação de campanha em Setúbal, Rui Rio parou num café com os candidatos por este círculo, e foi questionado pelos jornalistas se gostaria de ver mais adversários internos a entrar na campanha, depois de Paulo Rangel ter marcado presença em Viseu. “Não me posso queixar disso, acho que neste momento está efetivamente unido, se me posso queixar, ao longo do trajeto que fiz de turbulência a mais dentro do partido, neste momento não me posso queixar disso. Rui Rio acusou o PS de dizer que o “PSD vai querer privatizar a Segurança Social”. Não vejo que haja alguém que não esteja a colaborar ou esteja a fazer contravapor”, afirmou. “Já fiz muitas campanhas, como tenho dito sou quase um profissional de eleições, sei que no fim aprecem sempre mais pessoas. Ao longo do percurso, Rio foi trocando impressões com o cabeça de lista por Setúbal, Hugo Carvalho, sobre as expectativas de subida neste círculo, de passar dos atuais três para seis, segundo o atual deputado. Garantiu que aquilo que o PSD quer é “assegurar as pensões de hoje, como inclusive as de futuro” e que “ninguém vai privatizar segurança social nenhuma” e “ninguém vai por o futuro das pensões das pessoas na bolsa”. “Eu dizia cinco, se podemos duplicar, ora excelente”, afirmou Rio.

Questionado se tem uma folha de excel para contabilizar as expectativas para dia 30, o presidente do PSD respondeu negativamente, mas invocou a sua já vasta experiência em eleições – regionais, legislativas, autárquicas e três internas – para manifestar confiança no resultado.. “Claro que foi fácil convencê-lo. “Devo ser dos que tenho mais experiência em eleições e em perceber a sociedade antes de eleições. Se comparar com 2019 nas legislativas, por exemplo, é muito diferente, há um apoio do público muito superior”, notou. Num dia dedicado a distritos que votam mais à esquerda – Setúbal e Castelo Branco -, o líder do PSD admitiu que não pode subir aqui tanto como, por exemplo, no Porto, mas falou num “potencial de crescimento maior” nestes distritos, tal como na expectativa de o partido voltar a eleger deputados pelo Alentejo. “Alguém que se candidata a primeiro-ministro sente-se bem desde a ilha do Corvo, passando por Vila Real de Santo António a Valença, eu sou candidato a primeiro-ministro, presidente da Câmara do Porto já fui”, afirmou. Durante as arruadas, Rio vai sendo questionado pelos jornalistas em vários momentos e, numa dessas vezes, foi confrontado com uma notícia da Rádio Renascença, em que um especialista alerta para o risco de uma “pandemia académica”, pela falta de professores.

O líder do PSD responde sempre e, neste tema, admitiu que existe “falta de professores” em alguns grupos de docência. “Temos de fazer um planeamento melhor, pôr a carreira de professor mais atrativa”, defendeu, embora sublinhando que a prioridade do programa do PSD é na formação, tal como lhe foi pedido por uma senhora com quem se cruzou na arruada em Setúbal. É por isso que estou aqui a apoiar Rui Rio e o PSD, temos de mudar”, justificou. Para Rio, o mais importante é “enobrecer uma função que é nuclear para o desenvolvimento do país ”. “Não posso prometer mundos e fundos, não posso prometer o que não tenho, mas a nossa atitude é de profundo respeito pela profissão”, afirmou. Questionado se David Justino, vice-presidente do PSD, pode voltar a ser ministro da Educação, se o PSD vencer, Rio só disse: “Isso vamos ver”. O nome de Moedas – que apareceu a meio da iniciativa – já tinha sido invocado no início, quando o dono de uma conhecida cervejaria da zona tentava convencer Rui Rio a comer um croquete, sem sucesso.

SAIBA MAIS .