Piloto Andrea Iannone suspenso por 18 meses

01/04/2020 23:05:00
Piloto Andrea Iannone suspenso por 18 meses

MotoGP - Piloto Andrea Iannone suspenso por 18 meses

Andrea Iannone, Fım

MotoGP - Piloto Andrea Iannone suspenso por 18 meses

Italiano da Aprilia já reagiu ao castigo definitivo e garante estar inocente

...O piloto italiano do MotoGP Andrea Ianonne, que foi esta quarta-feira suspenso por 18 meses pela comissão disciplinar da Federação Internacional de Motociclismo (FIM), após ter acusado positivo num controlo antidoping, lamentou o"sofrimento por ser julgado" estando inocente.

O transalpino da Apriliaestava suspenso preventivamentedepois de em novembro de 2019, na Malásia, testar positivo a uma substância denominada de metabólito drostanolona, proibida pela Agência Mundial Antidopagem (AMA), na categoria de esteroides anabolizantes androgénicos, vai ficar afastado da competição até junho de 2021.

Consulte Mais informação: Diário Record »

Piloto italiano de Moto GP Andrea Iannone suspenso por 18 meses por dopingDesporto - Piloto italiano de Moto GP Andrea Iannone suspenso por 18 meses por doping

Cuidadores informais querem saber se projectos-piloto avançam hojeOs projectos previstos no Estatuto do Cuidador Informal deviam arrancar no dia 1 de Abril, em 30 concelhos.

Covid-19: Cuidadores informais querem saber se projetos-piloto avançam nesta quarta-feira'Mais do que nunca se justifica todo o apoio possível a este grupo de pessoas que, na atual situação de pandemia se reveste de crucial importância na prevenção da doença', salienta, em comunicado a Associação Nacional de Cuidadores Informais

Piloto italiano de Moto GP Andrea Iannone suspenso por 18 meses por dopingDesporto - Piloto italiano de Moto GP Andrea Iannone suspenso por 18 meses por doping

Basebol: Negou-se a jogar por medo do coronavírus e foi suspenso por um anoModalidades - Basebol: Negou-se a jogar por medo do coronavírus e foi suspenso por um ano

Confeitaria em Santo Tirso fecha e deixa 18 trabalhadores sem saláriosA conhecida Confeitaria Mónica, em Santo Tirso, fechou as portas no final de março e deixou os 18 trabalhadores das quatro lojas com dois meses de salários em atraso e sem apoios.

• Foto: Reuters .Cenário abre caminho"a novas possibilidades de recurso para Andrea Iannone".O amor nos tempos de coronavírus A associação lembra a “importância vital do distanciamento social” e a prestação de cuidados aos dependentes dos cuidadores informais, “principalmente agora que até as equipas de saúde comunitárias evitam as visitas domiciliárias, como forma de prevenção da covid-19”.Pinterest Link: "Mais do que nunca se justifica todo o apoio possível a este grupo de pessoas que, na atual situação de pandemia se reveste de crucial importância na prevenção da doença", salienta, em comunicado a Associação Nacional de Cuidadores Informais Lusa Os cuidadores informais questionaram Governo e partidos sobre os apoios a que podem recorrer no âmbito da pandemia de covid-19 e se os projetos-piloto previstos no estatuto que lhes concede um subsídio avançam na quarta-feira.

.. "Andrea Iannone testou positivo para o metabólito drostanolona, uma substância proibida pela Agência Mundial Antidopagem (AMA), na categoria de esteroides anabolizantes androgénicos", refere a FIM, indicando que a análise positiva aconteceu no último Grande Prémio da Malásia, em Sepang. O piloto italiano do MotoGP Andrea Ianonne, que foi esta quarta-feira suspenso por 18 meses pela comissão disciplinar da Federação Internacional de Motociclismo (FIM), após ter acusado positivo num controlo antidoping, lamentou o"sofrimento por ser julgado" estando inocente. No âmbito destes projectos-piloto, os cuidadores informais principais terão acesso a um novo subsídio de apoio específico, que tem o valor de referência de 438,81 euros e será variável em função dos rendimentos. O transalpino da Aprilia estava suspenso preventivamente depois de em novembro de 2019, na Malásia, testar positivo a uma substância denominada de metabólito drostanolona, proibida pela Agência Mundial Antidopagem (AMA), na categoria de esteroides anabolizantes androgénicos, vai ficar afastado da competição até junho de 2021.º e último Grande Prémio de 2019. "Certamente que ser julgado estando inocente não me deixa feliz, porque pela primeira vez na história um atleta inocente é julgado e, ao mesmo tempo, é condenado a 18 meses por tomar alimentos contaminados fora do seu controlo", reagiu Iannone, na sua conta do Instagram. No âmbito destes projetos-piloto, os cuidadores informais principais terão acesso a um novo subsídio de apoio específico, que tem o valor de referência de 438,81 euros e será variável em função dos rendimentos.

No longo texto escrito naquela rede social, o piloto revela que"sofreu em silêncio" e defendeu que"nada pode ser dado como certo, porque tudo pode mudar num segundo". "Numa primeira análise vimos a sentença com a satisfação de se reconhecer a ausência de dolo e a acidentalidade na toma dos esteroides", refere a Aprilia, acrescentando que existe a admissão da tese de uma contaminação alimentar. A associação defende que deveriam ser abrangidos por um “regime excecional”, à semelhança dos apoios criados para pais com crianças até aos 12 anos que viram as escolas encerradas. Depois de conhecida a decisão da FIM, a Aprilia mostrou-se"satisfeita" pelo organismo ter"reconhecido ausência de dolo e a acidentalidade na toma dos esteroides" da parte do piloto, mas assegurou que vai apresentar recurso junto do Tribuna Arbitral do Desporto (TAS). "Dentro do respeito pelos valores desportivos, que sempre inspiraram a sua atividade e não contemplam, em momento algum, práticas proibidas pelos regulamentos, a equipa Aprilia Racing sempre defendeu a inocência do seu piloto e irá fazê-lo com maior empenho no recurso desta decisão junto do TAS", garantiu a empresa italiana. "Dentro do respeito pelos valores desportivos, que sempre inspiraram a sua atividade e não contemplam, em momento algum, práticas proibidas pelos regulamentos, a equipa Aprilia Racing sempre defendeu a inocência do seu piloto e irá fazê-lo com maior empenho no recurso desta decisão junto do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS)", assegura a Aprilia. . O melhor do Público no email Subscreva gratuitamente as newsletters e receba o melhor da actualidade e os trabalhos mais profundos do Público.