Requerida demissão do ministro do Interior francês, acusado de violação - SIC Notícias

13/01/2022 21:37:00

Requerida demissão do ministro do Interior francês, acusado de violação

Requerida demissão do ministro do Interior francês, acusado de violação

Gérald Darmanin é acusado de violação, assédio sexual e abuso de confiança desde 2017.

“Tomamos nota desse pedido de demissão e aguardamos a decisão definitiva da juíza de instrução”, indicaram, por seu lado os advogados do ministro, Mathias Chichportich e Pierre-Olivier Sur.Neste caso de elevada sensibilidade política, que já foi alvo de longas disputas processuais, cabe agora à juíza de instrução tomar a decisão final.

A magistrada tinha atribuído ao ministro o estatuto de testemunha cooperante no caso em dezembro de 2020, antes de o confrontar, em março, com a queixosa, Sophie Patterson-Spatz, durante nove horas.Desde a primeira queixa, apresentada em 2017, Patterson-Spatz acusa Darmanin de violação, assédio sexual e abuso de confiança.

Consulte Mais informação:
SIC Notícias »

Requerida demissão do ministro do Interior francês, acusado de violaçãoDuas queixas simples de Sophie Patterson-Spatz foram já arquivadas, e um juiz de instrução rejeitou, em agosto de 2018, investigar uma terceira queixa com constituição de parte civil. Em junho de 2020, o tribunal da relação de Paris ordenou a retomada das investigações.

Governo de Sócrates deu “resposta insuficiente” à crise, diz Teixeira dos Santos - SIC NotíciasDe acordo com o ex-governante, na fase inicial da crise havia muita incerteza em relação aos seus efeitos e “ramificações”. Pois deu. O Sr. Dr. e Professor da Faculdade de Economia do Porto Ministro das Finanças sabe o que fez. Nem precisava de ter boa memória para se lembrar disso. Infelizmente para o Zé que leva no pacote. Foi protagonista num dos momentos decisivos da vida portuguesa. Teixeira dos Santos era Ministro das Finanças quando Portugal pediu ajuda externa. Agora escreveu as suas memórias desse tempo e vem contar o que se passou, em exclusivo, na Grande Entrevista com Vítor Gonçalves. Eufemismo

'Subestimou-se mais-valia das vacinas para evitar internamentos nas crianças' - SIC Notícias“Subestimou-se mais-valia das vacinas para evitar internamentos nas crianças” Tal qual como se está a sobrestimar a doença nas crianças! É aquela do “copo meio vazio ou meio cheio”. É conforme der mais jeito!

Novo governo da Bulgária anuncia fim dos vistos gold - SIC NotíciasBruxelas enviou uma carta às autoridades búlgaras a pedir que abolisse esses passaportes de conveniência.

Maioria dos norte-americanos admite o 'colapso' da sua democracia - SIC NotíciasSondagem revela que mais de 70% dos norte-americanos entrevistados acham que a instabilidade política é a ameaça mais séria contra o país. Óbvio. O gajo na CASA BRANCA é demente mental e foi lá colocado por fraudes eleitorais gigantescas de milhões de votos

Republicanos querem bloquear lei que permite voto dos imigrantes em Nova Iorque - SIC NotíciasDezassete congressistas de Nova Iorque assinaram uma queixa enviada ao Supremo Tribunal de Albany, capital do estado.

A procuradoria de Paris requereu, na quarta-feira, a demissão do ministro do Interior francês, Gérald Darmanin, acusado de violação desde 2017, indicou hoje aquela entidade judicial.e receba as informações em primeira mão.“Não houve coragem política para usar um programa mais ousado.SIC Notícias Na próxima semana, provavelmente, haverá uma “aceleração [do número de novos casos] ainda que mitigada” pela vacinação, mas também pelo desgaste de população suscetível, ou seja “a certa altura já não vai haver tanta gente disponível para infetar”, explica Bernardo Gomes em entrevista à SIC Notícias.

“Tomamos nota desse pedido de demissão e aguardamos a decisão definitiva da juíza de instrução” , indicaram, por seu lado os advogados do ministro, Mathias Chichportich e Pierre-Olivier Sur. Neste caso de elevada sensibilidade política, que já foi alvo de longas disputas processuais, cabe agora à juíza de instrução tomar a decisão final. Em 2009, a queixosa contactou o deputado, então responsável dos assuntos jurídicos do partido conservador UMP, para obter um apoio para rever uma condenação de 2004 de um ex-namorado seu por chantagem e telefonemas mal-intencionados. A magistrada tinha atribuído ao ministro o estatuto de testemunha cooperante no caso em dezembro de 2020, antes de o confrontar, em março, com a queixosa, Sophie Patterson-Spatz, durante nove horas. Era um jogo de ir adiando”, salientou. Desde a primeira queixa, apresentada em 2017, Patterson-Spatz acusa Darmanin de violação, assédio sexual e abuso de confiança. Completa a transação, na noite de 17 de dezembro de 2009, Patterson-Spatz escreveu-lhe, em mensagem de texto:"Abusar da posição que se tem, na minha opinião, é ser um porco cretino. Em 2009, a queixosa contactou o deputado, então responsável dos assuntos jurídicos do partido conservador UMP (antigo LR, Os Republicanos), para obter um apoio para rever uma condenação de 2004 de um ex-namorado seu por chantagem e telefonemas mal-intencionados. “Julgo que se subestimou a mais-valia das vacinas para evitar internamentos hospitalares nas crianças.

Segundo Sophie Patterson-Spatz, Darmanin ter-lhe-á proposto a sua ajuda junto do ministério através de uma carta, em troca de favores sexuais que ela terá aceitado, sentindo-se obrigada a pagar-lhe de alguma forma, como relatou aos investigadores. Menos de duas horas depois, Darmanin respondeu:"Tens razão, sou sem dúvida um porco cretino. As medidas do PEC 4 [Programa de Estabilidade e Crescimento] imponham sacrifícios significativos. Completa a transação, na noite de 17 de dezembro de 2009, Patterson-Spatz escreveu-lhe esta mensagem de texto (SMS): “Abusar da posição que se tem, na minha opinião, é ser um porco cretino (…). O esforço que tive de fazer para ter sexo contigo, para tratares do meu caso” Menos de duas horas depois, Darmanin respondeu: “Tens razão, sou sem dúvida um porco cretino. Este caso tornou-se um fardo político para Gérald Darmanin que, criticado desde a sua nomeação para o Governo, no verão de 2020, por muitas vozes - especialmente feministas -, apresentou queixa por denúncia caluniosa. O que posso fazer para me perdoares?” Duas queixas simples de Sophie Patterson-Spatz foram já arquivadas, e um juiz de instrução rejeitou, em agosto de 2018, investigar uma terceira queixa com constituição de parte civil. “Acho que o país ficou mais robusto após a troika. Mas, em junho de 2020, o tribunal da relação de Paris ordenou a retomada das investigações.

Este caso tornou-se um fardo político para Gérald Darmanin que, criticado desde a sua nomeação para o Governo, no verão de 2020, por muitas vozes – especialmente feministas -, apresentou queixa por denúncia caluniosa. . “Desde 2013 que Portugal está numa situação de equilíbrio externo, em que as importações não são superiores às importações.