OE 2023. “Vai continuar a aumentar a carga fiscal” - Renascença

23/09/2022 13:20:00

OE 2023. “Vai continuar a aumentar a carga fiscal”

OE 2023. “Vai continuar a aumentar a carga fiscal”

Comentador analisa as conclusões do relatório de atualização das perspetivas económicas e orçamentais, elaborado pelo Conselho das Finanças Públicas.

23 set, 2022 •RedaçãoComentador analisa as conclusões do relatório de atualização das perspetivas económicas e orçamentais, elaborado pelo Conselho das Finanças Públicas.O comentador daRenascençaantecipa que o Orçamento do Estado para 2023"vai continuar a aumentar a carga fiscal".

É a conclusão a que chega depois da divulgação, na quinta-feira, do relatório de atualização das perspetivas económicas e orçamentais, elaborado pelo Conselho das Finanças Públicas (CFP).Neste documento, o CFP antecipa uma

Consulte Mais informação:
Renascença »

Ruas inundadas e estradas cortadas: chuva intensa lança o caos na região de Lisboa (veja os vídeos)

Proteção Civil regista mais de 100 ocorrências devido ao mau tempo na Grande Lisboa. IPMA coloca Lisboa sob alerta vermelho até às 2h Consulte Mais informação >>

Mudar aos 100 anos sem tocar na ambição. António Miguel Cardoso confia num Vitória europeu - RenascençaO Vit&243;ria Sport Clube inicia as celebra&231;&245;es do centen&225;rio, num momento de reformata&231;&227;o. Seriedade, for&231;a de vencer, lealdade, &233;tica &233; o que o presidente do clube quer oferecer aos adeptos como presente. Em entrevista &224; Renascen&231;a, Ant&243;nio Miguel Cardoso abre o livro sobre seis meses de presid&234;ncia, em que a sua maior preocupa&231;&227;o &233; "fazer tudo para que o Vit&243;ria seja digno". O aperto financeiro continua a sentir-se, apesar da redu&231;&227;o significativa do or&231;amento. A contra&231;&227;o das contas, no entanto, n&227;o limita a vontade de ter um Vit&243;ria maior.

Descer o IRC? Governo 'tem uma voz' e 'não negoceia em praça pública', garante Medina - RenascençaMinistro das Finan&231;as reagiu &224;s declara&231;&245;es do seu colega da Economia, que defendeu publicamente uma descida transversal do IRC. Sem entrar em confronto com Ant&243;nio Costa Silva, Fernando Medina admitiu que "n&227;o seria pr&243;prio trazemos para fora da negocia&231;&227;o aquilo que est&225; a ser tratado na mesa das negocia&231;&245;es”.

Eleições em Itália. Sondagens, alianças e Giorgia Meloni, uma provável primeira-ministra inspirada em Mussolini - RenascençaNuma "geringon&231;a" entre o Irm&227;os de It&225;lia de Giorgia Meloni, a Liga de Salvini e o For&231;a It&225;lia de Berlusconi, a direita radical &233; favorita &224; vit&243;ria das elei&231;&245;es antecipadas italianas. Este domingo promete ser hist&243;rico, num momento em que a primeira mulher a chefiar um executivo em Roma significar&225; o regresso da extrema-direita &224; lideran&231;a do pa&237;s, 77 anos depois. Mais um país a ir num rumo perigoso. Força. Na Europa começa a amanhecer!

Médicos internos de Lisboa Central indisponíveis para novo regime de horas extraordinárias - RenascençaOs m&233;dicos internos do CHULC salientam a sua “extrema preocupa&231;&227;o pela situa&231;&227;o cr&237;tica que o SNS atravessa” e consideram que o novo regime de horas extraordin&225;rias “n&227;o &233; mais que uma resposta prec&225;ria aos reais problemas”, atrav&233;s do aumento da sobrecarga hor&225;ria, e n&227;o de uma mudan&231;a estrutural de refor&231;o das contrata&231;&245;es, das condi&231;&245;es salariais e dos recursos.

Médicos. FNAM reúne Conselho Nacional para decidir “próximas ações” - RenascençaO Conselho Nacional da Federa&231;&227;o Nacional dos M&233;dicos re&250;ne-se, s&225;bado, para decidir “as pr&243;ximas a&231;&245;es”. M&233;dicos pedem nova reuni&227;o ao governo e criticam sil&234;ncio ap&243;s mudan&231;a na pasta da sa&250;de.

Outono começa hoje com temperaturas máximas até aos 31graus - RenascençaOutono começa hoje com temperaturas máximas até aos 31graus

OE 2023.Ver mais Teria sido fácil apresentar o Moreno como uma solução interina, na urgência da substituição de Pepa, mas anunciou-o como a sua escolha.Ver mais “Governo não negoceia em praça pública” Em declarações aos jornalistas, o ministro das Finanças não concretizou quais as medidas que estão, neste momento, em cima da mesa no acordo de rendimentos e competitividade.Um terço dos candidatos, para ambas as câmaras parlamentares, serão eleitos por um sistema maioritário de first-past-the-post .

“Vai continuar a aumentar a carga fiscal” 23 set, 2022 • Redação Comentador analisa as conclusões do relatório de atualização das perspetivas económicas e orçamentais, elaborado pelo Conselho das Finanças Públicas. O comentador da Renascença antecipa que o Orçamento do Estado para 2023"vai continuar a aumentar a carga fiscal". A capacidade que temos de ter de nos adaptarmos às mudanças. É a conclusão a que chega depois da divulgação, na quinta-feira, do relatório de atualização das perspetivas económicas e orçamentais, elaborado pelo Conselho das Finanças Públicas (CFP). Perante a insistência dos jornalistas sobre futuras alterações no plano fiscal, Medina referiu que"estão em discussão aberta pelos parceiros sociais" e que"é prematuro antecipar quais, onde, em que escala, em que duração. Neste documento, o CFP antecipa uma forte travagem da economia no próximo ano , com o Produto Interno Bruto a passar de 6,7% este ano para 1,2% em 2023. Admito que desde que entrámos que fomos vendo o trabalho na equipa B, a forma como liderava, como comunicava, como se preocupava com os detalhes, a forma como a equipa B jogava. O crescimento deste ano"não é uma surpresa", diz João Duque, explicando que esse crescimento está associado aos aumentos causados pela subida da inflação e que se refletem no valor do IVA arrecadado pelo Estado. O Irmãos de Itália, partido de extrema-direita liderado e co-fundado por Giorgia Meloni , nasceu em 2012, fruto de dissidentes do partido de centro-direita O Povo da Liberdade, na altura presidido por Berlusconi.

. A sucesso foi muito fácil e objetiva. Tópicos.