Primeiro os EUA, agora a Austrália e o Reino Unido: somam-se os boicotes diplomáticos aos JO de Inverno de Pequim

Primeiro os EUA, agora a Austrália e o Reino Unido: somam-se os boicotes diplomáticos aos JO de Inverno de Pequim

08/12/2021 18:40:00

Primeiro os EUA, agora a Austrália e o Reino Unido: somam-se os boicotes diplomáticos aos JO de Inverno de Pequim

Grupos de direitos humanos têm pressionado um boicote total aos Jogos de Inverno de Pequim, acusando a China de abusos de direitos contra minorias étnicas. A competição vai decorrer entre 4 e 20 de fevereiro do próximo ano, na capital chinesa.

Link:O Reino Unido juntou-se a Estados Unidos e Austrália e anunciou esta quarta-feira, através do primeiro-ministro, Boris Johnson, um boicote diplomático aos Jogos de Inverno de Pequim por questões de direitos humanos.“Haverá, de facto, um boicote diplomático aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim. Não haverá qualquer representação diplomática do Reino Unido. É um boicote diplomático e não desportivo, já que essa não é a política do nosso governo”, disse Boris Johnson, na sua sessão semanal no parlamento britânico.

O Reino Unido junta-se à Austrália, que também esta quarta-feira anunciou um boicote à competição, depois de, na segunda-feira, Estados Unidos terem sido a primeira nação a tomar essa decisão.Grupos de direitos humanos têm pressionado um boicote total aos Jogos de Inverno de Pequim, acusando a China de abusos de direitos contra minorias étnicas.

A competição vai decorrer entre 4 e 20 de fevereiro do próximo ano, na capital chinesa.

Consulte Mais informação: Expresso »

O trio de Odemira. Seguem-se os cães de colo da Lituânia. Só porque sim!

Pequim promete “contramedidas firmes” após boicote dos EUA aos Jogos Olímpicos de Inverno 2022'A tentativa dos Estados Unidos, de perturbar os Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, foi tomada com base em preconceitos ideológicos, mentiras e rumores e que vão revelar, aos olhos de todos, as más intenções dos Estados Unidos', disse Zao Lijian, porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China

Pequim vai tomar medidas contra boicote dos EUA contra os JO de Inverno 2022Jogos Olímpicos - Pequim vai tomar medidas contra boicote dos EUA contra os JO de Inverno 2022

Estados Unidos anunciam boicote diplomático aos Jogos Olímpicos de Inverno em PequimA situação da minoria muçulmana uigur e o caso da tenista Peng Shuai, que acusou um importante membro do regime chinês de agressões sexuais, são dois dos principais motivos para esta decisão

Pequim diz que boicote diplomático dos EUA contra JO 2022 tem más intençõesOs Estados Unidos vão enviar atletas norte-americanos aos JO de Inverno 2022, mas as delegações desportivas não vão ser acompanhadas de representantes diplomáticos.

China ameaça retaliar contra EUA após boicote aos Jogos Olímpicos de PequimA China ameaçou os Estados Unidos com medidas retaliatórias depois de a Casa branca ter anunciado um 'boicote diplomático' aos Jogos Olímpicos de Inverno em Pequim. EUA se acham donos do mundo. Quando se trata de guerras, não invadem, mas socorrem, dizem os americanos. O contrário é diferente, quando há tentativa de invasão por outro país, não é socorro, mas pilhagem. Caso mais claro entre a escalada de tensão entre a Criméia e Ucrânia.

Pequim responde ao boicote diplomático dos EUA: ''É uma absoluta provocação política''Os Jogos Olímpicos de Inverno vão receber atletas norte-americanos, mas as delegações desportivas não vão ser acompanhadas de representantes diplomáticos.