Nenhuma variante quebrou, até agora, efeito protetor das vacinas, diz virologista Pedro Simas

Nenhuma variante quebrou, até agora, efeito protetor das vacinas, diz virologista Pedro Simas

14/06/2021 19:56:00

Nenhuma variante quebrou, até agora, efeito protetor das vacinas, diz virologista Pedro Simas

'É muito raro uma pessoa estar vacinada, ter imunidade e contrair a infeção, seja de que variante for, e morrer'.

O virologista Pedro Simas afirmou esta segunda-feira que, até agora, não houve uma variante do coronavírus SARS-CoV-2 que"quebrasse o efeito protetor" das vacinas contra a covid-19, sublinhando que são todas eficientes a prevenir a doença grave e a morte.

Marcelo atribui a primeira medalha Camões ao Museu da Língua Portuguesa. Bolsonaro ausente Reino Unido alerta: oxímetros podem ter ″leituras enganosas″ em doentes de pele escura Braga vendeu menos de metade dos bilhetes que tinha para a Supertaça

"Não quer dizer que não apareçam casos muito raros, mas nós não nos podemos concentrar no raro e temos que agora olhar para o bem comum, que é desconfinar", defendeu Pedro Simas.O especialista falava à agência Lusa a propósito da variante Delta, associada à Índia, do aumento de casos na região de Lisboa e Vale do Tejo e dos internamentos, com alguns casos de pessoas que já teriam a primeira dose da vacina.

O virologista do Instituto Molecular da Universidade de Lisboa afirmou que"é muito raro uma pessoa estar vacinada, ter imunidade e contrair a infeção, seja de que variante for, e morrer", explicando que tem de ter outras condições de saúde, como uma doença crónica gravíssima. headtopics.com

Portugal começa a emitir o Certificado Digital Covid esta semana"Neste momento não é problemático que o vírus circule"Quanto ao aumento do número de casos, Pedro Simas a afirmou que"há um ligeiro aumento", que é normal devido ao desconfinamento, mas que são números"muito pequenos".

"Neste momento não é problemático que o vírus circule porque os grupos de risco estão protegidas e o vírus já circula com uma disseminação que não é exponencial", disse.Há 170 surtos ativos na região da Grande Lisboa

Papel da vacinaçãoPor outro lado, as pessoas vacinadas ao contactarem com o vírus vão atualizar a sua imunidade, que vai ficar"muito mais completa, contra várias proteínas virais e não só contra uma".Pedro Simas lembrou que 43% da população portuguesa está vacinada com, pelo menos, uma dose da vacina que"é suficiente para conferir a imunidade celular, protetora para a doença severa e para a morte".

Se somar-se a estes 43% os cerca de 15%, fazendo"as contas por baixo", das pessoas imunizadas naturalmente, porque contraíram a covid-19, Portugal está quase com"58% de imunidade populacional".Além disso, apesar de não ser tão eficaz como a proteger contra a doença severa e a morte, a vacina também"é bastante eficiente" a proteger contra a disseminação da infeção". headtopics.com

Estrela da Amadora é o primeiro clube português a lançar uma criptomoeda Reino Unido. Aos 57 anos, Boris Johnson vai ser pai outra vez Marcelo condecora Museu da Língua Portuguesa com a medalha Camões

"Num cenário destes, o vírus tem mais dificuldade a disseminar-se" aliado ao facto de se estar no verão, disse, lembrando que, em 2020, apenas 2 a 3% da população estava imunizada no verão e neste momento é 58%.

Vacina da Novavax com"eficácia superior a 90%" contra o novo coronavírus"As infeções nunca vão desaparecer"O investigador explicou que"as infeções nunca vão desaparecer", exemplificando que um adulto contrai em média entre duas a três infeções respiratórias virais por ano, o que significa que em Portugal todos os anos há cerca de 20 a 30 milhões de infeções respiratórias, sendo que os coronavírus contribuem com 10 a 15% do total destas infeções.

"São os vírus a circular naturalmente que mantêm a imunidade de grupo". Se isso não acontecesse teria que se"estar sempre a vacinar" porque o vírus é endémico no mundo.Explicou ainda que as variantes dos coronavírus, como é o caso da Delta,"são selecionadas para se disseminarem melhor, não é para provocarem mais doença nem para invadirem a resposta imunitária ou para quebrarem esta imunidade protetora".

Lisboa e outros concelhos deviam avançar no desconfinamentoPerante esta situação, Pedro Simas defendeu que Lisboa devia avançar no desconfinamento, tal como o resto do país."Tem valores um bocadinho mais altos, mas é a capital", tem mais habitantes que vivem"em grande densidade populacional" e, como tal, vai ter sempre"mais infeção", mas desde que essa infeção não se reflita em internamento e mortes não se pode"parar o país", defendeu. headtopics.com

Mas, advertiu, a população tem de continuar a cumprir as orientações da Direção-Geral da Saúde.Em declarações recentes à Lusa, o presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública apelou à população para ter"algumas cautelas" em celebrações familiares e noutros contextos, lembrando que a vacina contra a covid-19 não é"100% eficaz" e que a"pandemia ainda não acabou".

Consulte Mais informação: SIC Notícias »

Adoro notícia boa! Geralmente os virologista e infectologista são tão pessimistas.

Nenhuma variante quebrou até agora efeito protetor das vacinas, diz Pedro SimasO virologista Pedro Simas afirmou esta segunda-feira que, até agora, não houve uma variante do coronavírus SARS-CoV-2 que 'quebrasse o efeito protetor' das vacinas contra a covid-19, sublinhando que são todas eficientes a prevenir a doença grave e a morte.

Pedro Simas: Nenhuma variante quebrou até agora efeito protetor das vacinas

Covid-19. Nenhuma variante quebrou até agora efeito protector das vacinas, diz Pedro SimasO virologista do Instituto Molecular da Universidade de Lisboa afirmou que “é muito raro uma pessoa estar vacinada, ter imunidade e contrair a infecção, seja de que variante for, e morrer”. O especialista acredita que o aumento recente de casos é no

Pedro Figueiredo mantém lugar no Top 20 do torneio de golf Scandinavian Mixed HostedO golfista português partilha a 18.ª posição do leaderboard com mais oito jogadores. Parabéns, pfigas !

Rui Pedro Braz é o novo diretor-geral do futebol do BenficaAssume o cargo esta terça-feira. Precisamos do teu take, DeInsonias Bem-vindo Rui Pedro Braz!Já preparámos os aposentos para que possas fazer felatios de lambe botismo ao coach em vez de te assumires como 1 D.Geral com visão estratégica. Que a tua experiência em funções similares nos ajudem a catapultar baldes de areia para os olhos dos sócios. Coerente. Sempre coerente.

Plesiossauro mais antigo da Península Ibérica descoberto em São Pedro de Moel'Este plesiossauro é o mais completo e antigo da Península Ibérica, datado do início do Período Jurássico, há cerca de 195 milhões de anos', referem os investigadores.