Oposição chumba adesão da Figueira da Foz a Serralves

22/06/2022 18:36:00

Oposição chumba adesão do município da Figueira da Foz à Fundação de Serralves

Oposição chumba adesão do município da Figueira da Foz à Fundação de Serralves

Executivo da Figueira da Foz, liderado por Pedro Santana Lopes, viu a oposição chumbar a adesão do município à Fundação de Serralves. O que implicava o pagamento de 100 mil euros.

chumbou a adesão do município ao núcleo de fundadores da Fundação de Serralvescontra dos quatro vereadores do PS e do único vereador do PSD.., disse o antigo primeiro-ministro, considerando que a Fundação de Serralves poderia “fazer um grande trabalho no ambiente e ao nível das escolas”.

“Aquilo que nos levou a votar contra é que a carta não tem data, não está assinada, nem há nenhuma remissão do protocolo para essa carta. Aquilo que tinha sido sugerido em Assembleia Municipal para constar do protocolo não consta”, disse.

Consulte Mais informação:
ECO »

Vai ser lindo ver como vai ficar novamente a dívida da CMFF no final do mandato. Nisso o Flops é mestre, desde o CCB, CML, CMFF...

GNR resgata coruja-das-torres 'muito debilitada' em Vila Nova de Foz Côa

Vila Nova de Foz Côa. GNR resgata coruja-das-torres 'muito debilitada'

Sondagem diz que 87% dos ucranianos é a favor da adesão à UEDos inquiridos, 69% estão otimistas acreditando que Kiev se unirá à União Europeia nos próximos cinco anos, enquanto 14% pensam que será num prazo entre 5 a 10 anos.

GNR resgata coruja-das-torres 'muito debilitada' em Vila Nova de Foz Côa

Marcelo congratula-se com apoio do Governo à candidatura de Kiev à UENota de Marcelo Rebelo de Sousa divulgada pouco depois de António Costa confirmar apoio de Portugal no processo de adesão da Ucrânia à União Europeia. Vergonha 💩 Este atrofiado mental é mais um lambe cús dos ucranianos

Rock in Rio voltou quatro anos depois com 74 mil participantesRegresso da 'cidade do rock' a Lisboa, sábado, dia 18, ficou marcada por uma forte adesão do público e por uma noite cheia de bons concertos.

A oposição ao executivo minoritário da Câmara da Figueira da Foz , liderado por Pedro Santana Lopes, chumbou a adesão do município ao núcleo de fundadores da Fundação de Serralves , no Porto, depois de dois adiamentos da proposta.gnr Uma coruja-das-torres foi resgatada, esta segunda-feira, pelo Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Pinhel, em Vila Nova de Foz Côa.Email O resgate foi realizado esta segunda-feira.e receba as informações em primeira mão.

Com os votos contra dos quatro vereadores do PS e do único vereador do PSD , foi reprovada a intenção do executivo estabelecer um protocolo de quatro anos com a Fundação de Serralves, que implicava o pagamento de 100 mil euros e um conjunto de contrapartidas . Aos jornalistas, Santana Lopes, eleito pelo movimento Figueira a Primeira, mostrou-se “surpreendido” com o sentido de voto dos autarcas socialistas, depois “do que tinham dito na reunião anterior”, salientando que “ quem fica a perder” é a Figueira da Foz . “Os elementos do NPA deslocaram-se ao local onde procederam ao seu resgate, apurando que se encontrava bastante debilitada”, indica a GNR, ao acrescentar que a coruja foi transportada para o Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens (CERVAS) em Gouveia para “monitorização e recuperação do seu estado de saúde e posterior devolução ao seu habitat natural”. “ Procurarei trabalhar para que fique a perder o menos possível e já garanti duas exposições” , disse o antigo primeiro-ministro, considerando que a Fundação de Serralves poderia “fazer um grande trabalho no ambiente e ao nível das escolas”. “Os elementos do NPA deslocaram-se ao local onde procederam ao seu resgate, apurando que se encontrava bastante debilitada”, indica a GNR, ao acrescentar que a coruja foi transportada para o Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens (CERVAS) em Gouveia para “monitorização e recuperação do seu estado de saúde e posterior devolução ao seu habitat natural”. O líder a oposição, Carlos Monteiro, justificou o voto contra dos socialistas com o facto de um conjunto de propostos não estar vertido no protocolo de adesão, mas sim numa carta de intenções “das quais discordamos de algumas, como, por exemplo, dar benefícios aos trabalhadores da Câmara”. Os comentários estão desactivados. O ex-presidente da Câmara, derrotado nas últimas eleições, entende que só “faz sentido dar benefícios a todos os figueirenses” e lamentou ainda que a carta de intenções não estivesse assinada nem datada.200 ucranianos maiores de 18 anos.

“Aquilo que nos levou a votar contra é que a carta não tem data, não está assinada, nem há nenhuma remissão do protocolo para essa carta. Aquilo que tinha sido sugerido em Assembleia Municipal para constar do protocolo não consta”, disse. Em declarações aos jornalistas, Carlos Monteiro assumiu que caso tivesse sido apresentado um protocolo objetivo e com as atividades calendarizadas, o PS teria optado pela abstenção, viabilizando a proposta do executivo municipal. Para Ricardo Silva, único vereador eleito pelo PSD, pagar 100 mil euros para o concelho aderir ao núcleo de fundadores da Fundação de Serralves “é esbanjar dinheiro público sem retorno nem para Figueira da Foz”. Já na última reunião, o autarca social-democrata tinha considerado “completamente imoral gastar 100 mil euros de dinheiro público para conseguir o empréstimo de obras de arte, quando temos instituições e particulares a ceder gratuitamente, durante 10 anos, obras de arte”. Partilhar.

O presidente da Câmara da Figueira da Foz lamentou que os vereadores do PS tivessem votado contra por causa de “uma carta não assinada”, que, de acordo com a diretora municipal de Cultura, só teria de ser assinada no ato de adesão do município à instituição portuense. Após o resultado, Santana Lopes disse que vai considerar a votação para “desenvolvimentos políticos futuros”. “Refiro-me à importância que vou dar àquilo que as pessoas assumem como posição política e, portanto, a medida em que levo a sério ou não aquilo que as pessoas dizem”, sublinhou aos jornalistas.   Copiar Assine o ECO Premium No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível. .