Covid-19, Hungria, Psd, Cds, Rui Rio, Ppe, Donald Tusk, Nuno Melo

Covid-19, Hungria

PSD e CDS remetem avaliação do Fidesz de Orbán para mais tarde

Covid-19: PSD e CDS remetem avaliação do Fidesz de Orbán para mais tarde

03/04/2020 19:17:00

Covid-19 : PSD e CDS remetem avaliação do Fidesz de Orbán para mais tarde

Rui Rio considera que os esforços devem estar concentrados no combate à pandemia

. Em causa está o prolongamento e a abrangência do estado de emergência decretado na Hungria a pretexto da covid-19 e que deu poderes plenipotenciários ao Governo liderado por Viktor Orbán.O desrespeito pelos parâmetros da democracia que se agravou com a imposição do estado de emergência

Espanhóis falam em 'penálti que roça o escândalo' no lance entre Pepe e Diogo Gonçalves Pepe: «Famalicão teve duas ocasiões e fez dois golos. Nós tivemos 16» Suspeito no caso Madeleine McCann tem condenações por abuso sexual de menores

levou os 13 partidos  - que incluem a Nova Democracia da Grécia mas não a CDU alemã ou o PP espanhol – a dirigir uma carta ao presidente do PPE, Donald Tusk.Na passada quarta-feira, Rui Rio recebeu uma carta de Donald Tusk em que se mostrava preocupado com a situação da Hungria, mas que considerou ser agora o tempo de de ligar com a crise de saúde pública. “O presidente do PSD concorda com esta posição de Donald Tusk, entendendo que, no momento da reavaliação, deverá ser feito um balanço sobre a forma como foi gerido o estado de emergência na Hungria”, de acordo com uma resposta enviada ao PÚBLICO pela assessoria de imprensa do PSD sobre o motivo de Rui Rio não ter assinado a carta subscrita por outros 13 líderes partidários. 

O melhor do Público no emailSubscreva gratuitamente as newsletters e receba o melhor da actualidade e os trabalhos mais profundos do Público.Subscrever×Na mesma linha, o eurodeputado Nuno Melo considerou que o CDS se junta “a todos os partidos do PPE que entendem dever a situação na Hungria e o respectivo estado de emergência ser debatida com carácter de urgência no partido”, depois de “superada a crise” a Europa atravessa e que “deve ser a prioridade política”. A posição foi expressa na rede social Twitter para a qual foi remetida a questão colocada pelo PÚBLICO.

Relativamente à Hungria, o eurodeputado do CDS escreveu ainda que a pandemia da covid-19 “é uma emergência mundial que deve manter os povos unidos no seu combate”, mas que “não pode ser utilizada como instrumento político para decisões de duvidoso espírito democrático”.

A próxima assembleia política do PPE - onde se discute a suspensão ou expulsão de um partido - está marcada para Setembro em Munique.  Consulte Mais informação: Público »

O facto de Hitler ter governado a Alemanha durante anos. Stalin a união soviética durante décadas, prova que um povo pode perfeitamente ser governado por um louco.Sem que disso as pessoas se apercebam. Há 46 anos! Vários! Todos. Viva Salazar!

PSD e CDS querem excluir gastos com sector social e solidário do limite de dívida das autarquiasDiploma do Governo que permite regime excepcional de endividamento das autarquias é discutido no Parlamento nesta quinta-feira. PCP quer que empréstimos contraídos pelas autarquias fiquem fora dos limites de dívida e Bloco propõe alargar despesas ad

PSD quer mais medidas para combater violência doméstica

CDS quer ouvir ministro da Educação sobre escolas

CDS-PP quer ouvir ministro da Educa\u00e7\u00e3o sobre aulas no terceiro per\u00edodoNão está de todo na altura de voltar a reabrir as escolas. O Governo fez bem em decretar o encerramento e a por em curso as meidas para aulas via web em plataforma própria. O sistema há de ser reforçado, pois ainda não há condições...

Covid-19: PSD estranha libertação dos reclusos como medida de prevençãoVice-presidente do partido alerta para a situação dos lares e da população de risco.

Deputado do CDS critica ida de Costa ao programa de Cristina FerreiraNão sou fã de Costa mas concordo que tente passar a mensagem num programa dirigido a milhares de portugueses que não ouvirão nunca as conferências de imprensa da DGS... Não chateiem! Alguém que tenha coragem de o dizer. Está a falar do Costa, do Marcelo, do Rio, ou da sua ex chefe! É que todos lá foram! Provavelmente se tivesse ganho o último congresso do CDS tb seria convidado para lá ir... e aí sim, poderia recusar o convite!