Professores e educadores convocam greve para 5 de novembro

Professores e educadores convocam greve para 5 de novembro

20/10/2021 18:08:00

Professores e educadores convocam greve para 5 de novembro

As duas principais federações sindicais representativas dos professores justificam a greve precisamente com o OE2022, que dizem ignorar os problemas do setor, designadamente, questões que afetam a carreira docente e também os trabalhadores não docentes.

A Federação Nacional da Educação (FNE) e a Federação Nacional dos Professores (FENPROF) anunciaram, esta quarta-feira, um pré-aviso de greve para o dia 5 de novembro de 2021, “dia em que o ministro da Educação estará na Assembleia da República para defender a indefensável proposta de Orçamento do Estado para 2022”. De acordo com a nota divulgada pela FNE, a paralisação abrangerá professores e educadores.

Patrões do ″Correio da Manhã″ e do ″Observador″ apanhados nos Pandora Papers Covid-19: DGS recomenda uso de máscaras em bares e discotecas sempre que possível Marques Mendes diz que Rui Rio pode ganhar as eleições

“Mais uma vez, e agora de uma forma ainda mais gravosa, o Orçamento do Estado esquece a educação, as escolas, os alunos e os professores”, acusa a organização sindical dos professores, frisando que se trata de um orçamento que “prossegue uma política de falta de investimento na educação e que não prevê soluções para os principais problemas que afetam o sistema educativo e os seus profissionais”.

Segundo o FNE, o Orçamento do Estado “veio confirmar o desrespeito do Governo pelos professores e educadores ao ignorar em absoluto os seus problemas” e atira que “seria muito importante” aprovar, neste momento, “medidas que promovessem uma crescente atratividade da profissão”, já que escasseiam os docentes. headtopics.com

“Contudo, a atitude dos responsáveis do Ministério da Educação vai em sentido contrário, impondo um bloqueio negocial que se estende há anos, deixando agravar os problemas, recusando todo e qualquer processo negocial sobre matéria de muito significado para os docentes”, sublinha

Este pré-aviso de greve, alerta a FNE, “serve de alerta para o Governo, e particularmente para o Ministério da Educação, que tem vindo sistematicamente a desvalorizar o diálogo social, recusando sucessivamente a apreciação das propostas apresentadas, em nome dos trabalhadores da educação, negando também a promoção de políticas, em contexto de negociação coletiva, capazes de responder aos grandes constrangimentos da condição docente e aos desafios educativos e transformacionais que temos pela frente”.

Consulte Mais informação: Jornal Económico »

O Futuro do PSD

Escolhemos seis questões que determinam o futuro do PSD e sobre elas questionámos os dois candidatos a presidente do partido, que será eleito a 27 de Novembro

Greve nacional de professores marcada para 5 de novembroA Federação Nacional dos Professores (Fenprof) e a Federação Nacional da Educação (FNE) anunciaram esta quarta-feira que vão convocar uma greve nacional de professores para o dia 5 de novembro, uma semana antes da greve nacional da função pública Quem semeia ventos (andar a promover o PRR nas autárquicas como panaceia para os problemas do país) ....colhe tempestades...

Professores convocam greve nacional para 5 de novembroAs duas principais federações sindicais representativas dos professores justificam a greve com o OE2022, que dizem ignorar os problemas do setor.

OE2022: Frente Comum confirma greve na função pública em 12 de novembro (com áudio)A Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública confirmou hoje a realização de uma greve nacional dia 12 de novembro, para exigir ao Governo que altere a proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022).

Frente Comum confirma greve nacional a 12 de novembroA decisão surge como uma resposta à proposta do Orçamento do Estado para o próximo ano. Os sindicatos dizem que o documento 'não dá resposta aos problemas dos trabalhadores' e consideraram insuficiente o aumento salarial de 0,9% previsto no documento.

OE2022: Frente Comum decide hoje greve na função pública em 12 de novembro (com áudio)A Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública decide hoje as ações de luta a desenvolver contra a proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), estando em cima da mesa uma greve em 12 de novembro.

Falta de verbas põe em causa Actividades de Enriquecimento Curricular numa escola da CaparicaAssociação de pais de escola do 1.º ciclo ameaça suspender AEC por não ter dinheiro para pagar aos professores.