Quem pode tomar Paxlovid, medicamento para tratar a covid-19 - SIC Notícias

Quem pode tomar Paxlovid, medicamento para tratar a covid-19

28/01/2022 04:16:00

Quem pode tomar Paxlovid, medicamento para tratar a covid-19

Esclarecimentos de Carlos Robalo Cordeiro, diretor do serviço de Pneumologia do Hospital da Universidade de Coimbra, no Jornal da Meia-Noite da SIC Notícias.

, aprovado pela Agência Europeia do Medicamento, tem eficácia em pessoas em risco de desenvolver doença grave, com fatores de risco.Em entrevista no Jornal da Meia-Noite da SIC Notícias, explica que funciona através da “eficácia na replicação viral” e que previne a hospitalização e doença grave, por exemplo, em pessoas com doenças oncológicas e transplantados.

“São medicamentos que devem ser utilizados muito precocemente, após o início dos sintomas”, adianta.Carlos Robalo CordeiroO especialista esclarece ainda que se tratam de comprimidos que podem ser tomados duas vezes por dia durante cinco dias.

Consulte Mais informação: SIC Notícias »

Ultrapassados por bicicletas e trotinetes, buzinados no fim: fomos andar de carro a 30km/h com a vereadora de Lisboa que o propõe

CNN Portugal. O canal de informação, com uma cultura multiplataforma, que acompanha, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo. Consulte Mais informação >>

Covid-19: está aberto o autoagendamento para quem tem 18 ou mais anos - SIC NotíciasTerceira dose da vacina já está disponível para cidadãos acima dos 18 anos. A PARANÓIA COVIDESCA ESTÁ A DEIXAR SEQUELAS !!!! SÓ PARA ÀS ORDENS DO COSTA !!!!

Visão | VISÃO DO DIA: Quem chamou o Hitchcock para a campanha?À medida que os dias passam, o suspense é cada vez maior, num crescendo de dúvidas, tensões e emoções. A incerteza é total e, ainda por cima, multiplicada por várias frentes, como se, por estupidez, tivéssemos começado a ver três séries ao mesmo tempo e, agora, alternamos entre os últimos episódios de cada uma, à […]

Um dia dedicado a quem deixou tantas saudades: NenoGuardião recebeu homenagens quando celebraria o 60º aniversário

#AlertaCiberAtaques2022. Quem está a salvo?Em muitas empresas, o tema da Segurança da Informação e da Cibersegurança já não é encarado como anteriormente, ou até há poucas semanas atrás, como um “custo” demasiado avultado ou até dispensável.

Jorge Amaral: «Quem é que morde no Benfica?»Vídeos - Jorge Amaral: «Quem é que morde no Benfica?»

Na Ucrânia, com 100 mil soldados à porta, há quem já se prepare para uma invasão - CNN PortugalCNN Portugal. O canal de informação, com uma cultura multiplataforma, que acompanha, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo. O vosso Jornalista Pedro Bello Moraes não tem um pingo de isenção. É triste haver jornalistas assim. Depois de uma peça sobre a campanha do PartidoCHEGA ele diz: ' políticos e as suas promessas á caça de votos'. Ele fez o mesmo aos outros partidos?

Paxlovid, um medicamento oral para tratar a covid-19 , aprovado pela Agência Europeia do Medicamento, tem eficácia em pessoas em risco de desenvolver doença grave, com fatores de risco. Em entrevista no Jornal da Meia-Noite da SIC Notícias, explica que funciona através da “eficácia na replicação viral” e que previne a hospitalização e doença grave, por exemplo, em pessoas com doenças oncológicas e transplantados. “São medicamentos que devem ser utilizados muito precocemente, após o início dos sintomas”, adianta. Carlos Robalo Cordeiro O especialista esclarece ainda que se tratam de comprimidos que podem ser tomados duas vezes por dia durante cinco dias. Carlos Robalo Cordeiro refere ainda, na SIC Notícias, que não vão ser vendidos na farmácia, “pelo menos nesta fase”. Vão estar apenas disponíveis para pessoas com risco de desenvolver doença grave. Primeiro medicamento oral para tratar covid-19 A Agência Europeia do Medicamento deu luz verde ao primeiro medicamento oral para tratar a covid-19. O Paxlovid é um antivírico da Pfizer. A EMA recomenda a utilização do medicamento em adultos que não necessitem de oxigénio suplementar e que não corram risco de ter doença grave. Os dados de um estudo com doentes infetados demonstraram que o Paxlovid reduz as hospitalizações e mortes por covid-19. A maioria dos doentes que participaram estava infetada com a variante Delta. Ainda assim, a EMA acredita que o Paxlovid também atua contra a Ómicron e outras variantes da covid. Saiba mais: