OE 2022. PS fala em irresponsabilidade e diz que terá 'graves consequências'

27/10/2021 14:51:00

OE 2022. PS fala em irresponsabilidade e diz que terá "graves consequências"BE garante que está disponível para "compromissos razoáveis que sejam soluções estáveis", enquanto PCP pede uma "resposta global". 

Jornalistas espanhóis relatam agressões em plena transmissão durante FC Porto e Atlético Jornalistas espanhóis denunciam agressões durante o FC Porto-At. Madrid Bola de fogo observada no céu no sul de Portugal a 100 mil km/h

 PartilharO secretário-geral adjunto do PS  avisou que um eventual chumbo logo na generalidade da proposta do Governo de Orçamento do Estado para 2022 será uma irresponsabilidade política, com graves consequências para o país.

"O voto contra é uma irresponsabilidade porque tem graves consequências. Como lembrou a Associação Nacional dos Municípios Portugueses, dificulta a execução dos fundos europeus fragilizando as condições de recuperação económica e social; dificulta o combate ao trabalho precário; debilita os instrumentos de combate à pobreza e às desigualdades; e faz perder a oportunidade de realizar uma ampla redução da carga fiscal para as classes médias, para as famílias com filhos e para os jovens no início da sua atividade profissional", avisou José Luís Carneiro.  headtopics.com

Na perspetiva de José Luís Carneiro, o Governo e o primeiro-ministro, António Costa, "têm mostrado uma irrepreensível cultura de humildade democrática, diálogo e abertura"."Por isso mesmo, foi possível ir além da proposta de Orçamento. Alargou e densificou matérias de uma renovada agenda política, como a criação do estatuto do Serviço Nacional de Saúde (SNS); a Agenda para o Trabalho Digno e a criação do Estatuto para os Profissionais da Cultura", apontou.

A proposta de Orçamento, de acordo com o "número dois" da direção do PS, "vai muito mais longe que as anteriores".BE disponível para "compromissos razoáveis que sejam soluções estáveis"

O BE garantiu que é na negociação orçamental que o Governo "cria condições para o apoio parlamentar que pretende", reiterando a disponibilidade para um orçamento com "compromissos razoáveis que sejam soluções estáveis", das quais não abdica.

"Estamos disponíveis para viabilizar um orçamento que integre compromissos razoáveis que sejam soluções estáveis, mas não nos peçam que abdiquemos dessas soluções", alertou Mariana Mortágua. headtopics.com

Covid-19: Portugal quer doar seis milhões de vacinas aos países lusófonos Rio afasta das listas de deputados todos os apoiantes de Rangel. Veja os candidatos Champions: equipa de reportagem espanhola queixa-se de agressão no Dragão

No entanto deixou um alerta: "Não nos peçam que vivamos bem com a eternização da troika nos salários e nas pensões. Não nos peçam que deixemos para outro momento este debates porque sabemos bem que em todos os outros debates, sobretudo na discussão laboral, quase sempre o PS votou com a direita ou arrastou processos sem soluções", elencou.

Segundo Mariana Mortágua, "é na negociação anual do voto do orçamento que o Governo cria as condições para o apoio parlamentar que pretende".PCP insiste em "resposta global"Também o PCP insistiu que o Governo recusa uma "resposta global aos problemas nacionais", enquanto o PS apontou para "milhões de eleitores de todos os partidos de esquerda" que se "entusiasmaram" com a atual solução política.

Consulte Mais informação: Jornal SOL »

O Futuro do PSD

Escolhemos seis questões que determinam o futuro do PSD e sobre elas questionámos os dois candidatos a presidente do partido, que será eleito a 27 de Novembro

OE 2022. PEV também vai votar contra

OE 2022: ''Achamos uma irresponsabilidade que não haja vontade para construir uma solução''Se os partidos mantiverem o sentido de voto anunciado, a proposta do Governo de Orçamento deverá ser chumbada na generalidade. Diz o roto ao nu. A lata desta gente não tem limites. É piada? É, o socialismo ama tanto os pobres que os MULTIPLICA. Jorram dinheiros públicos na TAP, BANCA, EDP, BRISA, AFILHADAGENS e CORRUPÇÃO, ETC. O fim destes escândalos dava para aumentar 25% aos rendimentos do trabalho e das pensões. Era só copiar a Irlanda e da Alemanha

OE 2022: Governo chega ao limite para tentar viabilizaçãoNa segunda-feira, o primeiro-ministro chamou os ministros para uma avaliação do cenário de crise política.

OE 2022: Ferro vai reunir-se hoje com líderes parlamentaresPara ouvir a sua opinião sobre a condução dos trabalhos.

OE 2022: Pedro Nuno Santos sozinho à conversa com bancadas à esquerda antes do debateMinistro esteve durante alguns minutos em conversa com o PCP e o Bloco de Esquerda. mrsquintas deve estar em conversações para formar o próximo governo 🤷🏻‍♂️ Ya, fixe meu. Tenjam calma qdo for primeiro ministros têm lugar garantido no governo

OE 2022: PEV diz que há ''condições'' para eleições antecipadas em janeiroNa eventualidade de dissolução da Assembleia da República, mas advertiu que há 'outras soluções'. Este grupelho de merda que nunca foi a eleições sozinho a dar bitaite... Inúteis. Não percebo porque existem Se já há crise, e muitos portugueses estão a sentir isso há muito, não interessa o partido ou governo, deviam era procurar poupar os recursos e investir, em vez de andarem a apresentar ideias que, todos sabemos, não vão ser postas em prática depois! Eleições são mais gastos!