OMS recomenda dois novos tratamentos contra a covid-19 - SIC Notícias

14/01/2022 16:06:00

OMS recomenda dois novos tratamentos contra a covid-19

OMS recomenda dois novos tratamentos contra a covid-19

Um deles é recomendado para pacientes que contraíram doença leve, o outro para doentes 'com covid-19 grave ou crítica'.

sotrovimab. Ambos não são destinados a todos os pacientes, noticia a agência AFP., mas correm um risco alto de hospitalização, visto que o benefício para doentes que não estão em risco é considerado muito baixo.

“, sendo que o tratamento deve ser feito “em combinação com corticoides”..Em contrapartida, aODa mesma forma, o“Quando ambos estão disponíveis”, é, portanto, necessário escolher qual dos dois usar “de acordo com o custo, a disponibilidade e a experiência dos cuidadores”, sublinham os especialistas da OMS.

Consulte Mais informação: SIC Notícias »

OMS recomenda uso de medicamento para a artrite reumatoide para tratar covid-19 - SIC NotíciasNova recomendação consta na atualização das diretrizes da OMS para os fármacos a usar no tratamento da covid-19. Na verdade, 2021 / 2022 será considerada a temporada das farmacêuticas. Este senhor recomenda bagaço. Começo a acreditar mais nele.

Covid-19: número de casos superou novos máximos, mas curva da mortalidade mantém-se - SIC NotíciasSó nas últimas horas foram registados mais de 3,4 milhões de novos contágios pelo SARS-CoV-2 no mundo.

Covid-19: Supremo dos EUA bloqueia decisão de Biden de obrigar vacinação nas empresas - SIC NotíciasNo entanto, o Supremo validou a obrigatoriedade da vacinação para funcionários de estruturas de saúde do Estado. Não devia ser citado, não é exemplo de nadaaaaa. Lá ainda é respeitado a liberdade dos cidadãos. Boa. 👍🏽

Loulé cancela desfile de Carnaval para evitar propagação da covid-19 - SIC NotíciasEste é o segundo ano consecutivo em que o desfile carnavalesco da cidade algarvia é cancelado devido à pandemia.

Covid-19: Vizela vai a jogo com o FC Porto - SIC NotíciasMinhotos registaram 12 testes positivos à covid-19, mas decidiram ir a jogo.

Modelo brasileira morre aos 18 anos vítima de complicações associadas à covid-19 - SIC NotíciasModelo brasileira morre aos 18 anos vítima de complicações da covid-19 É triste mas é a realidade com muitas famílias, os meus pêsames a todas as famílias q perderam e estão perdendo seus entes queridos 🙏😌😔 😔😔😔😔😔 Ela tinha as 2 doses da phizer, se não tivessse nenhuma esse facto estaria destacado no título da notícia

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou esta sexta-feira dois novos tratamentos contra a covid-19, para casos específicos, aumentando para cinco o total de terapêuticas aconselhadas.Lusa A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o medicamento baricitinib, usado no tratamento da artrite reumatoide, para doentes com covid-19 grave ou crítica, em combinação com corticoides, segundo novas orientações hoje divulgadas.Lusa O número de novos contágios pelo coronavírus SARS-CoV-2 atingiu esta quinta-feira um máximo mundial diário de 3,4 milhões, mas a curva das mortes atribuídas à covid-19 continua estável, segundo dados provisórios da Organização Mundial da Saúde (OMS).Lusa O Supremo Tribunal dos EUA bloqueou esta quinta-feira a decisão de Joe Biden de obrigar a vacinação contra a covid-19 a empresas com mais de 100 trabalhadores, provocando um grande revés nos esforços do presidente democrata no combate à pandemia.

