Presidente da República deve publicar dissolução da Assembleia a 5 de dezembro

Presidente da República deve publicar dissolução da Assembleia a 5 de dezembro

27/11/2021 02:39:00

Presidente da República deve publicar dissolução da Assembleia a 5 de dezembro

Marcelo Rebelo de Sousa deverá publicar a dissolução da Assembleia da República em 5 de dezembro, depois de dar algum tempo ao Governo de apresentar diplomas sobre o combate à pandemia.

“Foi possível um esforço enorme por parte do Governo, que foi apresentar no parlamento, em cima da última sessão, das últimas sessões, as autorizações para poder agir, diplomas que permitem agir. Essa foi uma das razões em que pensei levar até ao limite a publicação da dissolução da Assembleia da República, ao limite dos limites, que é dia 05 de dezembro”, indicou, falando à margem da apresentação de uma campanha de recolha de alimentos do Banco Alimentar Contra a Fome, em Lisboa.

Consulte Mais informação: Jornal Económico »

Aprovado diploma que habilita o Governo a decretar uso de máscara na ruaEsta medida pode ser decretada sem a autorização da Assembleia da República até 1 de março de 2022, dia em que cessará a vigência do diploma.

Covid-19: aprovado diploma que habilita o Governo a decretar uso de máscara na ruaProjeto habilita Governo a decretar o uso de máscara na rua sem a autorização da Assembleia da República. Não usem máscara na rua, a atmosfera está cada vez mais pura com o vento frio do norte que destrói a rede de óxidos de grafeno no sangue e vos purifica e eleva espiritualmente! Se respirarem este ar frio e puro vocês estão intocáveis porque conectam-se com o Espírito Supremo! Vamos todos morrer eles já decidiram tem muita gente no planeta. Se vacinem, quanto mais mais rápido vai acontecer.

Aprovado diploma que permite ao Governo decretar máscara na rua sem passar pela ARFoi aprovado o diploma que permite que o Governo decrete o uso de máscara na rua sem ser necessário passar pela aprovação da Assembleia da República. Se não fosse a baixa natalidade deste país que torna a tarefa difícil o envio de fraldas usadas a todos os parlamentares do PS para que as usem como máscaras seria um imperativo nacional...

Marcelo diz que nova variante da Covid já foi discutida no Infarmed e mantém viagem a AngolaPolítica - Marcelo diz que nova variante da Covid já foi discutida no Infarmed e mantém viagem a Angola

Mota Amaral elogia marca de Ferro no parlamento e avisa que 'políticos nunca se reformam'Mota Amaral reuniu-se esta quinta-feira durante meia hora com Eduardo Ferro Rodrigues, na Assembleia da República. Marca de?

Marcelo aconselha 'preocupação acrescida' com violência doméstica em tempo de Covid-19Presidente da República lembrou que, em situações de crise, se agravam os problemas de saúde mental e 'aumenta a violência'.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, deverá publicar a dissolução da Assembleia da República em 5 de dezembro, depois de dar algum tempo ao Governo de apresentar diplomas sobre o combate à pandemia de Covid-19. “Foi possível um esforço enorme por parte do Governo, que foi apresentar no parlamento, em cima da última sessão, das últimas sessões, as autorizações para poder agir, diplomas que permitem agir. Essa foi uma das razões em que pensei levar até ao limite a publicação da dissolução da Assembleia da República, ao limite dos limites, que é dia 05 de dezembro”, indicou, falando à margem da apresentação de uma campanha de recolha de alimentos do Banco Alimentar Contra a Fome, em Lisboa. Marcelo Rebelo de Sousa considerou ser necessário perceber se era preciso “votar mais alguma coisa”. “Está-se a fazer o que se deve fazer, acho eu. No geral, as medidas são equilibradas”, comentou, acrescentando que “as medidas têm de entrar em vigor [em 01 de dezembro]”. O Presidente da República disse ainda que já promulgou os diplomas do Governo “com as medidas necessárias para enfrentar a situação sanitária”, inclusive, “a atividade letiva”. Marcelo de Rebelo de Sousa promulgou hoje alteração das medidas no âmbito da pandemia da covid-19. “Já está promulgado por mim. As leis da Assembleia [da República] devem chegar, as que autorizam o Governo a ir utilizar meios que passam pela Assembleia [da República] em termos de combate à pandemia. Devem estar a chegar neste fim de semana. Promulgarei logo. Chega certamente antes do dia 01 de dezembro”, atentou. O chefe de estado promulgou ainda a alteração ao regime da concorrência, ao regime das práticas individuais restritivas do comércio e ao regime das cláusulas contratuais gerais e o adiamento ao regime transitório de reconhecimento e troca das cartas de condução emitidas pelo Reino Unido. A Assembleia da República ainda não sabe quando será dissolvida e se esta sexta-feira é ou não o último plenário da legislatura, antes das eleições antecipadas de 30 de janeiro, declarou quinta-feira a porta-voz da conferência de líderes. Em declarações aos jornalistas, a socialista Maria da Luz Rosinha disse que a reunião “se debruçou sobre o desconhecimento da data da dissolução da Assembleia da República, o que de alguma forma condiciona também esta função”. Para o próximo dia 2 de dezembro está marcada nova conferência de líderes, que vai permitir “analisar ao momento se já houve dissolução ou não e em função disso estabelecer o calendário seguinte”. Questionada sobre se esta sexta-feira poderia já ser o último dia de plenário antes da dissolução, Maria da Luz Rosinha remeteu a organização dos trabalhos para o próximo dia 02 de dezembro, caso o parlamento já tenha sido ou não dissolvido.