Reino Unido. Polícia investiga “festas” em Downing Street - Renascença

25/01/2022 14:40:00

Reino Unido. Polícia investiga “festas” em Downing Street

Reino Unido. Polícia investiga “festas” em Downing Street

Em causa, “uma série de eventos que ocorreram nos últimos dois anos” em “possível violação dos regulamentos para a Covid-19”, diz a polícia metropolitana. Desde que foi conhecido o agora conhecido como “partygate”, Boris Johnson tem visto a sua popularidade cair.

A investigação foi confirmada pela comissária da Polícia Metropolitana (Met), Cressida Dick.“Como resultado das informações providenciadas pela equipa de inquérito do Conselho de Ministros e, em segundo lugar, de acordo com a avaliação dos meus próprios agentes, posso confirmar que a Met está a investigar uma série de eventos que ocorreram em Downing Street [o escritório e residência oficial do líder do Governo britânico] e Whitehall [edifícios governamentais] nos últimos dois anos em relação a possíveis violações dos regulamentos para a Covid-19", referiu.

Consulte Mais informação:
Renascença »

Reino Unido elimina testes para viajantes vacinados - RenascençaAos não vacinados continua a ser exigido um teste pré-embarque e um PCR nas primeiras 48 horas após a chegada, mas deixam de estar obrigados a isolamento.

Reino Unido junta-se aos EUA e começa a retirar diplomatas da UcrâniaTanto baú baú Putin os pós a andar Já viram que não vão ter sorte 😂

Reino Unido e EUA querem retirar funcionários das suas embaixadas em KievWashington acredita que uma invasão russa da Ucrânia pode acontecer “a qualquer altura”, mas nota que a decisão de retirar funcionários da embaixada é cautelosa. UE não planeia fazer o mesmo para já.

Reino Unido junta-se aos EUA e começa a retirar diplomatas da UcrâniaFuncionários da embaixada do Reino Unido em Kiev começaram a sair da Ucrânia face à 'crescente ameaça' de uma invasão da Rússia, anunciou hoje o Governo britânico, um dia depois de uma decisão idêntica dos Estados Unidos.

Reino Unido junta-se aos EUA e começa a retirar diplomatas de KievMinistério disse que a embaixada em Kiev 'permanece aberta e continuará a levar a cabo as suas tarefas essenciais'. Esperem mais um bocado que ainda não acabei de construir o meu bunker.

Ucrânia: Reino Unido junta-se aos EUA e começa a retirar diplomatas de KievO anúncio do Reino Unido segue-se à decisão dos Estados Unidos de ordenar às famílias dos seus diplomatas que abandonem a Ucrânia ″devido à ameaça persistente de uma operação militar russa″.

A polícia britânica anunciou nesta terça-feira que está a investigar as presumíveis festas organizadas em Downing Street durante os períodos de confinamento impostos no âmbito da pandemia, situação que está a colocar sob forte pressão o primeiro-ministro Boris Johnson.Foto: Yoan Valat/EPA O Governo britânico vai deixar de exigir a pessoas vacinadas testes à Covid-19 à chegada a Inglaterra e reduzir também os testes às pessoas não vacinadas, colocando o país"a um passo da normalidade".O conteúdo completo está disponível apenas para Subscritores.Soldado ucraniano perto da linha da frente na região de Donetsk Reuters/STRINGER O Reino Unido começou a retirar funcionários da sua embaixada em Kiev esta segunda-feira, dando como justificação a ameaça de uma invasão russa da Ucrânia.

A investigação foi confirmada pela comissária da Polícia Metropolitana (Met), Cressida Dick. “Como resultado das informações providenciadas pela equipa de inquérito do Conselho de Ministros e, em segundo lugar, de acordo com a avaliação dos meus próprios agentes, posso confirmar que a Met está a investigar uma série de eventos que ocorreram em Downing Street [o escritório e residência oficial do líder do Governo britânico] e Whitehall [edifícios governamentais] nos últimos dois anos em relação a possíveis violações dos regulamentos para a Covid-19", referiu. A única formalidade que permanece é o preenchimento de um formulário de passageiro simplificado com os seus dados pessoais e médicos. Até agora, a força policial havia rejeitado os pedidos para abrir um inquérito, alegando não existirem provas suficientes para iniciar uma investigação e argumentando que, por princípio, evitava analisar retrospetivamente as violações das restrições. "O facto de estarmos a investigar agora não significa, claro, que serão necessariamente emitidas multas em todos os casos e a todas as pessoas envolvidas”, vincou a responsável, durante uma audiência da Comissão de Polícia e Crime da Assembleia Municipal de Londres. Menores de 18 anos estão isentos de testes ou sujeitos às regras das pessoas vacinadas. A decisão é conhecida um dia depois de ter sido noticiado que Boris Johnson comemorou o aniversário com cerca de 30 funcionários durante um confinamento , em junho de 2020, quando estes tipos de encontros ainda eram proibidos. A embaixada dos EUA em Kiev conta com cerca de 900 funcionários, embora a maioria seja composta por cidadãos ucranianos, explica o New York Times .

Um porta-voz confirmou que o chefe do Governo britânico esteve presente, mas durante"menos de dez minutos". O anúncio aplica-se por enquanto apenas a Inglaterra, mas os governos autónomos da Escócia, País de Gales e Irlanda têm-se alinhado geralmente com as decisões do Governo britânico nas regras de viagens internacionais. .