PSP na estrada em operação para fiscalizar condução sob efeito de álcool

PSP na estrada em operação para fiscalizar condução sob efeito de álcool

27/01/2022 03:35:00

PSP na estrada em operação para fiscalizar condução sob efeito de álcool

De acordo com os dados disponibilizados, na área de atuação da PSP os acidentes rodoviários com danos aumentaram 8% em 2021 face ao ano anterior e os acidentes com vítimas aumentaram 14%, para 13.296.

▲Registou-se uma redução de 4% no número de vítimas mortais, mas um aumento de 19% nos feridos graves, que foram 707 em 2021JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA▲Registou-se uma redução de 4% no número de vítimas mortais, mas um aumento de 19% nos feridos graves, que foram 707 em 2021

JOSÉ SENA GOULÃO/LUSAMenos vítimas mortais, mas mais acidentes e acidentes com vítimas, com mais feridos graves e ligeiros de 2020 para 2021 levam a PSP para a estrada entre esta quarta-feira e sexta-feira centrada no controlo de condução sob efeito do álcool.

Consulte Mais informação: Observador »

Mercado livre de eletricidade soma 5,4 milhões de clientes em novembro de 2021Em novembro, o mercado livre representava mais de 85% do número total de clientes e cerca de 94% do consumo em Portugal Continental, indica o regulador.

Porto de Sines com 'melhor ano de sempre' em 2021 na carga contentorizadaConsiderado pela APS como o melhor ano de sempre nos contentores, 2021 registou ainda um crescimento no volume de carga movimentada no porto alentejano, com um total de 46,5 milhões de toneladas.

Compra de vacinas reforçada em 15 milhões com sobra de 2021Dos 21,5 milhões de euros separados em 2021 para a aquisição e distribuição de vacinas, cerca de 15,3 milhões não foram executados. Poderão ser utilizados em 2022, decidiu o Governo.

Boeing fecha 2021 com prejuízo de 3800 milhões de eurosA fabricante aeronáutica norte-americana acumula já três exercícios consecutivos de prejuízos, primeiro devido à crise do modelo 737 MAX, da qual começa agora a recuperar, e, depois, por causa da crise económica resultante da pandemia de covid-19.

Britânicos precisam de aumentos salariais de 8% para compensar subida do custo de vidaDados avançados pelo instituto criado pelo antigo primeiro-ministro britânico Tony Blair mostram que, se o Governo não tomar medidas para aliviar o custo de vida das famílias, o aumento dos salários, acima do previsto, será a única solução possível para compensar a subida da inflação e dos impostos.

Homem que caiu inanimado na plataforma dos comboios é salvo pela PSP

i ▲ Registou-se uma redução de 4% no número de vítimas mortais, mas um aumento de 19% nos feridos graves, que foram 707 em 2021 JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA ▲ Registou-se uma redução de 4% no número de vítimas mortais, mas um aumento de 19% nos feridos graves, que foram 707 em 2021 JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA Menos vítimas mortais, mas mais acidentes e acidentes com vítimas, com mais feridos graves e ligeiros de 2020 para 2021 levam a PSP para a estrada entre esta quarta-feira e sexta-feira centrada no controlo de condução sob efeito do álcool. Segundo dados provisórios da Polícia de Segurança Pública (PSP), em 2021 esta polícia “submeteu 339.533 condutores ao teste do álcool, dos quais 4.348 foram autuados e 5.987 apresentaram uma taxa de álcool no sangue igual ou superior 1,2 g/L”, o que constitui crime. “Apesar da diminuição das vítimas mortais, torna-se fundamental aumentar a fiscalização da condução sob o efeito do álcool , atendendo ao aumento do número de acidentes com vítimas, especialmente os feridos graves”, lê-se no comunicado da PSP. De acordo com os dados disponibilizados, e ressalvando que a comparação com 2020 tem que ter em conta a redução de tráfego rodoviário no primeiro ano da pandemia, na área de atuação da PSP os acidentes rodoviários com danos aumentaram 8% em 2021 face ao ano anterior e os acidentes com vítimas aumentaram 14%, para 13.296. PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR Registou-se uma redução de 4% no número de vítimas mortais , mas um aumento de 19% nos feridos graves, que foram 707 em 2021. Já nos feridos leves o aumento foi de 15%, para os 15.146. “Sendo os cenários urbanos altamente dinâmicos, com múltiplos utilizadores da rodovia em constante movimento, a mudança de comportamento dos condutores, deixando de ter comportamentos que diminuam de qualquer forma as capacidades para o exercício da condução, constitui fator fundamental para recuperar a tendência de diminuição da sinistralidade que se registou em anos anteriores”, acrescenta o comunicado. A operação “Se conduzir não beba, se beber não conduza” decorre entre esta quarta-feira e 28 de janeiro em todo o território nacional, focada na condução sob o efeito do álcool, mas também atenta ao excesso de velocidade, ao uso de telemóvel ao volante, uso correto de cinto de segurança e sistemas de retenção, respeito pela sinalização, entre outros aspetos. Leia também: