Porto cancela festejos de rua e fogo-de-artifício na passagem de ano

01/12/2021 23:36:00

Porto cancela festejos de rua e fogo-de-artifício na passagem de ano

Concelho Porto, Passagem De Ano

Porto cancela festejos de rua e fogo-de-artifício na passagem de ano

O presidente da Câmara do Porto confirmou o cancelamento dos festejos de rua e do fogo-de-artifício agendado para a passagem de ano .

"Vamos evitar a concentração nas ruas por essa razão. Era nossa intenção fazer o fogo-de-artifício na praia, mas as circunstâncias são o que são e temos de nos ajustar", justificou o autarca.

Consulte Mais informação:
Jornal de Notícias »

Caraa''' aaaaalhooo

Porto cancela festejos de rua e fogo de artifício na Passagem de AnoConcerto dos GNR agendado para o último dia do ano no Queimódromo foi antecipado para a véspera, no Pavilhão Rosa Mota. ❤

Rui Moreira anuncia cancelamento das festas de fim de ano no PortoO espetáculo de fogo de artifício foi cancelado e o concerto antecipado. Trabalhar vais poder... Este país, está Europa só tem governantes frouxos. Que cambada de inúteis. Expliquem-me o porque da vacina? Não evita a contaminação mas supostamente evita a doença grande. Então deixem-se de merdas e deixem as pessoas viver livremente.

Porto cancela festejos de rua e fogo de artifício na Passagem de AnoConcerto dos GNR agendado para o último dia do ano no Queimódromo foi antecipado para a véspera, no Pavilhão Rosa Mota. ❤

Rui Moreira anuncia cancelamento das festas de fim de ano no PortoO espetáculo de fogo de artifício foi cancelado e o concerto antecipado. Trabalhar vais poder... Este país, está Europa só tem governantes frouxos. Que cambada de inúteis. Expliquem-me o porque da vacina? Não evita a contaminação mas supostamente evita a doença grande. Então deixem-se de merdas e deixem as pessoas viver livremente.

Associação de Ténis Feminino suspende torneios na China após 'desaparecimento' de Peng ShuaiSteve Simon admitiu que está 'muito preocupado' com os riscos que as jogadoras e as equipas poderiam enfrentar num evento na China.

OMS lança processo de negociação para acordo de prevenção e combate de pandemiasO projeto de acordo prevê inicialmente a criação de 'um órgão intergovernamental' para redigir e negociar 'uma convenção, acordo ou outro instrumento internacional da OMS sobre prevenção, preparação e resposta diante de pandemias'.

Rui Moreira adiantou que o concerto dos GNR agendado para o último dia do ano no Queimódromo foi antecipado para a véspera, no Pavilhão Rosa Mota.Concerto dos GNR agendado para o último dia do ano no Queimódromo foi antecipado para a véspera, no Pavilhão Rosa Mota.Saiba mais.Concerto dos GNR agendado para o último dia do ano no Queimódromo foi antecipado para a véspera, no Pavilhão Rosa Mota.

"Será gratuito para os portadores do cartão 'Porto.'. Rui Moreira revelou que o concerto dos GNR agendado para o último dia do ano no Queimódromo foi antecipado para a véspera, no Pavilhão Rosa Mota. As pessoas terão é de ter a vacinação completa", assinalou o autarca portuense, que confirmou terem sido cancelados"todos os festejos de rua, inclusivamente o fogo-de-artifício". Os números da vacinação em Portugal e no Mundo Rui Moreira decidiu cancelar as festas da noite de fim de ano no Porto, devido à situação pandémica. "Vamos evitar a concentração nas ruas por essa razão. As pessoas terão é de ter a vacinação completa", assinalou o presidente da câmara, que confirmou terem sido cancelados"todos os festejos de rua, inclusivamente o fogo-de-artifício". Era nossa intenção fazer o fogo-de-artifício na praia, mas as circunstâncias são o que são e temos de nos ajustar", justificou o autarca. "Vamos evitar a concentração nas ruas por essa razão.

JN/Agências . Era nossa intenção fazer o fogo-de-artifício na praia, mas as circunstâncias são o que são e temos de nos ajustar", justificou o autarca. “Era nossa intenção fazer fogo de artifício na praia desta vez, mas as circunstâncias são o que são, temos de nos ajustar e portanto falámos com os GNR com quem já tínhamos agendado o concerto – ainda não tínhamos anunciado – e passaram para o Pavilhão Rosa Mota no dia 30 [de dezembro]”, explicou o autarca, sublinhado que esta decisão pretende “evitar a concentração nas ruas”.