Portugal está prestes a ter os primeiros intensivistas formados de raiz

São 27 médicos que estão a terminar o internato.

05/06/2021 22:41:00

Portugal está prestes a ter os primeiros intensivistas formados de raiz

São 27 médicos que estão a terminar o internato.

covid-19.As unidades com doentes críticos passaram a estar no centro das atenções quando estiveram à beira do limite, com falta de meios e de recursos humanos. Em Portugal a especialidade de medicina intensiva só foi reconhecida em 2015.

Dia de reflexão numa era digital: ''cada vez faz menos sentido'' Sporting vence pela primeira vez Supertaça masculina de basquetebol Lava do vulcão de La Palma já atingiu quase 500 edifícios e cobriu 212 hectares

Até essa data, os médicos faziam um longo percurso até se tornarem intensivistas. Com a criação do internato em medicina intensiva acelerou-se o processo. Consulte Mais informação: SIC Notícias »

TAP adia voo de São Tomé para Lisboa e não terá avisado passageirosPassageiros estão revoltados.

No “pântano” e dividido: CDS não segue São FranciscoRelação gelada entre partido e grupo parlamentar deixa CDS em guerra até janeiro. “Chicão” quer exército para ganhar Congresso Um partido snob não tem futuro em Portugal, só se for popular como o Paulo Portas fez. O problema é que agora há o Chega, a prometer dar voz a todos os medos sem restrições.

Os livros são como as cerejasAs muralhas impenetráveis das piteiras que crescem pelas bermas dos caminhos desataram a florir. Como que dispostos em cocurutos oblongos, tufos ripados e alaranjados brotam na orladura das palmas cobertas de espinhos que servem também O livros não são como as cerejas, depois de ler um tenho de fazer uma pausa para descansar. Pausas cada vez mais longas porque estou farto de livros, raramente me surpreendem com visões novas do mundo.

Grandes devedores não são representativos da atividade geral do Novo Banco, diz vogalO vogal da comissão executiva do Novo Banco Rui Fontes disse esta sexta-feira no parlamento que os casos dos grandes devedores que têm sido ouvidos na comissão de inquérito não representam a normal atividade do banco.

Grandes devedores do Novo Banco não são representativos da atividade geralRui Fontes foi esta sexta-feira ouvido pelos deputados na Comissão Eventual de Inquérito Parlamentar às perdas registadas pelo Novo Banco e imputadas ao Fundo de Resolução.

“Os contabilistas não são meros instrumentos de cálculo” | Jornal EconómicoO representante legal na Madeira dos Contabilistas Certificados quer reforço da profissão face à fiscalidade, alerta que a pandemia trouxe sobrecarga de tarefas sem que disso resultasse valor acrescentado, e pede uma maior aposta na formação.