Oms

Oms

Mais de 5 mil milhões de pessoas não terão acesso a cuidados de saúde em 2030

Mais de 5 mil milhões de pessoas não terão acesso a cuidados de saúde em 2030

22/09/2019 16:53:00

Mais de 5 mil milhões de pessoas não terão acesso a cuidados de saúde em 2030

Mais de cinco mil milhões de pessoas continuarão a não ter acesso a cuidados de saúde em 2030, se o investimento continuar a ser insuficiente, advertiu a Organização Mundial de Saúde.

países devem aumentar o gasto com a saúde em pelo menos 1%do Produto Interno Bruto (PIB) para atingir a meta da universalidade até 2030.A OMS destaca ainda que"a maioria daquelas pessoas são pobres e desfavorecidos"."Se quisermos mesmo atingir a meta da cobertura universal e da melhoria da vida das pessoas, temos de levar a sério os cuidados de saúde primários", assinala o diretor geral da organização sediada em Genebra, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Valencia e a ‘Era’ Peter Lim: Um clube que se vai afogando... Pandemia faz de Madrid uma cidade fantasma PSG elimina Atalanta e garante meia-final da Champions após reviravolta épica

"Isso significa providenciar serviços de saúde essenciais, como vacinação, cuidado pré-natal, conselhos para um estilo de vida saudável, o mais perto das populações possível, garantindo que as pessoas não têm de pagar por tudo isto dos seus próprios bolsos", acrescentou.

OMS diz que é preciso duplicar o investimento em saúdeSegundo a informação, na próxima década, o mundo tem de duplicar o investimento em saúde, se quiser atingir o objetivo de saúde para todos.Atualmente, o investimento mundial na saúde ronda os 6,8 mil milhões de euros -- aumentá-lo em 5%"pode potencialmente salvar 60 milhões de vidas, aumentar a esperança de vida em 3,7 anos até 2030 e contribuir significativamente para o desenvolvimento socioeconómico".

A maior fatia desse investimento deverá ser garantida pelos próprios Estados, mas a OMS reconhece que isso não será possível nos países menos desenvolvidos, nomeadamente nos que estão em situação de conflito.

Por outro lado, a OMS alerta que a pressão financeira que o gasto com a saúde representa para muitas famílias piorou nos últimos 15 anos.Cerca de 925 milhões de pessoas gastam mais de 10% dos seus salários em cuidados de saúde e outras 200 milhões mais de 25%, referiu a OMS.

"É chocante ver que cada vez mais população a lutar para sobreviver porque está a gastar demasiado com cuidados de saúde, mesmo nas economias avançadas", observou, por seu lado, o secretário-geral da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico (OCDE), Ángel Gurría.

"Os únicos sítios onde isso não está a acontecer são os países que investem mais e mais eficazmente na saúde", frisou.Na segunda-feira, os líderes mundiais reunidos em Nova Iorque, Estado Unidos, vão discutir a adoção de uma a Cobertura Universal de Saúde.

Deputadas do BE ameaçadas em e-mail enviado à SOS Racismo apresentam queixa ao MP Pandemia reacende-se nos maiores países europeus Dezenas de pessoas juntam-se em Lisboa solidárias e contra violência na Bielorrússia Consulte Mais informação: Jornal de Notícias »

E o brasileiro ainda reclama. AQUI TEM SUS.

Alemanha acorda investir 100 mil milhões até 2030 para proteger o climaO desafio consiste em medidas para incentivar os alemães a reduzir as emissões poluentes e permitir que o país, agora em atraso, cumpra as suas metas de redução de emissões poluentes

Energia Solar é mais eficiente e mais barataO desafio da transição energética está a mobilizar as empresas a adotar soluções que lhes permitam poupar na fatura da eletricidade mas também reduzir a sua pegada de carbono. Até 2020, o Governo definiu a meta de triplicar a produção de energia solar, e a tendência aponta para o aumento dos 'prosumers' consumidores que são, em simultâneo, produtores Falso! Não é eficiente e Muito caro na instalação e os painéis reduzem capacidade depois dos 7 anos. Os próprios painéis solares são construídos com um consumo brutal dos 'ingredientes' no planeta Terra. Limpar os painéis etc. E tempo nublado? A energia mais barata é nuclear

Críticas e mais críticas: estará Hazard realmente com quilos a mais?Fotogalerias - Críticas e mais críticas: estará Hazard realmente com quilos a mais?

Mais de 5 mil milhões de pessoas não terão acesso a cuidados de saúde em 2030 - OMSkkkkkkkkkk................. é uma risota essa maneira de CM dar a noticia !..

Mais de cinco mil milh\u00f5es de pessoas n\u00e3o ter\u00e3o acesso a cuidados de sa\u00fade em 2030, diz OMS

GNR apreende mais de uma tonelada de ouriços-do-mar no Alto MinhoUm valor presumível de 6.700 euros.