“Não podemos transformar as ilhas gregas na Ellis Island da Europa”

Grécia, Refugiados, União Europeia, Europa, Turquia, Mediterrâneo, Pacto Verde

Grécia: “Não podemos transformar as ilhas gregas na Ellis Island da Europa”

Grécia, Refugiados

2/15/2020

Grécia : “Não podemos transformar as ilhas gregas na Ellis Island da Europa

O Governo da Grécia não quer ser a porta de entrada para a União Europeia como a Ellis Island foi para a América, disse ao PÚBLICO o ministro adjunto dos Negócios Estrangeiros da Grécia , Miltiadis Varvitsiotis.

Os campos fechados serão só para quem teve os pedidos rejeitados? Sim. E o que acontece entretanto às pessoas que estão nos outros campos? Isto leva algum tempo. O novo sistema só está em vigor desde o início de Janeiro. Muitas pessoas também estavam lá isoladas com o velho sistema. Ouça, a Grécia está a tentar observar todas as regras de como lidar com migrantes e requerentes de asilo. Mas ao mesmo tempo, não podemos transformar as ilhas gregas na Ellis Island da Europa. Como vê a mudança do comportamento da política externa da Turquia? O que a Turquia faz é chantagem com a União Europeia para ter mais dinheiro, ou para usar o dinheiro como quer. Por exemplo, mandar pessoas de volta à Síria para alterar a composição de certas zonas. ‘Ou então vou encher-vos de refugiados.’ É uma chantagem absoluta que não é dirigida a Atenas, mas sim a Bruxelas. Não devíamos permitir sermos chantageados. É uma loucura que a União Europeia - 300 milhões de pessoas, a democracia mais sofisticada - tenha medo de 100 mil pessoas que possam passar a fronteira. Devemos ter mecanismo que nos proteja, ter a certeza que as expectativas de segurança dos nossos cidadãos são tidas em conta, e o aspecto humanitário da nossa união também. Queria ainda expressar agradecimento a Portugal e ao Governo, que tem estado ao lado da Grécia, ao receber refugiados em programas de recolocação, enviar guarda costeira para as ilhas, e ser muito construtivo no diálogo que está sempre a ser bloqueado pelos países de Visegrado de que este não é um problema europeu mas dos países da fronteira. Porque as pessoas que chegam a Lesbos não querem ficar em Lesbos. Querem ir para Frankfurt, Estocolmo, Amesterdão. É a União Europeia que é tão atractiva . Ainda em relação à Turquia, houve uma reunião europeia sobre a Líbia em que a Grécia não participou, há a exploração de petróleo no Mediterrâneo, como é que a Grécia lida com isso? A Turquia está sempre a provocar a Grécia e faz reivindicações ilegais que não contribuem para a estabilidade na região. Este tipo de coisas são um grande desafio para nós, porque queremos defender o nosso espaço nacional, mas não queremos militarizar a crise, passá-la da mesa da diplomacia para a área de operações. O primeiro-ministro grego está a tentar dar atenção para esta questão, fez um périplo no Médio Oriente. Ouvem-no mais lá do que na UE? Penso que a União Europeia não se apercebeu ainda como a Turquia mudou. A distância entre a Turquia e a UE está a aumentar a grande velocidade. Ainda há países que acham que há modos de aproximar a Turquia dos nossos valores. Acho que a discussão sobre o que será a relação entre a Turquia e a Europa vai ser iniciada muito em breve. Quanto à Grécia, a situação económica mudou em termos de indicadores - quando poderá traduzir-se em melhoria da vida das pessoas? O melhor do Público no email Subscreva gratuitamente as newsletters e receba o melhor da actualidade e os trabalhos mais profundos do Público. Subscrever × As cicatrizes que a crise deixou são muito profundas. Vai ser muito difícil sará-las. A crise durou mais do que nos outros países devido a duas coisas. Uma foi o debate político tóxico e populista, e a outra foi a receita aplicada, que estava errada. Agora a Grécia está de volta aos mercados, e pela primeira vez na história emprestaram-nos dinheiro com taxa de juro negativa e emitimos obrigações a 15 anos com 1,6 de taxa de juro. Isso irá gradualmente ter efeito nos lares, mas é preciso tempo. Estabeleceram também uma meta muito ambiciosa para a descarbonização no âmbito do Pacto Verde. Como planeiam cumpri-la? Estamos a pôr a fasquia alta. O nosso primeiro-ministro está muito interessado na economia verde, e acreditamos que a Grécia está numa posição para uma transformação rápida do sector de energia. O objectivo é descarbonizar o nosso sector de energia até 2028. Recentemente, a Grécia tem sido sempre falada como um mau exemplo, e gostávamos de ter ângulos na nossa política em que sejamos um bom exemplo. Continuar a ler Assinar o Público é participar numa comunidade que decide melhor O PÚBLICO tem consolidado a sua posição como o jornal mais importante do país. Todos os meses passam pelo nosso online mais de 6,5 milhões de visitantes. Mas não é só a quantidade, é a qualidade de quem nos lê e de quem aqui escreve que tornam o PÚBLICO a referência que é. Somos o eixo de uma comunidade que quer saber para onde vai e quer poder escolher, em liberdade, o caminho a seguir. Para isso, quem nos lê conta com o nosso jornalismo independente, com a opinião conceituada dos nossos cronistas, a análise profunda dos especialistas e os pontos de vista singulares de cada leitor. Tudo junto, permite a cada um a visão alargada do mundo, em que se alicerçam as melhores decisões. Ajude esta comunidade a crescer. Pense bem, pense Público Consulte Mais informação: Público

