Oms, Organização Mundial Da Saúde, Sars-Cov-2, Tedros Adhanom Ghebreyesus, Onu, Medicina Preventiva

Oms, Organização Mundial Da Saúde

OMS diz que mundo tem 'todas as ferramentas' para acabar com a pandemia

Sociedade - OMS diz mundo tem 'todas as ferramentas' para acabar com a pandemia

24/10/2021 22:38:00

Sociedade - OMS diz mundo tem 'todas as ferramentas' para acabar com a pandemia

Objetivo da OMS é que 70% da população mundial esteja vacinada até meados de 2022.

Covid-19FOTO: Getty ImagesA pandemia da covid-19 terminará"quando o mundo decidir acabar com ela", afirmou hoje o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), alegando que estão disponíveis"todas as ferramentas" para combater o vírus SARS-CoV-2.

«Nós somos o Bayern, tu não»: Assembleia Geral do clube alemão a 'ferro e fogo' Ferro Rodrigues despede-se da AR: 'Maior honra da minha vida' foi ser presidente do Parlamento O retrato cru de uma geração desiludida: três em cada quatro jovens ganham menos de €950 e um terço quer sair de Portugal

"A pandemia vai acabar quando o mundo decidir acabar com ela. Está nas nossas mãos, temos todas as ferramentas de que precisamos", salientou Tedros Adhanom Ghebreyesus, na abertura da Cimeira Mundial da Saúde, que reúne anualmente políticos e profissionais do setor em Berlim.

O responsável da OMS lamentou ainda que o"mundo não tenha usado essas ferramentas com sabedoria", uma vez que as"quase 50 mil mortes por semana" associadas à covid-19 a nível global indicam que"a pandemia está longe de acabar". headtopics.com

O objetivo global da OMS, anunciado em setembro, é que cada país vacine pelo menos 40% da sua população até ao final do ano e que 70% da população mundial esteja imunizada até meados de 2022.Leia tambémOMS pede a países ricos"moratória" na terceira dose de vacinas contra a Covid-19

A meta inicial era que todos os países tivessem vacinado pelo menos 10% da sua população até final de setembro, mas esta percentagem não foi alcançada em 56 países.Para inverter a baixa taxa de vacinação especialmente em países pouco desenvolvidos, a OMS e a ONU anunciaram, no início do mês, uma nova estratégia de vacinação global contra a covid-19 que necessita de oito mil milhões de dólares (6,9 mil milhões de euros) para assegurar uma distribuição equitativa de vacinas.

Na conferência de hoje, Tedros Adhanom Ghebreyesus considerou que as novas metas de vacinação estabelecidas"são alcançáveis", mas alertou que para isso os países e as empresas que controlam o fornecimento de vacinas devem"traduzir suas declarações em ações".

"Os países que já atingiram a meta de 40%, incluindo todos os países do G20 [as 20 maiores economias mundiais], devem ceder vacinas" ao sistema internacional Covax e ao Fundo Africano para a Aquisição de Vacinas, instituído pela União Africana, defendeu o diretor-geral da organização. headtopics.com

Portugal tem médicos suficientes mas SNS não é atrativo, diz bastonário Covid-19: Governo suspende voos de e para Moçambique Portugal suspende voos de e para Moçambique a partir de segunda-feira

Leia tambémGuterres sublinha importância de vacinar todos e defende que negacionistas são ameaça ao fim da pandemiaNuma mensagem de vídeo gravada, o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, reiterou que"o triunfo das vacinas - desenvolvidas e colocadas no mercado em tempo recorde -- está a ser anulado pela tragédia da distribuição desigual" ao nível mundial.

A covid-19 provocou pelo menos 4.941.032 mortes em todo o mundo, entre mais de 243,27 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse, divulgado na sexta-feira.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.133 pessoas e foram contabilizados 1.085.138 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Consulte Mais informação: Correio da Manhã »

O Futuro do PSD

Escolhemos seis questões que determinam o futuro do PSD e sobre elas questionámos os dois candidatos a presidente do partido, que será eleito a 27 de Novembro

Mundo tem ″todas as ferramentas″ para acabar com a pandemiaA pandemia da covid-19 terminará 'quando o mundo decidir acabar com ela', afirmou, este domingo, o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde ( OMS ), alegando que estão disponíveis 'todas as ferramentas' para combater o vírus SARS-CoV-2.

OE 2022: Costa recebe PCP e Bloco de EsquerdaPrimeiro-ministro recebe PCP e BE para tentar chegar a acordo sobre Orçamento do Estado para 2022 Acabem lá com o teatro e vamos empobrecer mais um pouco este Portugal marxista 🙁🙁 Os horários dos vossos programas estão todos errados na agenda que enviam à Vodafone !! É irritante pois nunca vemos os programas do início senão em directo !! E nem todos podem ver em directo !! E ponham um meio de comunicar falhas no site!!

Diretor do DCIAP queixa-se de falta de meios e de investimento no combate à corrupçãoDiretor do DCIAP queixa-se de falta de meios e de falta de investimento no combate à corrupção 'Deixa-me rir'... canção de Jorge Palma.

Bulgária admite enviar doentes para o exterior perante nova vaga de casosO Governo búlgaro admitiu, este sábado, enviar doentes de covid-19 para o exterior, perante a incapacidade iminente do sistema hospitalar para responder à quarta vaga da pandemia que atinge o país.

Filipa Roseta deixa parlamento para ser vereadora a tempo inteiroVereadora salientou que 'poderia acumular os dois mandatos', mas que tomou esta decisão 'sem pressão e com toda a disponibilidade para reorganizar o trabalho.

Realizador baleado por Alec Baldwin reage pela primeira vez ao episódio trágico'Os meus pensamentos estão com a família dela', diz o diretor recordando a colega que morreu.