Árbitra denuncia roubo de vídeos íntimos e fala em 'porno vingança'

Itália - Árbitra denuncia roubo de vídeos íntimos e fala em 'porno vingança'

26/01/2022 12:12:00

Itália - Árbitra denuncia roubo de vídeos íntimos e fala em 'porno vingança'

Italiana Diana Di Meo, de 22 anos, diz que as autoridades já estão a investigar o caso

E usufrua de todas as vantagens de ser assinanteA árbitra italiana Diana Di Meo, de 22 anos, diz que lhe roubaram vídeos privados de cariz sexual e que as imagens foram entretanto divulgadas nas redes sociais. Fala em"porno vingança".

"Estão a partilhar os meus vídeos privados em redes sociais como Telegram WhatsApp, são conteúdos (alguns deles) gravados sem o meu consentimento, que não partilhei", garantiu a árbitra no Instagram."Inteirei-me da existência destes vídeos graças a uns rapazes. Denunciei a situação nas redes sociais para ganhar força porque estava há dias fechada em casa. É uma situação que não desejo a ninguém, estou a tentar resistir, mas nem todos conseguem", acrescentou Diana Di Meo.

Consulte Mais informação: Diário Record »

Mas porque faz vídeos íntimos? Tenho um amigo que pergunta onde é que se podem encontrar... É para efeitos de um estudo

Assine para partilhar E usufrua de todas as vantagens de ser assinante A árbitra italiana Diana Di Meo, de 22 anos, diz que lhe roubaram vídeos privados de cariz sexual e que as imagens foram entretanto divulgadas nas redes sociais. Fala em"porno vingança". "Estão a partilhar os meus vídeos privados em redes sociais como Telegram WhatsApp, são conteúdos (alguns deles) gravados sem o meu consentimento, que não partilhei", garantiu a árbitra no Instagram. "Inteirei-me da existência destes vídeos graças a uns rapazes. Denunciei a situação nas redes sociais para ganhar força porque estava há dias fechada em casa. É uma situação que não desejo a ninguém, estou a tentar resistir, mas nem todos conseguem", acrescentou Diana Di Meo. A árbitra quer"ajudar outras pessoas" que passem por uma situação parecida com a sua."Muitas nós não podem fazê-lo e escondem-se. Espero dar voz a estas vítimas que são culpabilizadas, quando na realidade o culpado está do outro lado do ecrã, seja por difundir ou por partilhar. Difundir e partilhar estes vídeos é crime." O nome Diana Di Meo tornou-se numa tendência de busca no Google em Itália."Estão a rastrear os autores e os envolvidos na partilha dos vídeos, porque isso também é crime. Temos de denunciar estes vídeos e as pessoas que estão a partilhá-los. Hoje a vítima sou eu, mas amanhã pode ser uma pessoa próxima dos que agora estão a ver os vídeos e a sorrir." Ver essa foto no Instagram