Sef Marroquinos Porto Algarve Embarcação

Sef Marroquinos Porto Algarve Embarcação

Migrantes marroquinos reagiram de 'forma violenta' a decisão judicial e destruíram equipamentos no centro de acolhimento no Porto

14/08/2020 13:16:00

Onze cidadãos marroquinos, do grupo que desembarcou ao largo do Algarve em junho, reagiram de “forma violenta” à decisão judicial de os manter mais um mês em Portugal e destruíram alguns equipamentos no centro de instalação temporária do aeroporto do Porto.

Rui Gomes da Silva: «Muitos sócios votaram sem lhes ter sido pedida identificação» Daniel Ramos: «Sp. Braga não merecia perder pelo que fez» Embaixador dos EUA em Lisboa diz que Portugal tem de escolher entre EUA e China

De acordo com a agência Lusa, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) explicou que o Tribunal de Loulé determinou a manutenção dos cidadãos marroquinos nos Centros de Instalação Temporária por mais 30 dias. A decisão judicial foi tomada "enquanto se aguarda autorização das autoridades marroquinas para execução do seu afastamento, atentos os constrangimentos vigentes face ao contexto de combate à pandemia de covid-19".

À agência noticiosa, o SEF explica que os 11 marroquinos que se encontram no Centro de Instalação Temporária no aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, reagiram "de forma violenta" à decisão judicial.

"Recorda-se que três cidadãos deste grupo já se haviam evadido daquele espaço no passado dia 03 de julho, tendo sido localizados no próprio dia e ali reinstalados", acrescentou o SEF, citado pela Lusa, frisando que se está "a acompanhar a situação, em conjunto com a Polícia de Segurança Pública".

Recorde-se que a embarcação, com um total de 22 migrantes, foi intercetada pela Polícia Marítima no passado dia 15 de junho, quando os tripulantes se preparavam para desembarcar na Praia de Vale do Lobo, no Algarve. Consulte Mais informação: Jornal SOL »

PSP trava motim de migrantes marroquinos que estavam retidos no aeroporto do PortoPortugal - PSP trava motim de migrantes marroquinos que estavam retidos no aeroporto do Porto Já deviam ter sido expulsos do nosso país e mais nada. Expulsá-los já!!! O que esperam Que vergonha anda o povoa pagar esta merda!!! Vergonha... expulsa-los imediatamente

Migrantes marroquinos detidos após motim no aeroporto do PortoPolícia de Segurança Pública travou manifestação no Aeroporto Francisco Sá Carneiro Os marroquinos aonde se encontram, é sempre a mesma história. Vejam o caso da Holanda e da Alemanha, onde estes grupos somente criam problemas e criminalidade. Remetam-nos ao país de origem. Já temos problemas que cheguem. Se não tem autorização/visto é enviá-los de volta ao país de origem

O motim de migrantes no aeroporto do Porto e outros temas em 60 segundosO Jornal de Notícias é um título incontornável no panorama da imprensa portuguesa. No Jornal de Notícias online acompanhe as notícias, os vídeos, os áudios e as infografias de toda a actualidade nacional, internacional e local. Os marroquinos devem ser um dos povos mais conflituosos do mundo. Na Europa do norte somente causam problemas e acrescida criminalidade.

Migrantes retidos há 60 dias no Aeroporto do Porto causam motimIncidente aconteceu quando o grupo de 11 homens soube que iria ficar retido mais 30 dias nas instalações do SEF. Inspetores detiveram os homens depois de intervenção da PSP, conta o Jornal de Notícias Eu é que lhes dava o motim. Porque não foram já todos repatriados? Rua com estes bandidos.

Onze migrantes marroquinos iniciaram motim no aeroporto do Porto e acabaram detidos pala PSPMigrantes fazem parte dos 22 marroquinos que, no dia 15 de Junho, foram interceptados pela Polícia Marítima perto de Loulé. Pediram asilo humanitário e estão á espera de uma decisão há dois meses.

Cláudio Ramos assina hoje pelo FC PortoContrato de 4 épocas para o guarda-redes de 28 anos E quem vai apresentar o Big Brother?