As novas recomendações, publicadas na revista médica por especialistas da OMS, sugerem o tratamento com anticorpos sintéticos – sotrovimab – e um medicamente usado no tratamento da artrite reumatoide – baricitinib . Ambos não são destinados a todos os pacientes, noticia a agência AFP. Os peritos da OMS assinalam que o ‘ baricitinib ‘ atua de forma semelhante a outros medicamentos para a artrite reumatoide chamados inibidores da interleucina-6 (IL-6), mas desaconselham a sua toma em simultâneo, sugerindo que quando há mais do que um destes fármacos disponíveis se opte por um com base no custo e na experiência clínica. O sotrovimab é recomendado para pacientes que contraíram a covid-19 leve , mas correm um risco alto de hospitalização, visto que o benefício para doentes que não estão em risco é considerado muito baixo.000 que se tem verificado. Já o baricitinib é recomendado para “pacientes com covid-19 grave ou crítica “, sendo que o tratamento deve ser feito “em combinação com corticoides”. A avaliação feita pelos peritos da OMS partiu de sete ensaios clínicos envolvendo mais de quatro mil doentes com covid-19 ligeira, grave ou crítica. Nestes pacientes, o tratamento “aumenta as taxas de sobrevivência e reduz a necessidade de ventilação mecânica” .000 médicos militares vão mobilizar-se em todo o país para ajudar os hospitais sobrecarregados, por forma a aliviar a escassez de profissionais de saúde devido à variante Ómicron.

Outros tratamentos recomendados e desaconselhados pela OMS Anteriormente, a OMS já tinha recomendado o uso de medicamentos inibidores de IL-6 e corticoides sistémicos em doentes com covid-19 grave ou crítica e dos anticorpos monoclonais casirivimab e imdevimab em doentes selecionados. Contudo, desaconselham o tratamento de doentes com covid-19 grave ou crítica com os medicamentos ruxolitinib e tofacitinib, igualmente usados no tratamento da artrite reumatoide, devido à ausência de benefícios comprovados e ao possível aumento de efeitos secundários (neste caso com o ‘tofacitinib’). A vaga de contágios com a variante Ómicron, que começou em África e se estendeu aos continentes europeu e americano, é assinalável em todas as regiões estudadas pela OMS, com subidas quase verticais das curvas de contágios, como na Ásia, em que o número de novos casos quintuplicou na semana passada. Em contrapartida, a Organização Mundial da Saúde já desaconselhava o tratamento da covid-19 com plasma convalescente , com o antiparasitário ivermectin e com o antimalárico hidroxicloroquina, independentemente do grau de severidade da doença. O sotrovimab afeta o mesmo tipo de pacientes que o Ronapreve e “a sua eficácia contra novas variantes como a Ómicron ainda é incerta”. Em contrapartida, a Organização Mundial da Saúde já desaconselhava o tratamento da covid-19 com plasma convalescente, com o antiparasitário ivermectin e com o antimalárico hidroxicloroquina, independentemente do grau de severidade da doença. Da mesma forma, o baricitinibe “tem os mesmos efeitos” de medicamentos inibidores de IL-6 e deve ser administrado aos mesmos pacientes. “Quando ambos estão disponíveis”, é, portanto, necessário escolher qual dos dois usar “de acordo com o custo, a disponibilidade e a experiência dos cuidadores”, sublinham os especialistas da OMS. Na terça-feira, a comissária interina da agência do medicamento norte-americana (FDA, na sigla em inglês), Janet Woodcock, disse ao Congresso que a variante Ómicron infetará “a maioria das pessoas” e que o foco deve ser voltar a garantir que os setores críticos continuem ininterruptos.

Outros medicamentos da família do baricitinib – ruxolitinibe e tofacitinibe – não devem ser usados contra a covid-19, devido à falta de dados sobre a sua eficácia ou efeitos colaterais , alertam. As recomendações sobre tratamentos contra a covid-19 pela OMS são atualizadas regularmente, com base em ensaios clínicos em diferentes tipos de pacientes. Mas o arsenal terapêutico continua a ser reduzido, pois a OMS tem rejeitado o uso de vários tratamentos . .