Quer uma experiência divertida de cabeça para baixo? Entre nesta casa - SIC Notícias

Quer uma experiência divertida de cabeça para baixo? Entre nesta casa

26/01/2022 20:16:00

Quer uma experiência divertida de cabeça para baixo? Entre nesta casa

A ideia (e a casa) pertencem a Fritz Schall, um austríaco que vive com a família na Colômbia.

Imagine que entra em casa e tudo o que, por norma, costuma estar no chão está no teto. O sofá, a cama, a banheira, o fogão, está tudo de cabeça para baixo. A ideia (e a casa) pertencem ao austríaco Fritz Schall.Em 2015, durante uma visita com os netos à sua terra natal na Áustria estiveram numa casa semelhante perto de Innsbruck, e Fritz quis fazer o mesmo na Colômbia.

“A pandemia atrasou um pouco a construção [da casa], mas agora está feito e inaugurámos há três semanas”, disse Schall.E a verdade é que desde que abriu portas tem sido um sucesso.Turistas curiosos e com vontade de se divertirem, caminham sobre os tetos e acomodam-se em sofás e camas no teto.

Consulte Mais informação: SIC Notícias »

Covid-19: UE quer que pessoas com certificados não sejam alvo de testes ou quarentenas - SIC NotíciasA nova recomendação substitui as regras existentes ao entrar em vigor a 1 de fevereiro. Estes gajos são mm contra os não vacinados puta o pariu...os vacinados transmitem e apanham a doença expliquem pk está politica A UE deveria querer que as pessoas não fossem alvo de certificados, testes ou quarentenas!

Rui Tavares: a infância entre Arrifana e Lisboa, as polémicas com Louçã e Joacine e a 'eco-geringonça' - SIC NotíciasÉ um dos fundadores do Livre, mas não quis ser o militante número 1 - o número que aparece no cartão de militante é superior ao 150. É “muito lisboeta”, apesar de ter passado a infância entre a capital e uma aldeia ribatejana. Último de cinco filhos, aprendeu as palavras difíceis com a mãe e admite que, com o passar do tempo, está cada vez mais parecido com o pai. 👎 O livre, partido anedótico, é mesmo levado ao colo. Estão em todo o lado Mais um frete político Á não faz o mínimo esforço para esconder as suas preferências quando o mínimo que se exige à imprensa é isenção e não criar factos

Howden com “resultados históricos,” quer comprar em PortugalAquisições nos EUA e Reino Unido impulsionaram faturação em 2021. O grupo internacional de corretagem de (re)seguros iniciou 2022 a comprar em Itália e quer adquirir negócios em Portugal.

Cabo Verde quer ser 'referência' em África na erradicação da pobreza extremaBanco Mundial estimou em 2020 que a pobreza extrema global deverá subir pela primeira vez em 20 anos. Portugal Foi bandeira de senhor Presidente E do actual governo Ao invés de demónios a pobreza Aumentaram Hoje mais de 50% população Portuguesa vive à fome 👏🏽🙏

UE quer acabar com testes e quarentenas para quem tem certificadoPessoas com o certificado covid-19 válido, como vacinados ou recuperados, não devem ser alvo de testes ou quarentenas, para facilitar as viagens, recomendam os estados-membros da UE. Mantém-se o travão de emergência para responder ao eventual aparecimento de variantes de preocupação, permitindo uma imediata suspensão das viagens.

Europa quer reclamar lugar no espaço e fará disso prioridade em 2022 - ComissãoUm dos objetivos centrais será atualizar o sistema de observação por satélite Copérnico, os foguetões europeus ou o sistema de navegação por satélite europeu Galileu

SIC Notícias Imagine que entra em casa e tudo o que, por norma, costuma estar no chão está no teto. O sofá, a cama, a banheira, o fogão, está tudo de cabeça para baixo. A ideia (e a casa) pertencem ao austríaco Fritz Schall. Em 2015, durante uma visita com os netos à sua terra natal na Áustria estiveram numa casa semelhante perto de Innsbruck, e Fritz quis fazer o mesmo na Colômbia. “A pandemia atrasou um pouco a construção [da casa], mas agora está feito e inaugurámos há três semanas”, disse Schall. E a verdade é que desde que abriu portas tem sido um sucesso. Turistas curiosos e com vontade de se divertirem, caminham sobre os tetos e acomodam-se em sofás e camas no teto. “Depois de uma pandemia e de restrições, isto ajuda as pessoas a ter um momento de relaxamento”, diz uma visitante.