Morte de criança em Setúbal: Jéssica estava sinalizada pela proteção de menores desde bebé  - SIC Notícias

22/06/2022 23:02:00

Caso já tinha seguido para o Ministério Público.

Caso já tinha seguido para o Ministério Público.

Caso já tinha seguido para o Ministério Público.

A menina de três anos que morreu em Setúbal, por alegados maus-tratos, estava sinalizada pela proteção de menores. Há dois anos que o caso seguiu para o Ministério Público. Quando, por algum motivo, chega um alerta à Comissões de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ), há procedimentos que têm de ser cumpridos e isso

passa pelo acordo dos pais para que possam ser tomadas medidas. Sem o consentimento dos pais, o caso segue para a justiça e uma decisão pode não chegar a tempo. A escola pode ter um papel crucial na identificação de casos de crianças em perigo, mas, neste caso, nem isso foi possível. 

Consulte Mais informação:
SIC Notícias »

Polícia brasileira detém ex-ministro devido a caso de desvios no Ministério da EducaçãoMilton Ribeiro e os pastores evangélicos Gilmar Santos e Arilton Moura são alvo de mandados de prisão.

PJ ouve ama suspeita de maus-tratos no caso da morte de menina em SetúbalJá foram realizadas buscas à casa da ama e dos pais da criança, para onde foram acionadas as autoridade para a ocorrência.\r\n

Polícia brasileira realiza ação contra ex-ministro em caso de desvios no Ministério da Educação - SIC NotíciasExemplares da Bíblia com fotografias do ex-ministro da Educação e de dois pastores evangélicos investigados por lobby foram distribuídos num evento organizado pelo Governo brasileiro.

Caso das barragens: Autarcas “convictos” de que EDP vai pagar impostosA CIM das Terras de Trás-os-Montes e dez presidentes de câmara da região reuniram com a diretora-geral da AT para pedir um ponto de situação sobre a liquidação de Selo e IMT no caso das barragens da EDP. Saíram “com a convicção reforçada de que vai haver pagamento de impostos”.

Anões, touradas, dignidade e liberdade: um caso exemplarEis uma tentação que devemos sempre evitar: impor os nossos conceitos de dignidade humana a pessoas que não consideram que a sua dignidade esteja a ser ferida.

O estranho caso de Buzz LightyearHá mais de cinco anos que Angus MacLane e a sua equipa na Pixar estavam a trabalhar em ″Lightyear″, o novo filme de animação que antecede temporalmente todos os eventos da saga Toy Story.

SIC Notícias A menina de três anos que morreu em Setúbal, por alegados maus-tratos, estava sinalizada pela proteção de menores.Lusa Ex-ministro da educação, Milton Ribeiro, e Bolsonaro FOTO: Reuters A Polícia Federal brasileira realiza hoje uma operação para investigar a alegada prática de tráfico de influência e corrupção para a atribuição de recursos públicos no Ministério da Educação num caso que envolve um ex-ministro e pastores evangélicos..Lusa A Polícia Federal brasileira realiza esta quarta-feira uma operação para investigar a alegada prática de tráfico de influência e corrupção para a atribuição de recursos públicos no Ministério da Educação num caso que envolve um ex-ministro e pastores evangélicos.

Há dois anos que o caso seguiu para o Ministério Público.  Quando, por algum motivo, chega um alerta à Comissões de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ), há procedimentos que têm de ser cumpridos e isso passa pelo acordo dos pais para que possam ser tomadas medidas. Leia também.  Sem o consentimento dos pais, o caso segue para a justiça e uma decisão pode não chegar a tempo. Ao que o CM apurou, também está a decorrer a autópsia ao corpo da menina.  A escola pode ter um papel crucial na identificação de casos de crianças em perigo, mas, neste caso, nem isso foi possível.  “ A menina não frequentava nenhum estabelecimento de ensino , estava entregue a esta mãe, a esta ama, sem qualquer supervisão”, revela Melanie Tavares, do Instituto de Apoio à Criança. As acusações contra os pastores evangélicos e membros do Governo brasileiro, que terão agido em conjunto para alegadamente favorecer igrejas, tornaram-se um escândalo no Brasil após a revelação de um áudio em que Milton Ribeiro, que também é pastor evangélico presbiteriano, assegurou que o orçamento público da pasta que comandava teria entre as suas prioridades promover projetos de igrejas evangélicas ligados ao Governo.

   Jéssica estava sinalizada desde os primeiros meses de vida. Leia também PJ investiga morte de criança em"quadro evidente de maus-tratos" A Polícia Judiciária foi alertada e procede, agora, a investigações para perceber aquilo que se passou.   “Toda a sociedade falha cada vez que uma criança está desprotegida (…) infelizmente é impossível prevenir todas as tragédias, não só com crianças, mas com todas as pessoas”, lamenta Rosário Farmgouse, presidente da CPCJ, em entrevista à SIC.  Só no ano passado, e de acordo com o relatório anual, chegaram à proteção de menores cerca de 43 mil comunicações de perigo.  Entre os principais motivos que levam a que sejam comunicadas situações de crianças e jovens em perigo estão episódio de violência doméstica, negligência ou quando o direito à educação é posto em causa.  Saiba mais . Outros media locais como o jornal O Globo investigaram o caso e publicaram relatos de prefeitos brasileiros que disseram ter recebido pedidos de suborno dos pastores na forma da compra de livros e dinheiro para igrejas em troca da atribuição de verbas públicas do Ministério da Educação destinadas à construção de escolas.