Reportados novamente mais de 40 mil novos casos de covid-19 e duas dezenas de mortes

13/01/2022 20:12:00

Análise, Covid-19

Portugal registou pela segundo dia consecutivo mais de 40 mil casos diários por covid-19. Segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado esta quinta-feira, nas últimas 24 horas, foram dignosticadas 40.134 infeções, um número elevado mas menor do que o de ontem, e 22 mortes associadas à doença. O país soma agora um total acumulado de 1.774.477 infeções e 19.203 vítimas mortais.

Consulte Mais informação:
Jornal SOL »

“Preferia Ronaldo a titular a não ganhar o jogo com a Suíça”

O humorista César Mourão comentou a decisão de Fernando Santos em ter deixado Ronaldo no banco de suplentes frente à Suíça. Consulte Mais informação >>

Mais de 40 mil infetados e 20 mortos (COVID-19)A BOLA, toda a informação desportiva. Acompanhe todas as notícias do seu clube ou modalidade preferida, para onde quer que vá.

Covid-19: Pela primeira vez, Portugal reporta 40 mil casos diários. Incidência está acima dos 3.600 casos

Número de acidentes ferroviários graves na UE cai 40% entre 2010 e 2020A queda em 2020 foi influenciada pela pandemia, diz o Eurostat

Inflação em máximos de 40 anos nos EUA e desde 2012 em PortugalContinua a pressão inflacionária nas economias ocidentais, com os dados desta quarta-feira a revelarem nova aceleração neste indicador para os casos norte-americano e português. A taxa de inflação homóloga portuguesa em dezembro foi de 2,7%, chegando aos 7,0% nos EUA.

Bolsa de Lisboa abre a cair 0,40%

Portugal regista novo máximo diário com mais de 40 mil casos. Há mais 20 mortesHá mais 71 pessoas internadas nos hospitais portugueses, contabilizando-se agora um total de 1635 pacientes hospitalizados com covid-19. Há também mais 14 pessoas com a doença em unidades de cuidados intensivos, num total de 167. Ok Vamos abrir tudo!

boletim Portugal registou pela segundo dia consecutivo mais de 40 mil casos diários por covid-19.Por Redação Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais de 40 mil novos infetados com Covid-19, em concreto 40.Email Lisboa e Vale do Tejo reportou maior número de casos - 15.Comentar O número de acidentes ferroviários graves na União Europeia (UE) caiu 40% entre 2010 e 2020 para um total de 1.

Segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado esta quinta-feira, nas últimas 24 horas, foram dignosticadas 40.134 infeções, um número elevado mas menor do que o de ontem, e 22 mortes associadas à doença. Há também a registar mais 20 mortos, de acordo com os dados da Direção-Geral da Saúde. O país soma agora um total acumulado de 1. Incidência de casos continua a crescer, ao passo que o RT volta a diminuir.774. Foi no Norte que se verificou a maior parte de novos casos esta quarta-feira: 15.477 infeções e 19. No passado, morreram 687 pessoas nestes acidentes ferroviários graves e 468 ficaram gravemente feridas, excluindo suicídios.

203 vítimas mortais. O Rt é de 1,23 no Continente e a nível nacional.945 infeções e 20 mortes associadas à doença. Apesar de ser o segundo dia com maior número de casos desde que começou a pandemia, o valor desce em relação ao último boletim, quando foram reportados 40.945 novos casos. Das 20 vítimas mortais, uma tinha entre 40 e 49 anos, outra entre 60 e 69 anos, quatro entre os 70 e os 79 anos e 14 com mais de 80 anos. Depois de dois dias em que a região do Norte foi a que registou o maior número de casos, a zona de Lisboa e Vale do Tejo volta a ser a região a reportar mais novos casos, com 16.343 infeções e 19.062 novas infeções, seguida do Norte com 14.734.

866, Centro com 4.232 novos casos, Alentejo com 1.181 acabaram por morrer e 1. Se compararmos estes números com os de dia 12 de janeiro de 2021, nota-se uma diferença nos principais indicadores.255 e o Algarve com 1.219.268 conseguiram recuperar. Já relativamente às regiões autónomas, o arquipélago da Madeira registou 1.  Contudo, a 12 de janeiro, a covid-19 fez 155 vítimas mortais e os hospitais tinham 4.

960 novos casos e o dos Açores 540. O relatório divulgado esta quinta-feira dá conta de mais 22 óbitos. Destes, 12 registaram-se na região de Lisboa e Vale do Tejo, seis no Norte, três no Centro e um no arquipélago dos Açores.943.  O número de doentes internados nos hospitais portugueses devido à pandemia de covid-19 subiu novamente, estando agora internadas mais 64 pessoas do que no dia anterior, num total de 1.699.

Já em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) estão internadas 162 pessoas, menos cinco do que ontem.850, Algarve com 1. A matriz de risco foi atualizada na quarta-feira. Segundo os dados da DGS, a incidência continua sem abrandar - já é superior a 3.600 -, ao passo que o RT voltou a diminuir. Já relativamente às regiões autónomas, o arquipélago da Madeira registou 2. A incidência nacional é agora de 3615,9 casos de infeção por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

 Quando considerado apenas o território continental a incidência é de 3615,3. Já o Rt é agora de 1,23 tanto a nível nacional como continental. Destes, 14 registaram-se na região de Lisboa e Vale do Tejo, cinco no Norte e um no Algarve.  Por outro lado, venceram nas últimas 24 horas o vírus 30.041 pessoas, elevando o total de recuperados desde o início da pandemia para 1.468. Já em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) estão internadas 167 pessoas, mais 14 do que ontem.

309. Há agora 286.965 casos ativos no país, mais 10.600 -, ao passo que o RT voltou a diminuir.071 do que no dia anterior, e as autoridades de saúde têm 244.232 contactos sob vigilância, mais 7.

240 do que o reportado no último boletim. Já o Rt é agora de 1,23 tanto a nível nacional como continental. .