Morreu José Eduardo Pinto da Costa, irmão do presidente portista

Morreu José Eduardo Pinto da Costa, irmão do presidente portista

José Eduardo Pinto Da Costa

09/12/2021 01:20:00

Morreu José Eduardo Pinto da Costa, irmão do presidente portista

Morreu José Eduardo Pinto da Costa, o irmão mais velho do presidente do F. C. Porto, aos 87 anos.

Recorde-se que Jorge Nuno Pinto da Costa já tinha perdido a irmã Maria Alice, no início de novembro.

Consulte Mais informação: Jornal de Notícias »

PAZ AH SUA ALMA Os meus pêsames ah família. O irmão de Pinto da Costa. Que falta de noção. Expresso meu voto de pesar FOI TAMBÉM O PIONEIRO da CAUSA da TRANSPARÊNCIA E INTEGRIDADE EM PORTUGAL. Como associado fundador da T. I. Pt. presto a minha homenagem ao colega e amigo, com a saudade que se manterá na minha memória enquanto eu viver.

Desaparece uma grande Figura! Descanse em Paz! Vai deixar uma lacuna enorme. Paz à sua alma. Perdeu-se uma Grande Homem. 😔

Faleceu José Eduardo Pinto da Costa, irmão do presidente portistaFC Porto - Faleceu José Eduardo Pinto da Costa, irmão do presidente portista

Morreu homem que disparou contra a GNR no Pinhal NovoAutoridade diz que suspeito estava armado e que os disparos que provocaram a morte do homem de 62 anos foram em legítima defesa.

Morreu João Mendes Rosa, antigo diretor do Museu Arqueológico do FundãoJoão Mendes Rosa, de 53 anos, era desde junho de 2020 responsável pela Divisão de Cultura e Artes da Câmara de Oeiras.

José Carlos Barros vence o Prémio Leya

Prémio Leya 2021 foi para 'As Pessoas Invisíveis' de José Carlos BarrosO escritor e ex-deputado José Carlos Barros é o vencedor do Prémio Leya 2021, com o romance 'As Pessoas Invisíveis'. O prémio, no valor de 50 mil euros, distingue obras inéditas de autores de língua portuguesa.

José Carlos Barros ganha prémio LeYaO prémio de 50 mil euros recaiu sobre o romance 'As Pessoas Invisíveis', que foi escolhido, por unanimidade, entre 14 finalistas. O livro é, segundo o júri, 'uma viagem por vários tempos da história recente de Portugal desde a década de quarenta do século XX'