Moldávia declara estado de emergência após nova crise do gás

21/01/2022 00:50:00

Moldávia declara estado de emergência após nova crise do gás com a Gazprom

Moldávia declara estado de emergência após nova crise do gás com a Gazprom

O preço do gás aumentou de 397 para 570 euros por cada mil metros cúbicos, o que provocou uma dívida de 22 milhões de euros da Moldovgaz em relação à russa Gazprom.

O parlamento da Moldávia declarou esta quinta-feira o estado de emergência devido à nova crise do gás com a Gazprom, o gigante do gás russo, que voltou a ameaçar com a suspensão dos fornecimentos à antiga república soviética.O endividamento da economia nacional (todos os agentes económicos exceto a banca) subiu 500 milhões de euros em novembro, fixando-se em 766,9 mil milhões de euros, de acordo com os publicados esta quinta-feira pelo Banco de Portugal (BdP).O conteúdo completo está disponível apenas para Subscritores.SIC Notícias No mês de dezembro, foram vários os dias em que as Viaturas de Emergência Médica (VMER) dos hospitais da Guarda, Covilhã e Castelo Branco estiveram inoperacionais.

O estado de emergência, que se prolongará por dois meses, foi aprovado por 58 dos 101 deputados.Na sua intervenção no parlamento, a primeira-ministra Natalia Gavrilita defendeu a necessidade de tomar medidas extremas para garantir o fornecimento aos consumidores, o que pode implicar o desvio para as habitações de parte do gás importado da indústria.“Em novembro, o endividamento do setor não financeiro (administrações públicas, empresas e particulares) aumentou 0,5 mil milhões de euros em relação ao mês anterior, para 766,9 mil milhões de euros”, refere a instituição liderada por Mário Centeno.Gavrilita indicou que o preço do gás aumentou de 450 para 646 dólares (397 para 570 euros) por cada mil metros cúbicos, o que provocou uma dívida de 25 milhões de dólares (22 milhões de euros) na Moldovgaz.Esta empresa estatal pagou o gás fornecido em dezembro, mas não conseguiu garantir os prazos de pagamento estabelecidos para janeiro, o que provocou a ameaça da Gazprom.Em outubro, o endividamento do setor privado aumentou em mil milhões de euros para 420,3 mil milhões de euros, enquanto o do setor público subiu menos: 100 milhões de euros para 345,3 mil milhões de euros.As autoridades de Chisinau sugeriram garantir um pronto pagamento de 38 milhões de dólares (33,5 milhões de euros) e os restantes 25 milhões de dólares para mais tarde, mas a Grazprom recusou a oferta.Recorde-se que as VMER são uma das respostas que o país encontrou para levar cuidados médicos às populações, sobretudo no interior do país, onde os serviços de urgência nem sempre dão resposta.

Horas após o parlamento ter declarado o estado de emergência, o Governo anunciou o pagamento do gás à Rússia pelo primeiro mês do ano.Banco de Portugal O endividamento do setor público (administrações públicas e empresas públicas) caiu 500 milhões de euros para um total de 344,9 mil milhões de euros.Ler Mais O Governo moldavo lamenta a negativa da Gazprom em aceitar o adiamento do pagamento, e assinalou que a empresa russa “nunca tinha antes insistido em pagamentos urgentes e aceitava moratórias durante o período do inverno, que se iam resolvendo à medida que se reduzia o consumo de gás”.Em outubro de 2021 a Moldávia já tinha declarado o estado de emergência após a Gazprom ter anunciado que fecharia a torneira do gás em dezembro , caso o país não saldasse totalmente uma dívida que ascendia a 709 milhões de dólares (625 milhões de euros).Por sua vez, o endividamento do setor privado (empresas privadas e particulares) aumentou mil milhões de euros em novembro para 422 mil milhões de euros.No final de outubro as suas partes assinaram um novo contrato por um período de cinco anos, após a União Europeia ter acusado Moscovo de utilizar o gás como arma geopolítica devido à política europeísta da Presidente Maia Sandu.Um ponto decisivo do acordo consiste em pagar o custo do gás consumido no mês anterior, e ainda metade do volume consumido no mês em curso, o mais tardar até ao dia 20 de cada mês.O endividamento dos particulares subiu 200 milhões de euros e resultou do “incremento do endividamento em relação ao setor financeiro”.

https://eco.sapo.sapo.pt/2022/01/20/moldavia-declara-estado-de-emergencia-apos-nova-crise-do-gas-com-a-gazprom/ Continuar a ler....

Assine o ECO Premium No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.Assine o ECO Premium No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas.Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas.A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível...

Consulte Mais informação:
ECO »
Loading news...
Failed to load news.

Endividamento da economia sobe 500 milhões em novembroEndividamento dos cidadãos, empresas e Estado estava em 766,9 mil milhões de euros em novembro, o equivalente a uma subida de 500 milhões de euros face a outubro.

Covid-19: Portugal com 55,6 ME em fundos de solidariedade da UE para emergência sanitária

Viaturas de Emergência Médica da Guarda, Covilhã e Castelo Branco estiveram inoperacionais vários dias em dezembro - SIC NotíciasViaturas de Emergência Médica da Guarda, Covilhã e Castelo Branco estiveram inoperacionais vários dias em dezembro

Fundo de Solidariedade apoia Portugal com 55,6 milhõesEstes 55,6 milhões foram distribuídos por237 municípios a título individual e 32 integrados através de concurso. Fundo apoia a assistência médica, compra e administração de vacinas e análises. Alguém acredita que estes fundos vão para a emergência sanitária?

Emanuel Macedo de Medeiros reeleito presidente da SIGA: «Mandato será direcionado para a ação e concretização»Internacional - Emanuel Macedo de Medeiros reeleito presidente da SIGA: «Mandato será direcionado para a ação e...

Alemanha ultrapassa 100 mil casos diários pela primeira vez - RenascençaGoverno estima que o pico desta nova vaga seja alcançado em meados de fevereiro.