Pegasus. Macron muda de telefone e de número depois de suspeitas de espionagem

Pegasus. Macron muda de telefone e de número depois de suspeitas de espionagem

23/07/2021 23:50:00

Pegasus. Macron muda de telefone e de número depois de suspeitas de espionagem

De acordo com o gabinete do chefe de Estado francês, foi também ordenada uma revisão dos protocolos de segurança, no sentido de reforçar as medidas de cibersegurança nas comunicações de Emmanuel Macron

O Presidente da República francês, Emmanuel Macron, mudou de telefone de número de telefone depois de o seu número ter aparecido numa lista de pessoas que os serviços secretos de Marrocos pretendiam alegadamente vigiar recorrendo ao programa de espionagem Pegasus, da empresa israelita NSO Group.

Polícias espanhóis mergulham num lago gelado para salvar um cão Primeiro os EUA, agora a Austrália e o Reino Unido: somam-se os boicotes diplomáticos aos JO de Inverno de Pequim Corrupção no Turismo do Porto começa a ser julgada a 9 de março

De acordo com o gabinete do chefe de Estado francês, Emmanuel Macron também ordenou uma revisão dos protocolos de segurança, no sentido de reforçar as medidas de cibersegurança nas suas comunicações, noticiaram vários meios de comunicação franceses.

Esta semana, o jornal “Le Monde” noticiou que os serviços secretos de Marrocos tinham a intenção de vigiar Macron e outros 14 ministros franceses, bem como Edouard Philippe, antigo primeiro-ministro, através do programa Pegasus. As autoridades marroquinas negaram ter usado o software e consideraram as alegações “falsas e infundadas”. Entretanto, apresentaram em França uma queixa por difamação contra o consórcio de jornalistas Forbidden Stories e a Amnistia Internacional, que revelaram a espionagem levada a cabo pela empresa israelita NSO Group. headtopics.com

O Pegasus tem por base um ‘spyware’ (espécie de vírus informático) que se instala em dispositivos iPhone e Android, e permite extrair mensagens, fotografias e e-mails. Também podem ser gravadas chamadas telefónicas, bem como ter acesso ao microfone e à câmara do telemóvel.

Não é claro se o programa chegou a ser instalado no telemóvel do Presidente francês, mas o seu nome faz parte de uma lista de 50 pessoas que tudo indica que terão sido alvo de clientes da NSO Group. Além dele, constam dessa lista o rei de Marrocos, Mohammed VI, o Presidente iraquiano, Barham Salih, o Presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, e o primeiro-ministro egípcio, Mostafa Madbouly.

Consulte Mais informação: Expresso »

O Futuro do PSD

Escolhemos seis questões que determinam o futuro do PSD e sobre elas questionámos os dois candidatos a presidente do partido, que será eleito a 27 de Novembro

Candidatura de Valérie Pécresse baralha contas de Macron e Le PenPresidente da região de Île-de-France, herdeira de Chirac e Sarkozy, quer intrometer-se entre o centro e a extrema-direita. Mas tem de disputar o mesmo espaço com Xavier Bertrand.

Números de telefone de duas princesas do Dubai constam da lista de “spyware ”PegasusÉ o primeiro caso suspeito de uso pessoal do programa de espionagem Pegasus. A princesa Latifa, filha do emir do Dubai, e a ex-mulher, Haya Bint al-Hussain, poderão ter sido espiadas.

“Software” de espionagem, o “outro lado” da Start Up Nation que é IsraelVisto como essencial para prevenir terrorismo no país, o software foi exportado para países que parecem estar a usá-lo para vigiar jornalistas ou adversários. Trata-se de “uma indústria perigosa que tem operado à margem da legalidade há demasiado te

PSP detetou cerca de uma dezena de testes e certificados falsificadosAs autoridades já detiveram utilizadores por suspeita de falsificação de documentos

Veneza fica de fora das cidades Património Mundial em riscoA cidade de Veneza ficará de fora da lista de Património da Humanidade em risco, depois de o governo de Itália ter decidido proibir a entrada de navios cruzeiro, foi anunciado.

Israel cria comissão de inquérito para avaliar utilização indevida do programa PegasusPrograma informático de espionagem está disponível desde 2016.