O IRC e a competitividade - Renascença

25/09/2022 01:55:00

O IRC e a competitividade

O IRC e a competitividade

Eduardo Baptista Correia, Pedro Braz Teixeira e Nuno Botelho na análise da hipótese de redução da carga fiscal sobre as empresas, o ranking do IMD e a chantagem nuclear de Putin.

Enviar ComentárioTermos e CondiçõesTodos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Consulte Mais informação:
Renascença »

Ministro da Economia está a ser 'triturado pela máquina socialista', diz MontenegroEm causa estão as declarações de Costa Silva sobre a descida do IRC.

Ex-ministro considera que não é o momento para alterar lei de atualização de pensõesVieira da Silva recusa ainda uma redução generalizada do IRC.

​PSD desafia Costa a dizer o que pensa sobre mexidas no IRC, PS afasta 'descoordenação' entre ministros - RenascençaNo S&227;o Bento &224; Sexta desta semana, o l&237;der parlamentar do PSD, Miranda Sarmento, pede a Ant&243;nio Costa que diga se se rev&234; mais na vers&227;o do ministro da Economia, ou na do ministro das Finan&231;as sobre a taxa de IRC, at&233; porque "j&225; passaram alguns dias e ainda n&227;o ouvimos o primeiro-ministro pronunciar-se sobre esta mat&233;ria". Na resposta, Eurico Brilhante Dias, l&237;der da bancada parlamentar socialista, afasta a ideia de "descoordena&231;&227;o" no Governo sobre esta quest&227;o. No programa desta semana, os dois l&237;deres parlamentares debatem, ainda, a localiza&231;&227;o do novo aeroporto de Lisboa.

Vídeos V+ | RenascençaVeja os vídeos que marcam a atualidade nacional e internacional na informação, desporto e entretenimento. Renascença.

As Três da Manhã no Cais do SodréRenascença AParComOMundoAs Três da Manhã estiveram ao vivo em Lisboa, conversaram com muitos ouvintes, aprenderam umas dicas de fitness com o Fernando Roch...

Todos os campos são de preenchimento obrigatório.Linkedin Mail O presidente do PSD Luís Montenegro expressou"solidariedade" com o ministro da Economia por este estar a ser"triturado pela máquina socialista" devido à eventual redução do IRC, acusando o Governo de estar em"roda livre".Linkedin Mail O antigo ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social António Vieira da Silva considera que"é mais sensato" em tempos de crise e conjunturas específicas suspender a lei da atualização das pensões do que alterá-la.Ver mais Os socialistas apostam as fichas todas nas negociações com os parceiros"num momento em que há muita incerteza na envolvente para agregar e criar coesão no tecido social e enfrentarmos o futuro próximo com mais confiança".

Enviar Comentário Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Em causa estão as declarações de Costa Silva na quarta-feira, que considerou que , sendo que a redução de cada ponto percentual da taxa tem um impacto na receita de cerca de 100 milhões de euros. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados. Vieira da Silva defendeu ainda que a imprevisibilidade da atual conjuntura não permite exigir ao Governo que antecipe desde já o que vai acontecer daqui a um ano . Enviar a um amigo . Montenegro realçou que o ministro da Economia foi"desautorizado em público" pelo ministro das Finanças, por"dois secretários de Estado, incluindo o da própria Economia" e pelo líder parlamentar do PS.