Marques Mendes considera “corajosa” a decisão da DGS sobre vacinação de crianças

Marques Mendes considera “corajosa” a decisão da DGS sobre vacinação de crianças

02/08/2021 00:11:00

Marques Mendes considera “corajosa” a decisão da DGS sobre vacinação de crianças

Luís Marques Mendes analisou, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o novo plano de desconfinamento, a decisão da DGS sobre a vacinação dos jovens, a pandemia e a vacinação, a remodelação do Governo, a entrevista de Rui Rio e a perda de população em Portugal.

Consulte Mais informação: SIC Notícias »

Não é coragem é sensatez!

Pedro Nuno Santos deverá suceder a António Costa na liderança do PS, revela Marques MendesConselheiro de Estado sublinha que ministro das Infraestruturas 'só sai do Governo se ele próprio quiser'. Vamos lá tratar do passaporte! Deus tenha misericordia dos portugueses se isso acontecer

Fernando Mendes: «Andaste sempre a dizer que os meninos iam tremer...»

Fernando Mendes e a resposta a Jorge Amaral: «Andaste sempre a dizer que os meninos iam tremer...»Comentador afeto ao Sporting estava naturalmente satisfeito com a conquista da Supertaça e aproveitou para destacar exibição de Nuno Mendes.

Marque 15 de setembro na agenda. Marque mesmo: vem aí o documentário sobre Schumacher, Michael SchumacherA expectativa está em contagem decrescente

Decisão da DGS sobre vacinação das crianças “custa a aceitar e é uma pena”. Mas é “prudente” aguardar por mais dadosAinda não é recomendada a vacinação contra a covid-19 de todas as crianças dos 12 aos 15 anos, só daquelas que têm comorbilidades associadas a maior risco de doença grave. A decisão anunciada esta sexta-feira pela Direção-Geral da Saúde divide os peritos ouvidos pelo Expresso Vindo da boca da carcaça que dizia que a Covid não chega cá ou que não era necessário usar a máscara, vale o que vale.

Vacinação de crianças ''não foi vedada nem proibida pela DGS'', afirma MarceloVacinação de crianças “não foi vedada nem proibida pela DGS“, afirma Marcelo Se deixassem de ser palhaços e deixassem todos os médicos se pronunciarem, quer tenham reservas ou não podia ser que os pais ficassem melhor informados. Todos estão preocupados pois têm falta de informação que os esclareça.