Qatar investiga morte de filipino no centro de estágios da Arábia Saudita

08/12/2022 18:52:00

Trabalhador caiu de uma empilhadora enquanto consertava um poste de iluminação

Mundial 2022 - Qatar investiga morte de filipino no centro de estágios da Arábia Saudita

Trabalhador caiu de uma empilhadora enquanto consertava um poste de iluminação

Assine para partilhar E usufrua de todas as vantagens de ser assinante O Qatar está a investigar a morte de um trabalhador de nacionalidade filipina, de 40 anos, no centro de estágios da Arábia Saudita durante o Mundial'2022, anunciaram esta quinta-feira as autoridades do país anfitrião da prova.Ronaldo começou no banco de suplentes frente à Suíça EPA/JOSE SENA GOULAO Cristiano Ronaldo negou esta terça-feira que esteja a caminho do Al-Nassr, na Arábia Saudita.Linkedin Mail A hipótese de Cristiano Ronaldo rumar ao Al-Nassr ganhou força depois do jornal Marca ter avançado que o jogador português já tinha quase tudo certo com o emblema saudita.Por Redação Um trabalhador filipino morreu, na quarta-feira, durante obras de reparação no sistema de iluminação do hotel onde esteve instalada a Arábia Saudita durante o Mundial do Catar, após cair de uma empilhadora e bater com a cabeça no chão Nasser Al Khater, máximo responsável pela organização do Mundial, enviou as condolências a família mas as restantes declarações do catari estão a originar muita polémica.

"Se a investigação concluir que os protocolos de segurança não foram respeitados, a empresa fica sujeita a processos judiciais e pesadas sanções financeiras", afirmou o governo do Qatar em comunicado.A notícia sobre esta morte foi avançada pelo 'The Athletic', adiantando que o trabalhador caiu de uma empilhadora enquanto consertava um poste de iluminação no parque de estacionamento do centro de treinos da Arábia Saudita." Cristiano Ronaldo e Manchester United oficializaram o "divórcio" antes do Mundial e o avançado está agora livre para negociar um novo contrato com outro clube.Segundo várias fontes ouvidas pelo 'The Athletic', a vítima não usava o obrigatório cinto de segurança.O jornal espanhol Marca noticiou que o craque português irá vestir as cores do segundo classificado da liga da Arábia Saudita, já a partir do dia 1 de janeiro."A embaixada filipina em Doha ainda está a investigar este caso", disse à agência de notícias francesa AFP o Ministério dos Negócios Estrangeiros das Filipinas, sem avançar mais detalhes.“Não tenho respeito por ele porque ele não parece mostrar respeito por mim.Por seu turno, a FIFA sublinhou estar"profundamente triste com esta tragédia", garantindo que mantém contactos permanentes com as autoridades locais.

Em Doha, o comité organizador do Mundial'2022 vincou, em nota de imprensa, que não contratou o trabalhador em questão e que o acidente ocorreu"em propriedade fora de sua jurisdição".O jornal desportivo espanhol A Marca deu como certa a existência de um pré-acordo entre Ronaldo e os sauditas do Al-Nassr, num negócio que iria alegadamente render 200 milhões por época ao ex-Manchester United.Ronaldo a caminho do Al-Nassr? Os números do alegado contrato astronómico Contudo, até ao momento, nada de oficial veio a público, o que deixa no ar a hipótese de que o astro luso pretende ainda manter-se na elite do futebol europeu, em detrimento de uma conta bancária (ainda) mais recheada.No entanto, disse estar a acompanhar o caso"com as autoridades competentes" e em"contacto com a família" da vítima.O Qatar tem um mecanismo de compensação para acidentes de trabalho e salários não pagos, que pagou mais de 350 milhões de dólares até agora, segundo as autoridades.Esta terça-feira, Cristiano Ronaldo começou o jogo frente à Suíça no banco de suplentes, algo que não acontecia num jogo oficial da selecção desde 2017.Desde que foi escolhido para a organização do Mundial2022, em dezembro de 2010, o pequeno emirado do Golfo tem sido alvo de críticas sobre as condições de trabalho e de vida de centenas de milhares de trabalhadores migrantes, sobretudo, oriundos da Ásia e da África.O camisola sete da seleção portuguesa não proferiu quaisquer outras palavras e acabou assim com os rumores que o davam como certo no futebol do Médio Oriente.Em resposta, Doha está a promover reformas sem precedentes do código do trabalho, bem recebidas pelos sindicatos, que, no entanto, pedem uma aplicação mais rigorosa da legislação.Leia os artigos que quiser, até ao fim, sem publicidade Faça parte da comunidade mais bem informada do país.

O número total de mortes em acidentes de trabalho durante os preparativos para o Campeonato do Mundo varia de acordo com as fontes, variando de 414 mortes entre 2014 e 2020, segundo o Qatar, a vários milhares desde 2010, segundo diversas organizações não-governamentais (ONG).Por Lusa.

Consulte Mais informação:
Diário Record »
Loading news...
Failed to load news.

Ronaldo nega ida para o Al-Nassr: “Não, não é verdade”Capitão da selecção nacional foi taxativo, quando questionado sobre potencial transferência para a Arábia Saudita.

Ronaldo vai ou não jogar no Al-Nassr? A resposta de CR7Clube da Arábia Saudita está interessado em contar com os serviços do capitão da seleção portuguesa. JA FECHAMOS COM ELE PRA JOGAR CORINTHIANS Ficavam melhor servidos com o Gonçalo Ramos!

A chocante reação do CEO do Mundial após mais uma morte de um trabalhador (Mundial 2022 )A BOLA, toda a informação desportiva. Acompanhe todas as notícias do seu clube ou modalidade preferida, para onde quer que vá.

Mundial 2022: Qatar investiga morte de filipino em acidente de trabalhoQueda de uma empilhadora aconteceu no centro de treinos da Arábia Saudita. Autoridades vão averiguar se os protocolos de segurança foram respeitados.

″Não, não é verdade″. Cristiano Ronaldo desmente ida para o Al-NassrNo final do jogo da seleção frente à Suíça, ai passar pelos jornalistas no local, CR7 desmentiu as notícias que o favam como certo no clube da Arábia Saudita. KremlinRussia_E Y EL CICLO CERRAO

Cristiano Ronaldo não ameaçou deixar Mundial do Qatar, garante FFPFutebol: Cristiano Ronaldo não ameaçou deixar Mundial do Qatar, garante FFP Ou seja, confirma-se, é pq ameaçou. Se ameaçar, deixem-no sair, ele é que fica mal… 😑😑😑😑 Já metem nojo com a perseguição. Deixem a pila do homem fdass