Presidente sérvio acusa primeiro-ministro australiano de 'maltratar' Djokovic - Renascença

Aleksandar Vucic diz que atitude de Scott Morrison ataca toda a nação sérvia.

15/01/2022 00:40:00

Presidente sérvio acusa primeiro-ministro australiano de “maltratar“ Djokovic

Aleksandar Vucic diz que atitude de Scott Morrison ataca toda a nação sérvia.

O ministro australiano da Imigração, Alex Hawke, cancelou pela segunda vez o visto de Djokovic, o que implica a deportação do vencedor do Open da Austrália por nove vezes (2008, 2011, 2012, 2013, 2015, 2016, 2019, 2020 e 2021).

Djokovic chegou a Melbourne a 5 de janeiro com uma isenção médica que lhe permitiria jogar no Open da Austrália, primeiro"major" de 2022, sem ser vacinado contra a Covid-19, mas o visto foi posteriormente cancelado pelas autoridades alfandegárias.

Consulte Mais informação: Renascença »

Visto de Novak Djokovic foi cancelado para proteger 'sacrifícios' dos australianos, explica o primeiro ministro australianoAutoridades australianas voltaram a retirar, esta sexta-feira, o visto a Novak Djokovic e o sérvio deverá ter de abandonar o país sem participar no Australian Open.

Visto de Djokovic cancelado para proteger «sacrifícios» dos australianosPrimeiro-ministro do país lembrou «fortes políticas de proteção de fronteiras»

Governo da Austrália cancela visto de Djokovic, sérvio enfrenta deportação (ATUALIZADA)Decisão certa. E mais … muito estratégica.

Antigo primeiro-ministro japonês Toshiki Kaifu morre aos 91 anosAntes de ser eleito primeiro-ministro em 1989, Toshiki Kaifu foi secretário de gabinete, porta-voz do governo e duas vezes ministro da Educação.

Covid-19: governo australiano cancela visto de Novak DjokovicSérvio pode ser deportado e proibido de entrar no país durante três anos

António Costa já não tem vontade de ser primeiro-ministroEsse desencanto sente-se em todo o lado, a começar na frase conformista e conformada da campanha do PS e do seu programa eleitoral: “Juntos seguimos e conseguimos”. Já cá faltava este. K remédio tem ele.. se sair, acabam as ambições políticas JMT a tentar ser RAP, não vejo futuro nisso...