Sociedade, Psp), Pedagogia, Multas, Governo, Protesto

Sociedade, Psp)

Polícias iniciam protesto em que privilegiam pedagogia em vez de multas

Polícias iniciam protesto em que privilegiam pedagogia em vez de multas

27/10/2021 17:25:00

Polícias iniciam protesto em que privilegiam pedagogia em vez de multas

O protesto, a que chamaram 'excesso de pedagogia e de prevenção', foi aprovado na reunião desta quarta-feira da direção da ASPP, o maior sindicato da Polícia de Segurança Pública.

SubscreverDurante este protesto, os polícias vão privilegiar na sua atividade diária de fiscalização e de patrulha a pedagogia e prevenção em vez das multas e das sanções.Paulo Santos afirmou que esta ação será mais visível nas operações de trânsito e adiantou que não há data para este protesto terminar. Em causa está o subsídio de risco que o Governo fixou em 100 euros e que se traduz num aumento de 69 euros e que vai começar a ser pago em 2022.

Alemanha impõe restrições mais duras as não vacinados contra a covid-19 Confederação do Turismo quer novo governo com coragem e a arriscar nas medidas Petit regressa ao Boavista até 2023

A ASPP, juntamente com a Associação dos Profissionais da Polícia (APG/GNR), exigem o pagamento faseado do subsídio de risco até 2024, defendendo que em janeiro de 2022 seja pago 200 euros, em 2023 aumente para 300 euros e que se fixe em 2024 nos 430 euros.

Dirigentes da ASPP e da APG vão também marcar presença esta quarta-feira à tarde nas galerias da Assembleia da República para assistir à votação na generalidade da proposta do Governo do Orçamento do Estado para 2022. headtopics.com

O subsídio de risco é uma das principais e mais antiga reivindicação dos polícias e a atribuição deste suplemento estava prevista no Orçamento do Estado deste ano, numa decisão dos partidos da oposição e não do Governo.

Consulte Mais informação: Diário de Notícias »

O Futuro do PSD

Escolhemos seis questões que determinam o futuro do PSD e sobre elas questionámos os dois candidatos a presidente do partido, que será eleito a 27 de Novembro

Não é O Que deviam fazer todos os dias? Sinceramente, enganaram se na profissão Uma óptima decisão que vai atingir exactamente onde mais lhes dói. Resta saber quem vos vai boicotar : os colegas do costume e das 'doenças ' com as multas ou as operações supervisionadas pelos oficiais?! Mas é por aí...e por aí mesmo ...

Viva o socialismo!

Polícias evitam passar multas em protesto pelo aumento do subsídio de riscoDurante o protesto, as autoridades vão privilegiar a pedagogia em detrimento das multas.

Manifestantes contra o golpe de Estado no Sudão mantêm-se nas ruasAs manifestações mantêm-se nas ruas do Sudão em protesto contra o golpe de Estado militar e a prisão de dirigentes civis, nomeadamente do primeiro-ministro Abdallah Hamdonk, retido em casa.

Juiz pede que PGR investigue Bolsonaro por notícia falsa sobre vacina contra a covid e SIDAEm causa está um vídeo em que o presidente brasileiro fala de uma notícia falsa que diz que o uso de vacinas contra covid-19 poderia facilitar o desenvolvimento de SIDA Que vergonha. Rsssss manda o juiz ler as últimas informações que estão a ser divulgadas por cientistas que falam sobre os efeitos colaterais das vacinas. Lawrence Corey, especialista do Centro de Pesquisas do Câncer Fred Hutchinson, nos Estados Unidos. A pesquisa aponta que a infecção por HIV pode ser facilitada caso o paciente vacinado tenha recebido uma dose contendo o adenovírus de número 5 (Ad5).

Cuidadores informais em protesto em frente ao ParlamentoDizem que é urgente a regulamentação da atividade.

IGCP avança com nova operação de troca de Obrigações do TesouroA agência liderada por Cristina Casalinho vai recomprar títulos de dívida de longo prazo que vencem em 2023 e 2024, em troca de obrigações com maturidade em 2021 e 2052.

Aung San Suu Kyi depõe pela primeira vez no julgamento em MyanmarAung San Suu Kyi, a ex-dirigente de Myanmar 'prestou declarações em tribunal' pela primeira vez desde o golpe de Estado, em fevereiro