RIR diz que país tem que 'criar condições' para jovens não saírem - Renascença

RIR diz que país tem que “criar condições“ para jovens não saírem

28/01/2022 02:35:00

RIR diz que país tem que “criar condições“ para jovens não saírem

Para Vitorino Silva, Portugal 'tem boas faculdades, tem bons professores' mas quando anda a 'formar gente com qualidade para os outros apanharem tipo ave de rapina'.

"O país tem que criar condições para formar as pessoas. Temos boas faculdades, bons professores, mas não os podemos formar e na segunda feira seguinte eles vão para o estrangeiro", defendeu Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans, em declarações à Lusa.

À margem de uma ação de campanha ao início da tarde no Porto, o presidente do RIR, que esta manhã se reuniu com o Sindicato dos Professores do Norte e com a Federação Académica, defendeu que os estudantes que saem do país depois de acabarem o Ensino Superior saem tristes e apontou o dedo à classe política.

Consulte Mais informação: Renascença »

O líder do Reagir Incluir Reciclar (RIR) alertou que o país tem que"criar condições" para formar pessoas e impedir que"na segunda-feira seguinte elas vão para o estrangeiro". "O país tem que criar condições para formar as pessoas. Temos boas faculdades, bons professores, mas não os podemos formar e na segunda feira seguinte eles vão para o estrangeiro", defendeu Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans, em declarações à Lusa. À margem de uma ação de campanha ao início da tarde no Porto, o presidente do RIR, que esta manhã se reuniu com o Sindicato dos Professores do Norte e com a Federação Académica, defendeu que os estudantes que saem do país depois de acabarem o Ensino Superior saem tristes e apontou o dedo à classe política. "A juventude é muito importante, há jovens que tiram um curso, investem anos da sua vida a estudar, e depois muitos deles têm que bazar. Tenho a certeza que eles partem tristes e partem tristes porque não há políticos a serio", afirmou. Para Vitorino Silva, Portugal"tem boas faculdades, tem bons professores" mas quando anda a"formar gente com qualidade para os outros apanharem tipo ave de rapina". Ainda da área do Ensino, o líder do RIR salientou que também aos professores é preciso dar condições para exercerem a sua profissão:"Os professores não podem andar de mochila às costas 30 anos. Se não tiverem motivação, quem perde é o ensino", alertou. Ao povo, Tino de Rans deixou a promessa que o ouvirá, caso seja eleito deputado à Assembleia da República nas eleições legislativas de domingo. "Um político tem que ser assessorado pelo povo e se ouvir o povo de certeza absoluta que vai ser um bom político, não ter medo de ouvir os assessores e eu quero ter 10 milhões de assessores"; disse. "Vou ser o único político que vou ter 10 milhões de assessores, cada português vai ser assessor do Tino", salientou. Tópicos