Ordem dos Médicos alerta para '47 macas nos corredores' do Hospital de Setúbal

Sociedade - Ordem dos Médicos alerta para '47 macas nos corredores' do Hospital de Setúbal

Om, Hospital De Setúbal

20/09/2021 23:38:00

Sociedade - Ordem dos Médicos alerta para '47 macas nos corredores' do Hospital de Setúbal

Hospital confronta-se com uma 'carência crónica de médicos', diz presidente do Conselho Regional do Sul da OM.

Hospital confronta-se com uma"carência crónica de médicos", diz presidente do Conselho Regional do Sul da OM.Lusa21:35Mais 15 ambulâncias em simultâneo causam caos nas urgências do hospital de SetúbalFOTO: Direitos Reservados

A Ordem dos Médicos (OM) constatou que o hospital de Setúbal tinha hoje 47 doentes em macas nos corredores do serviço de urgência, situação que atribuiu à"carência crónica" de clínicos, agravada nos últimos anos.

"Visitamos os serviços de urgência e obstetrícia e verificamos, por exemplo, que a urgência tinha, para além dos atendimentos e das pessoas internadas, 47 macas nos corredores, o que demonstra a insuficiência da capacidade do hospital", adiantou à Lusa o presidente do Conselho Regional do Sul da OM. headtopics.com

Carga fiscal de impostos foi das que mais desceu na UE

Segundo Alexandre Valentim Lourenço, este hospital confronta-se com uma"carência crónica de médicos que tem piorado cada vez mais", ao mesmo tempo que as"obras que estão previstas há mais de cinco anos no serviço de urgência ainda não começaram".

Leia tambémHospital de Setúbal assegura que serviço de obstetrícia"está a funcionar normalmente""Esta pandemia apenas mascarou as graves deficiências do hospital", disse Alexandre Valentim Lourenço, para quem, nos últimos dois anos, o hospital"não tem conseguido captar" os médicos que terminam a especialidade na própria unidade de saúde e que,"por dificuldade de contratação imediata", acabam para ir para outros hospitais públicos ou privados.

De acordo com Alexandre Valentim Lourenço, o hospital"contrata sistematicamente empresas externas que enviam tarefeiros que não têm nenhuma ligação ao hospital" e que não resolvem a falta de clínicos em algumas especialidades.

Ginásios temem aumento da crise

"A oncologia tinha oito médicos há dois anos e neste momento tem dois, o que significa que a maior parte dos cancros que eram tratados pela oncologia médica já estão a ser desviados para outro hospital. A obstetrícia deveria ter 21 médicos e tem 11, dos quais oito têm mais de 57 anos, dois já pediram a reforma este ano e dois pedem no ano seguinte por excesso de idade", exemplificou. headtopics.com

Leia tambémDiretor do Serviço de Obstetrícia do Hospital de Setúbal demite-se após encerramento da urgênciaEm 25 de agosto, o hospital de Setúbal reconheceu dificuldades na contratação de médicos para as escalas das urgências, mas garantiu que o serviço estava a funcionar normalmente.

Consulte Mais informação: Correio da Manhã »

Assembleia Geral da ONU. Guterres exige responsabilidades às lideranças mundiaisAntónio Guterres alerta, na véspera da 76.ª Assembleia Geral da ONU, para a gravidade dos desafios da humanidade e para a urgência de mudança de rumo das lideranças mundiais. Quem supervisiona o Ministério Público nomeadamente DIAP Lisboa e o DIAP de Cascais ? Quem supervisiona arquivares de evasões fiscais de Procuradores dos referidos Ministérios ?

António Guterres. Falta de confiança é o principal problema mundialA três dias da abertura da Assembleia Geral da ONU, António Guterres alerta para a gravidade dos desafios colocados a humanidade e a urgência de mudança de rumo das lideranças mundiais.

Paulinho sofreu penálti e Porro não falhou: foi assim que o Sporting abriu o marcador na AmoreiraVídeos - Paulinho sofreu penálti e Porro não falhou: foi assim que o Sporting abriu o marcador na Amoreira

Um novo padrão de cuidados de saúdeNum século XXI centrado nos cidadãos é premente iniciar a discussão de como nos podemos tornar agentes mobilizadores das mudanças necessárias dos sistemas de saúde.

Um novo padrão de cuidados de saúdeNum século XXI centrado nos cidadãos é premente iniciar a discussão de como nos podemos tornar agentes mobilizadores das mudanças necessárias dos sistemas de saúde.

Patrick William acredita na vitória do Estoril frente ao SportingCentral dos canarinhos está otimista para o duelo frente à turma de Rúben Amorim