Empresas da China e dos EUA interessadas no novo terminal do Porto de SinesMinistro das Infraestruturas sublinha a importância do porto na Europa .

Sousa Cintra assume que não houve reforço da segurança após ataque na Academia de AlcocheteÀ entrada para o tribunal, Sousa Cintra assumiu 'não conhecer' o arguido Guilherme Gata de Sousa, que o arrolou como testemunha de defesa.

Coronav\u00edrus: Portugueses que regressaram da China na sequ\u00eancia do surto n\u00e3o est\u00e3o infetados

Câmara de Barcelona proibida de usar laço amarelo como símbolo independentistaMunicípio retirou o laço amarelo da sua fachada nas eleições de novembro, por ordem da comissão de eleições, e não o voltou a colocar

Bolsas renovam máximos históricos | Jornal EconómicoEm semana de resultados na Europa , o coronavírus permanece no radar.

Multas por atraso rendem 5 mil euros só na segunda voltaNas últimas três jornadas, 12 clubes chegaram tarde ao relvado e os delegados da Liga não perdoam



António Costa: “Excedi-me? Estão a brincar comigo?”

″Não é possível ser tão irresponsável″, diz Lula sobre Bolsonaro

Discurso de ministro holandês é ″repugnante″, diz Costa

Costa considera discurso do ministro holandês “repugnante” e anti-União Europeia

Covid-19: Costa considera “repugnante” declaração de ministro holandês

Jovem infetado morre nos EUA após ser recusado em hospital por não ter seguro

Covid-19: Portugal foi mais rápido a tomar medidas do que Espanha, Itália e Reino Unido

Escrever Comentário

Thank you for your comment.
Please try again later.

Últimas Notícias

Notícia

15 fevereiro 2020, sábado Notícia

Notícias anteriores

As células imunitárias “conversam” antes de tomar uma decisão

Próxima notícia

Antes de o ser, Ventozelo já o era
Brasil proíbe entrada de estrangeiros por via aérea Covid-19. Urgência Básica do Hospital de Peniche encerrada e equipa colocada em quarentena Urgência do Hospital de Peniche fecha e equipa colocada em quarentena Relógios adiantam uma hora na próxima madrugada Com o coração se faz sopa Governo regulariza todos os imigrantes que tenham pedidos pendentes no SEF Governo Sombra: “Se a União Europeia não chegar a uma solução comum, não há União Europeia” Luzes apagadas para acender consciências Ministério prepara 3.º período escolar com ensino à distância Coronavírus: Infarmed descarta relação entre medicação para hipertensão e doenças cardíacas e agravamento da infecção A intenção de voto para as eleições legislativas Costa ganha força na crise e Ventura sobe ao quarto lugar
António Costa: “Excedi-me? Estão a brincar comigo?” ″Não é possível ser tão irresponsável″, diz Lula sobre Bolsonaro Discurso de ministro holandês é ″repugnante″, diz Costa Costa considera discurso do ministro holandês “repugnante” e anti-União Europeia Covid-19: Costa considera “repugnante” declaração de ministro holandês Jovem infetado morre nos EUA após ser recusado em hospital por não ter seguro Covid-19: Portugal foi mais rápido a tomar medidas do que Espanha, Itália e Reino Unido Eixo do Mal: “António Costa está a trabalhar para a História e não para a reeleição” Costa considera anti-UE e ″repugnante″ declaração de ministro holandês Costa: ″Se alguém se excedeu, foi o ministro das Finanças da Holanda″ Boris Johnson anuncia que tem coronavírus e Londres enfrenta “tsunami de casos” Violência doméstica. Criada linha de SMS para as mulheres que estão em isolamento com os agressores