Portugal com mais 57.657 casos de covid-19 e 48 mortes

O boletim diário desta terça-feira apresenta mais 57.657 casos de covid-19 e 48 mortes nas últimas 24 horas

Covid-19, Coronavírus

25/01/2022 18:43:00

O boletim diário desta terça-feira apresenta mais 57.657 casos de covid-19 e 48 mortes nas últimas 24 horas

O boletim diário desta terça-feira apresenta mais 57.657 casos de covid-19 e 48 mortes nas últimas 24 horas.

E usufrua de todas as vantagens de ser assinantePortugal regista mais 57.657 casos de covid-19 e 48 mortes nas últimas 24 horas, revela o boletim da Direção-Geral de Saúde (DGS) desta terça-feira. Este é o terceiro dia com o maior número de casos de infeção desde que a pandemia chegou a Portugal. 

A região Norte concentrou 25.504 casos, voltando a ser a região do país com o maior número de casos acumulado desde o início da pandemia. O Norte contabiliza também o maior número de óbitos: 19 das 48 mortes foram registadas nesta região, o equivalente a 40% do total de mortes em 24 horas. 

Consulte Mais informação: Jornal de Negócios »

Menos internados, em dia com 48 mortes e mais de 57 mil casos de Covid-19 - RenascençaNa soma dos casos ativos e dos contactos de vigilância, Portugal tem mais de um milhão e 30 mil pessoas em isolamento, um novo recorde desde o início da pandemia.

Covid-19: Mais 57.657 casos, 48 mortes e ligeira redução de internamentos

Covid-19: mais 48 mortes e 57.657 novos casosHá menos doentes internados

Menos internados, em dia com 48 mortes e mais de 57 mil casos de Covid-19 - RenascençaNa soma dos casos ativos e dos contactos de vigilância, Portugal tem mais de um milhão e 30 mil pessoas em isolamento, um novo recorde desde o início da pandemia.

Nova subida de internados em dia com 44 mortes por covid-19Portugal registou 44 mortes e 32758 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas. Por/com. Vocês e os títulos sensacionalistas.

Portugal soma mais de 45 mil novos casos de Covid-19 e 30 mortesNas últimas 24 horas, 192 pessoas foram internadas, elevando para 219 o número de cidadãos nestas unidades. Quanto aos internamentos em UCI, a DGS dá conta de mais seis pessoas, num total de 160. Alguém explica isto?