Rússia acusa EUA de alimentar tensões. Há cada vez mais soldados prontos para a guerra

25/01/2022 13:25:00
Rússia acusa EUA de alimentar tensões. Há cada vez mais soldados prontos para a guerra

Mundo - Rússia acusa EUA de alimentar tensões. Há cada vez mais soldados prontos para a guerra

Washington, Rússia

Mundo - Rússia acusa EUA de alimentar tensões. Há cada vez mais soldados prontos para a guerra

Moscovo nega que esteja em causa uma iminente invasão à Ucrânia e acusa o Ocidente de histeria. Joe Biden reuniu com vários líderes europeus.

Numa altura em que tropas russas e ucranianas estão colocadas junto à fronteira entre os dois países na eventualidade de um conflito armado, o Kremlin acusou esta terça-feira Washington de estar a alimentar as tensões. A Rússia disse assistir com grande preocupação ao posicionamento de 8.500 soldados norte-americanos em alerta, prontos para serem enviados rumo à Europa se necessário.

Um dia antes, a NATO informou que tem 4 mil soldados emstand-byna Estónia, Lituânia, Letónia e Polónia, apoiados por tanques, defesas aéreas e unidades de vigilância e de serviços secretos. Além disso a aliança atlântica estava a reforçar o este da Europa com mais navios e caças. Para a Rússia, trata-se de"histeria" ocidental.

Consulte Mais informação: Revista SÁBADO » Reino Unido acusa Rússia de ter um plano para instalar regime pró-Moscovo na Ucrânia

Reino Unido acusa Rússia de ter um plano para instalar regime pró-Moscovo na UcrâniaCandidato nomeado pelos serviços secretos dirige TV pró-russa mas diz estar sujeito a sanções pelo regime de Vladimir Putin. Você já reparou que tudo que os EUA e Reino Unido falam é repassado sem questionamento enquanto o que os russos falam é ignorado? é guerra hibrida

Rússia manifesta 'grande preocupação' com mobilização de tropas dos EUAOs EUA colocaram militares prontos para serem mobilizados pela NATO , se necessário, face ao aumento de receios de uma invasão da Ucrânia pela Rússia. A Rússia manifesta preocupação com esta ação.

Rússia manifesta ″grande preocupação″ com mobilização de tropas dos EUAOs EUA decidiram colocar 8500 militares em 'alerta máximo' para um possível destacamento na Europa de Leste. 'É com grande preocupação que registamos estas ações norte-americanas', disse o porta-voz do Kremlin .

Ucrânia: Rússia manifestagrande preocupação com mobilização de tropas dos EUA

Crescem tensões com a Rússia: EUA colocam cerca de 8.500 soldados em alerta máximo

Crescem tensões com a Rússia: EUA colocam cerca de 8.500 soldados em alerta máximoCerca de 8.500 soldados norte-americanos estão em alerta, pendentes de um possível destacamento para a Europa do Leste à medida que crescem as tensões entre Rússia e Ucrânia. o Bidé está bêbado?

Ucrânia: Rússia acusa Reino Unido de desinformação e de espalhar 'disparates'CNN Portugal. O canal de informação, com uma cultura multiplataforma, que acompanha, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo.

+ Numa altura em que tropas russas e ucranianas estão colocadas junto à fronteira entre os dois países na eventualidade de um conflito armado, o Kremlin acusou esta terça-feira Washington de estar a alimentar as tensões.promessa de nova tentativa de entendimento.EUA colocaram cerca de 8.e receba as informações em primeira mão.

A Rússia disse assistir com grande preocupação ao posicionamento de 8.500 soldados norte-americanos em alerta, prontos para serem enviados rumo à Europa se necessário. Muraiev, que respondeu às alegações primeiro com uma montagem da sua cara num cartaz de James Bond, tem pontos de vista muito alinhados com os da Rússia no que diz respeito à situação na Ucrânia, segundo a agência Reuters. Um dia antes, a NATO informou que tem 4 mil soldados em stand-by na Estónia, Lituânia, Letónia e Polónia, apoiados por tanques, defesas aéreas e unidades de vigilância e de serviços secretos.500 militares em “alerta máximo” para um possível destacamento na Europa de Leste devido à escalada de tensões sobre a Ucrânia. Além disso a aliança atlântica estava a reforçar o este da Europa com mais navios e caças. Actualmente, é o dono de uma TV pró-russa. Para a Rússia, trata-se de"histeria" ocidental. Antes de podermos compreender como vamos continuar, temos de receber o texto [das respostas dos EUA e da NATO], que esperamos esta semana", disse Peskov na sua videoconferência de imprensa diária.

Apesar de Moscovo negar que está em causa uma possível invasão da Ucrânia, o Ocidente já ameaçou a Rússia com sanções económicas. “E mais, o dinheiro que a empresa do meu pai tem na Rússia foi confiscado. Para continuar a ler .