Para Rúben Amorim é ″desconfortável″ estar em segundo lugar

15/01/2022 21:10:00

Para Rúben Amorim é 'desconfortável' estar em segundo lugar

Desporto, Sporting

Para Rúben Amorim é 'desconfortável' estar em segundo lugar

Sporting joga no domingo com o Vizela , que enfrenta um surto de covid-19.

A equipa mais forte à entrada para a segunda volta"é o FC Porto, porque está em primeiro, marca muitos golos e sofre poucos". Pelo menos na opinião do treinador do Sporting, que espera contrariar o"bom momento" dos dragões daqui até ao final do campeonato.

No domingo, os leões vão a Vizela (18.00, Sport TV) e o FC Porto ao Jamor, jogar com o Belenenses SAD (20.30, Sport TV) na 18.ª jornada da I Liga. Sérgio Conceição volta a estar castigado e não estará no banco e também por isso mesmo não fez a antevisão do jogo. Já Rúben Amorim admitiu que estar em segundo lugar será um"desafio" aos campeões leonino na segunda metade do campeonato.

Consulte Mais informação: Diário de Notícias »

Rúben Amorim em segundo é “desconfortável” e FC Porto “num melhor momento” - RenascençaRúben Amorim em segundo é “desconfortável” e FC Porto “num melhor momento”

Rúben Amorim e o momento de Pote: «Quero que aumente os níveis de agressividade na pressão» Sporting - Rúben Amorim e o momento de Pote: «Quero que aumente os níveis de agressividade na pressão»

Rúben Amorim fala na equipa mais forte do campeonato: «Vimos isso no fim-de-semana...»

Rúben Amorim e o mercado de transferências: «Temos a ideia clara do que queremos» Sporting - Rúben Amorim e o mercado de transferências: «Temos a ideia clara do que queremos»

Veja a transmissão em direto da conferência de Rúben Amorim Sporting - Veja a transmissão em direto da conferência de Rúben Amorim

Amorim: «Ugarte provou que está pronto para ser o seis este ano»Treinador do Sporting falou ainda de Tabata como possível falso nove, do momento de Pedro Gonçalves e admitiu que não sabe quando Pedro Porro pode voltar

Nelson Veríssimo diz que Benfica acredita"piamente" no título A equipa mais forte à entrada para a segunda volta"é o FC Porto, porque está em primeiro, marca muitos golos e sofre poucos".Rúben Amorim, Sporting.Assine para partilhar E usufrua de todas as vantagens de ser assinante Rúben Amorim comentou a 'seca' de golos de Pote, que não marca há dez jogos consecutivos pelo Sporting.E usufrua de todas as vantagens de ser assinante A carregar o vídeo .

Pelo menos na opinião do treinador do Sporting, que espera contrariar o"bom momento" dos dragões daqui até ao final do campeonato. No domingo, os leões vão a Vizela (18. "[O FC Porto] Está em primeiro, marca muitos golos e sofre poucos.00, Sport TV) e o FC Porto ao Jamor, jogar com o Belenenses SAD (20. Os golos vão aparecer.30, Sport TV) na 18. São primeiros e é uma equipa com vantagem.ª jornada da I Liga.

Sérgio Conceição volta a estar castigado e não estará no banco e também por isso mesmo não fez a antevisão do jogo. O técnico dos leões reconhece que “não estar na liderança é desconfortável. O que ele tem de fazer é continuar a trabalhar que os golos vão aparecer", vincou o técnico em conferência de imprensa. Já Rúben Amorim admitiu que estar em segundo lugar será um"desafio" aos campeões leonino na segunda metade do campeonato. "É desconfortável, não pelo último resultado (derrota com o Santa Clara, 3-2), porque pode acontecer, mas todos acabaram o jogo e sentiram que podiam dar mais. “É uma situação nova, estávamos em primeiro desde a sexta jornada da época passada. É uma situação diferente. Fizeram bons jogos e cresceram com o tempo. Temos de pensar jogo a jogo porque muito vai acontecer ainda. Muito ainda vai acontecer neste campeonato", refere.

" Nos últimos dois jogos o Sporting sofreu cinco golos, três deles frente ao Santa Clara naquela que foi a primeira derrota esta época. O técnico leonino espera mais agressividade da equipa sobre a bola." A partida contra o Vizela está marcada para domingo, às 18h00. Espero um jogo melhor mas o mesmo resultado: o Sporting tem a obrigação de vencer. E Pote não é exceção. Não marca há nove jogos, mas isso não preocupa o treinador." Quero é que aumente a agressividade na pressão e os golos vão aparecer. Ter mais agressividade do que aquela que tivemos com o Santa Clara.

É um jogador que nos dá muito mais do que golos. Ele tem de continuar a trabalhar porque os golos vão aparecer ", defendeu Amorim, revelando depois que ainda não conta com Porro:"Não está e não sei quando vai estar." Sobre o mercado e os reforços fez um aviso, que é ao mesmo tempo uma garantia." Os jogadores que vierem são a pensar no presente ou no futuro ", disse este sábado Rúben Amorim sem desmentir o interesse em Marcus Edwards do Vit. Guimarães.

Partilhar .