Mais de 30 milhões de testes feitos em Portugal desde o início da pandemia

Mais de 30 milhões de testes feitos em Portugal desde o início da pandemia

Testes Covid-19, Pandemia

18/01/2022 13:25:00

Mais de 30 milhões de testes feitos em Portugal desde o início da pandemia

Portugal fez mais de 30 milhões de testes à covid-19 desde o início da pandemia, segundo os dados hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).

"Em apenas quatro dias (de 11 a 14 de janeiro), o país voltou a ultrapassar a marca de 1 milhão de testes, dos quais mais de 770 mil (70%) foram TRAg de uso profissional", acrescenta o INSA, sublinhando que estes dados não incluem os autotestes.

Nas primeiras duas semanas do ano (01 a 14 de janeiro) realizaram-se perto de 3,3 milhões de testes de diagnóstico à covid-19, com uma média diária de mais de 233 mil testes. Destes, cerca de um milhão foram TAAN/PCR e mais de 2,2 milhões foram TRAg de uso profissional.

Consulte Mais informação: Jornal de Notícias »

Terceiro dia com mais de 30 mortos e mais 80 internados por covid-19Portugal registou, nas últimas 24 horas, 32 271 novos casos de covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Portugal ultrapassa os 30 milhões de testes à covid-19No total, foram realizados cerca de 17,7 milhões de testes TAAN/PCR e perto de 12,4 milhões de Testes Rápidos de Antigénio (TRAg) de uso profissional. Incrível! É precioso testes!? A vaccina funciona a imunização? Os testes são 'jobs for the boys'. A vaccina é um fiasco tecnológico.

Mais 80 internados no terceiro dia seguido com mais de 30 mortesPortugal registou 33 mortes e 32271 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas. O número de internados subiu para 1813, mais 80 de ontem para hoje.

Subida de internamentos no quarto dia consecutivo com mais de 30 mortosEm 24 horas, morreram 31 doentes com covid-19 e 21 917 pessoas tiveram infeção confirmada. Há mais 125 pessoas internadas nos hospitais.

Associados da AMRR com quebra de 30% nas vendas em 2021 face a 2019Os números são da Associação de Marcas de Retalho e Restauração, que realizou um inquérito junto dos associados. A AMRR pede 11 medidas aos partidos políticos para apoiar o setor, entre elas a redução temporária do IVA na restauração.

Retalho especializado e restauração com tombo de quase 30% face a 2019Associação de Marcas de Retalho e Restauração propõe 11 medidas para ajudar o setor, propondo, por exemplo, uma compensação por quebras devido à proibição de saldos e um apoio para fazer face aos custos de energia.