Política, Marcelo Rebelo De Sousa, Covıd-19

Política, Marcelo Rebelo De Sousa

Marcelo: Estamos muito longe dos números do tempo do estado de emergência

Marcelo: Estamos muito longe dos números do tempo do estado de emergência

21/06/2021 22:42:00

Marcelo: Estamos muito longe dos números do tempo do estado de emergência

Presidente da República garantiu que a sua posição, contrária a um regresso ao estado de emergência, 'não se altera' e que os números que apontou como balizas quando esse quadro legal estava em vigor 'são os que valem hoje'.

Subscrever"Estamos a ter um número de cuidados intensivos que neste momento está estabilizado: estava em 97, portanto, bastante aquém daquele limite de que se falou na altura, e que apontava para 200 ou 245. Estamos a ter um número de internados que está nos 400 e tal: o número que se chama linha vermelha estava entre 1250 e 1500", apontou.

Gustavo Ribeiro brilha e garante final no skate Milhares nas ruas do Brasil para exigir destituição de Bolsonaro Teresa Bonvalot faz história e apura-se para os 'oitavos'

Segundo o Presidente da República,"portanto, não é essa a questão - a questão é: o Governo em função dos critérios que são adotados virá dizer concelho a concelho aquilo que acontece".Marcelo Rebelo de Sousa acrescentou que a sua posição, contrária a um regresso ao estado de emergência,"não se altera" e que os números que apontou como balizas quando esse quadro legal estava em vigor"são os que valem hoje".

Interrogado sobre o que fará se o Governo propuser que se recorra de novo ao estado de emergência, o chefe de Estado respondeu:"Eu tive ocasião de dizer que estamos quanto a estado de emergência muito longe dos números de que eu falava na altura em que renovei o estado de emergência". headtopics.com

"Já tive ocasião de dizer qual era a minha posição sobre o estado de emergência", frisou o Presidente da República, quando confrontado com a possibilidade de Portugal"voltar a confinar".O Presidente da República argumentou que atualmente o número de novos casos de infeção com o novo coronavírus"não tem consequências na mortalidade, ao contrário do que se passava quando o número era não só mais elevado como tão elevado como agora" e também"não tem consequências no sentido de estrangulamento do Serviço Nacional de Saúde (SNS)".

Em Portugal, já morreram mais de 17 mil doentes com ​​​​​​​covid-19 e foram contabilizados até agora mais de 865 mil casos de infeção com o novo coronavírus, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Consulte Mais informação: Diário de Notícias »

Tholos do Barro. Valorizar sepultura megalítica com cinco mil anos

Corrupto ou omisso. Portugal corrupto histórico... Pedintes da ue . 😂 MARCELO ESTÁ VIVO!!!!

Tráfego aéreo ainda longe dos níveis de 2019O movimento de passageiros dos aeroportos nacionais registado em abril diminuiu 86% face ao observado em abril de 2019, revelou esta segunda-feira o INE

Marcelo volta a afastar cenário de novo estado de emergênciaPresidente da República diz que soluções dependem da avaliação do Governo. Se o governo britânico não tivesse fechado a cancela aos seus, o estado d'emergência seria mais que certo.

Portugal já perde para gregos e espanhóis no campeonato das ‘bazucas’ da Europa do SulPeritos da Deloitte em Itália, França, Espanha e Grécia elencam alguns dos projetos mais emblemáticos dos Planos de Recuperação e Resiliência dos respetivos países

Greve: Metro só circula a partir das 10h na quinta-feiraTrabalhadores exigem valorização dos salários e das carreiras, além do reforço dos quadros da empresa. Sucatas espanhola😅😂 Até podem fechar de vez como a TAP

Obrigado e obrigadoEstou a fazer um estudo dos pequenos gestos rodoviários de gratidão e de desculpa e tenho reparado que os automobilistas começaram a agradecer os agradecimentos dos peões.

‘Murcha’, ‘Paris’ ou ‘Road Show’: Os nomes de código dos beneficiários dos sacos azuis do GESDos 22 elementos da família Espírito Santo referidos nas listas de beneficiários dos sacos azuis do GES, 21 terão recebido 10,1 milhões de euros. E ninguém lhes fode o focinho?! Enquanto o povo não se revoltar, o país não sairá da cepa torta! Vai havendo 'bola' com os 'patrioteiros' em euforias de 'até os comemos' e uns fados, a até 'missas'! Mais do mesmo! Harrrrrr!