Os hipsters do bairro judeu de Cracóvia

Filipe Teles, Opinião

Os hipsters do bairro judeu de Cracóvia

Filipe Teles, Opinião

2/27/2020

Os hipsters do bairro judeu de Cracóvia

Kazimierz - o antigo bairro judeu de Cracóvia - tornou-se, agora, um lugar onde cada pontapé numa pedra faz aparecer um hipster. Mas o coração do bairro permanece. Na rua Szeroka, que se abre como uma praça onde vários restaurantes de comida kosher, ou apenas de inspiração judaica, somos recebidos com música klezmer ao vivo e não é difícil encontrar o hummus perfeito. A Praça Nova - Plac Nowy - é o verdadeiro coração do bairro, conhecido desde sempre como o lugar certo para street food e onde se pode experimentar a melhor zapiekanka da Polónia. Importa não esquecer o edifício redondo que é conhecido pela forma que tem: Okraglak (edifício redondo, seria escusado explicar).

As memórias de outro tempo de Cracóvia também se podem reconstituir para quem prefere imaginar-se no velho cenário decadente anterior à democracia. Basta entrar no Zakaski i wódka, como todos os novos espaços na Polónia que convidam a experimentar vodka e a típica comida do período comunista. Este tem o clima adequado. Retro. Nesta casa não se fala inglês, o que ajuda a compor o cenário, mas basta pedir a sopa do dia - zupa - e, claro, vodka, para a imersão no cenário - sempre um cenário, convém recordar - ser perfeita. A cidade dentro do museu. A cidade como museu. Cracóvia confunde-nos. A Polónia religiosa é, naturalmente, uma opção fácil em Cracóvia. A Basílica gótica Mariacki, na praça principal, com o famoso retábulo do escultor Wit Stwosz (Veit Stoss) enche-se facilmente de turistas, por razões compreensíveis. Talvez se surpreendessem mais com uma visita à Igreja de S. Francisco de Assis e, de costas para o altar, perceber que por cima da entrada principal há um vitral de Stanislaw Wyspianski. A sua relação com a representação de deus na Capela Sistina pode não ser imediata, mas reconhece-se. Wyspianski também era um artista de memórias. Do seu século XIX visitava o estilo renascentista sem qualquer dificuldade. As expressões artísticas, como as cidades, são também formas de revisitar memórias. Deste Da Vinci tardio, também ele multifacetado, reconhecido pela poesia e dramaturgia, é possível ver mais obras no Museu Nacional de Cracóvia, ao lado das de Olga Boznanska e de Jacek Malczewski. Há, também, todos os lugares famosos, igrejas, sinagogas, castelo. Mas esses vêm nos guias turísticos. A cidade dentro do museu. A cidade como museu. Cracóvia confunde-nos. Essa é, certamente, uma das maiores virtudes de cidades como esta. Não nos permitirem uma só leitura. Serem o resultado de camadas sobrepostas de memórias. Mesmo aquelas que agora se reconstroem com preocupações obviamente turísticas. Mas memórias vivas em cada rua. Isso não é uma cidade-museu, exposta para quem a visita. Pelo contrário: é um Museu-cidade, vivo, em mutação, com múltiplas leituras. Pró-reitor da Universidade de Aveiro Partilhar Consulte Mais informação: Diário de Notícias

Gripe e Covid-19: o que os une e o que os separa?O vírus 'Influenza', comummente conhecido como vírus da gripe, e o novo coronavírus Covid-19 são duas doenças respiratórias infeciosas. No entanto, apesar dos sintomas semelhantes, são causadas por vírus diferentes. Saiba o que os une e o que os separa.

Roosevelt e Churchill queriam invadir os Açores se Salazar não cooperasseOs antigos presidente dos Estados Unidos Franklin Roosevelt e primeiro-ministro britânico Winston Churchill tinham um plano para invadir os Açores se Salazar não concedesse facilidades militares aos Aliados com a ameaça nazi, disse um especialista em relações internacionais.

Os jogadores do Sp. Braga um a um: porta dos ‘oitavos’ nem à cabeçada abriuLiga Europa - Os jogadores do Sp. Braga um a um: porta dos ‘oitavos’ nem à cabeçada abriu

Adrien Silva dá a cara a campanha contra os incêndios

A ver os aviõesComo é possível que a obra ainda não tenha levantado voo?

“Os Olhos da Escuridão”: O livro de 1981 que previu o surgimento do coronavírus em WuhanMundo - “Os Olhos da Escuridão”: O livro de 1981 que previu o surgimento do coronavírus em Wuhan



''Se... salvar vidas atribua-se o título ao FC Porto''

E se acabássemos com o SEF?

246 mortes e 9886 casos de covid-19 em Portugal. Primeiro óbito no Alentejo

Costa proíbe a Páscoa e fecha aeroportos

Bolsonaro: o fanfarrão e o vírus

Médicos que denunciarem falta de equipamento nos hospitais vão ser despedidos

″Não há máscaras suficientes e, por isso, arranjou-se uma desculpa, dizendo que não são eficazes″

Escrever Comentário

Thank you for your comment.
Please try again later.

Últimas Notícias

Notícia

26 fevereiro 2020, quarta-feira Notícia

Notícias anteriores

Trump diz que ″risco″ do vírus para os EUA ″é muito baixo″ por causa das suas medidas

Próxima notícia

Um filme para causar pesadelos a Fernando Medina e aos lisboetas
PSP resgata gato e pássaros de casal idoso internado com coronavírus Grupo de britânicos doa 360 mil euros para combate ao vírus no Algarve Britânicos doam 360 mil euros para combate ao coronavírus no Algarve Preço do gás engarrafado mantém-se apesar da queda do petróleo Covid-19: DGS revela que muitos doentes que morreram tinham doenças associadas Cristina Ferreira usa sandálias que fazem sucesso entre os fãs. Estão à venda por 70 euros Ventiladores “made in” Portugal em contra-relógio no combate à covid-19 Bruxelas suspende taxas alfandegárias e IVA para material médico Rui Vitória e a família presos na Arábia Saudita: 'O espaço aéreo está fechado' Morreu Bill Withers, o músico de ″Lean on Me″ e ″Ain't No Sunshine″ Cristina Ferreira emociona-se com doente recuperado da Covid-19 Ministro do Ambiente mantém linha circular no Metro de Lisboa
''Se... salvar vidas atribua-se o título ao FC Porto'' E se acabássemos com o SEF? 246 mortes e 9886 casos de covid-19 em Portugal. Primeiro óbito no Alentejo Costa proíbe a Páscoa e fecha aeroportos Bolsonaro: o fanfarrão e o vírus Médicos que denunciarem falta de equipamento nos hospitais vão ser despedidos ″Não há máscaras suficientes e, por isso, arranjou-se uma desculpa, dizendo que não são eficazes″ 'Não aceito libertação de presos': Ventura contra renovação do Estado de Emergência diz que China tem que ser 'responsabilizada' Bolsonaro critica ministro da Saúde por apoiar o isolamento social Identificado fármaco que bloqueia efeitos do coronavírus Presidente da República: “Só ganhamos Abril se não baixarmos a guarda” Costa diz que não deverá ser preciso mobilizar Forças Armadas para ações de vigilância