Leonídio Paulo Ferreira, Opinião, Editorial

Leonídio Paulo Ferreira, Opinião

Patrícia Mamona e este grande país que é Portugal

Patrícia Mamona e este grande país que é Portugal

01/08/2021 23:47:00

Patrícia Mamona e este grande país que é Portugal

O país está apaixonado por Patrícia Mamona. Vibra com a extraordinária atleta que ela é, com as medalhas que ganha, mas também elogia sem rubor a simpatia e a beleza. E é enorme o respeito intelectual pela atleta de alta-competição que estuda para ser engenheira biomédica e foi bolseira na América.

SubscreverContinuei colado à televisão a assistir. Lembrei-me como vivi emoções semelhantes quando tinha 13 anos e fiquei acordado toda a noite para ver na RTP Carlos Lopes ganhar a maratona em Los Angeles. Até hoje é um dos meus heróis, e não só porque a sua vitória fez o hino português ser tocado pela primeira nuns Jogos Olímpicos, mas porque foi preciso muito talento e muita dedicação para o atleta de Vildemoinhos, Viseu, triunfar em Los Angeles aos 37 anos. Foi um ouro de grande garra.

Polícias espanhóis mergulham num lago gelado para salvar um cão Primeiro os EUA, agora a Austrália e o Reino Unido: somam-se os boicotes diplomáticos aos JO de Inverno de Pequim Corrupção no Turismo do Porto começa a ser julgada a 9 de março

Todos gostaríamos que também Patrícia Mamona ouvisse o hino, até hoje só tocado três vezes depois de Los Angeles 1984 e sempre graças ao atletismo (para Rosa Mota em Seul 1988, para Fernanda Ribeiro em Atlanta 1996 e para Nelson Évora em Pequim 2008). Mas não senti qualquer desilusão com a prata, senti sim enorme satisfação. E o rosto da nossa atleta mostrava ser esse também o seu sentimento. Na conversa a quente com a RTP confessou estar nas nuvens. Falou de quem lhe veio à cabeça na hora de festejar: o treinador, a família e"este grande país, Portugal". Em simultâneo, quase encabulada, tinha apontado para a bandeirinha que tem no fato de treino. Ao ouvi-la, percebi finalmente porque os portugueses estão apaixonados por Patrícia Mamona, filha de angolanos, nascida em Lisboa e criada em Agualva-Cacém: é porque ela está apaixonada por Portugal.

E o sentimento só pode ser recíproco. Consulte Mais informação: Diário de Notícias »

O Futuro do PSD

Escolhemos seis questões que determinam o futuro do PSD e sobre elas questionámos os dois candidatos a presidente do partido, que será eleito a 27 de Novembro

Patrícia Mamona supera duas vezes recorde nacional de triplo salto na final dos Jogos Olímpicos

Patrícia Mamona é vice-campeã olímpicaSaltadora portuguesa ficou em segundo na final do triplo-salto em Tóquio. Só não ganhou à extra-terrestre Yulimar Rojas, que bateu o recorde do mundo. Segunda medalha para Portugal nos Jogos. Grande Patricia. Grande prova! Parabéns Patrícia e obrigado. Grande mamona

Patrícia Mamona medalha de prata no triplo salto!Atleta do triplo salto bateu recorde nacional por duas vezes e fez quatro (em seis) dos melhores saltos da carreira. Impressionante para uma atleta de 32 anos. Parabéns para si.

Patrícia Mamona é medalha de prata no triplo salto em TóquioAtleta portuguesa bateu o recorde nacional por duas vezes na prova e chegou pela primeira vez na carreira aos 15 metros. Mas mais importante que tudo: chegou à medalha olímpica, a segunda de Portugal nestes Jogos de Tóquio Parabéns.

Conheça aqui o perfil da 'boa aluna' Patrícia MamonaA prata no triplo salto dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 consagrou hoje a portuguesa Patrícia Mamona, cuja vida dedicada ao atletismo permitiu-lhe chegar aos mais altos patamares na modalidade sem descurar os estudos.

Patrícia Mamona é medalha de prata em TóquioAtleta ficou em segundo lugar no triplo salto. É a segunda medalha para Portugal nos jogos olímpicos de Tóquio.