Tóquio, Japão, Governo, Jogos Olímpicos, Covid-19

Tóquio, Japão

Pelo menos15 líderes de países e organizações na cerimónia de abertura de Tóquio'2020

Primeira-dama dos Estados Unidos, Jill Biden, vai estar presente

21/07/2021 11:32:00

Tóquio 2020 - Pelo menos15 líderes de países e organizações na cerimónia de abertura de Tóquio '2020

Primeira-dama dos Estados Unidos, Jill Biden, vai estar presente

...Os líderes de pelo menos 15 países e organizações internacionais confirmaram a sua presença na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que acontecerá na sexta-feira, informou esta quarta-feira o Governo japonês.

Rui Rio diz que CDS, Chega e Iniciativa Liberal valem ″meia dúzia de votos″ Telma Santos é campeã mundial de badminton em veteranos Subdesenvolvimento democrático

O número de líderes que estarão presentes na cerimónia de abertura foi bastante reduzido em relação aos 40 líderes que participaram na abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, devido à pandemia do novo coronavírus e às fortes restrições sanitárias impostas pelo Japão.

Até agora, entre os que confirmaram presença no novo estádio olímpico de Tóquio estão o Presidente francês, Emmanuel Macron, e o primeiro-ministro da Mongólia, Luvsannamsrai Oyun-Erdene, além da primeira-dama dos Estados Unidos, Jill Biden. headtopics.com

Estarão presentes também 70 autoridades estrangeiras representando os respetivos Ministérios do Desporto, conforme anunciado numa conferência de imprensa pelo porta-voz do Governo japonês, Katsunobu Kato.De acordo com o porta-voz japonês, esta visita de líderes mundiais será para o primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga,"uma oportunidade valiosa para fortalecer a confiança pessoal" num momento em que as reuniões presenciais estão severamente limitadas pela pandemia.

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, também está no Japão, onde participou numa reunião com o Comité Olímpico Internacional (COI) hoje, embora a sua presença na abertura dos Jogos não tenha sido confirmada.

A Casa Imperial japonesa já confirmou que o imperador Naruhito comparecerá à cerimónia para declarar a abertura dos Jogos, mas a imperatriz Masako não estará presente no evento.A cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos decorrerá sem público, por decisão dos organizadores, num momento de aumento das infeções pela covid-19 em Tóquio, que se encontra em estado de emergência.

A situação da pandemia do SARS-CoV-2 no mundo e a incidência das novas variantes levou muitos líderes a cancelar a sua visita ao Japão, segundo a agência de notícias japonesa Kyodo.A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 4,1 milhões de mortos em todo o mundo, entre mais de 190,8 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse. headtopics.com

'Você é um herege': Padre ortodoxo detido após insultar Papa Francisco durante visita à Grécia Ómicron pode ter sofrido mutação com um vírus de constipações comuns Rúben Dias tem um cântico personalizado no Man. City: «É o nosso número 3, deixou o Benfica...»

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.

Consulte Mais informação: Diário Record »

O Futuro do PSD

Escolhemos seis questões que determinam o futuro do PSD e sobre elas questionámos os dois candidatos a presidente do partido, que será eleito a 27 de Novembro

Tóquio 2020: halterofilista ugandês desaparecido já foi localizadoAs autoridades informaram que o halterofilista, de 20 anos, estava na cidade de Yokkaichi, a cerca de 358 quilómetros de Tóquio, no oeste do Japão, após ter fugido do hotel em Izumisano, em Osaka

Aeroportos portugueses estão com metade do tráfego face a 2020O primeiro semestre registou uma queda de 46 por cento do número de passageiros, face ao mesmo período de 2020.

Tráfego de encomendas em Portugal aumenta 26% em 2020 para 75 milhões de unidadesSegundo a Anacom, o volume de negócios das empresas associado ao processamento de encomendas aumentou 25,6%, para 385,8 milhões de euros.

Groundforce deve 13 milhões à ANA desde março de 2020A Groundforce acumula, desde março de 2020, uma dívida de 13 milhões de euros à ANA - Aeroportos de Portugal em taxas de ocupação em todos os aeroportos da rede nacional, disse fonte oficial da gestora.

Boris Johnson não quis reforçar medidas restritivas no outono de 2020, revela ex-conselheiro

Energia. Cada família gastou 1925 euros em 2020