Mais de 120 migrantes resgatados com vida no Mediterrâneo, mas há dois mortos - SIC Notícias

26/03/2022 03:56:00

A operação de salvamento demorou cerca de cinco horas e entre os resgatados estavam crianças.

A operação de salvamento demorou cerca de cinco horas e entre os resgatados estavam crianças.

A operação de salvamento demorou cerca de cinco horas e entre os resgatados estavam crianças.

demorou cerca de cinco horas e entre os resgatados estavam crianças, disse a SOS Méditerranée, citada pela agência de notícias France-Presse (AFP).SIC Notícias A capital ucraniana continua a ser alvo da ofensiva russa.| Lourenço Medeiros É simples, o espaço, tantas vezes referido como cenário de futuras guerras, é, na Terra, um dos maiores e melhores exemplos de cooperação internacional.Várias cidades centrais polacas avisaram as Nações Unidas de que se torna complicado continuar a receber os deslocados da guerra, em termos logísticos.

Em relação aos passageiros já falecidos, a associação explicou no Twitter que “o clima extremo permitiu recuperar apenas um corpo”.A SOS Mediterranée está sediada em Marselha, no sul de França.O jornalista Rui Caria refere-se também à notícia da uma repórter russa, do portal de informação The Insider, na sequência do ataque ao centro comercial em Kiev, onde se encontrava em trabalho.Na véspera, o navio ambulância, cartografado com a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (IFRC), tinha resgatado outras 30 pessoas, que tinham conseguido “fugir da Líbia antes de se encontrarem no mar com uma forte ondulação”.Este programa prevê a colocação em Marte de um veículo europeu de exploração.O Mediterrâneo central é a rota migratória mais perigosa do mundo, segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM).Um outro civil também terá morrido e duas pessoas que acompanhavam a jornalista ficaram feridas e encontram-se hospitalizadas, segundo o portal de investigação The Insider, citado pela agência EFE.A agência da ONU estima que mais de 23.Os autarcas dizem que não vão parar de acolher pessoas , mas avisam que, em termos logísticos, torna-se complicado continuar a recebê-las, como conta o enviado especial da SIC, Diogo Torres.

500 pessoas morreram ou desapareceram no país desde 2014, incluindo 2.Outro, é o funcionamento da Estação Espacial Internacional.048 só no ano passado.Com LUSA.

Consulte Mais informação:
SIC Notícias »
Loading news...
Failed to load news.

Como é q um barco insuflável sai da Líbia e não se afunda no mar? Quem os larga no mar, e fica com os bolsos cheios? E pq é q os refugiados da Venezuela são TOTALMENTE esquecidos pela ONU, e pelos voluntários preocupados com refugiados

Bombardeamentos prosseguem em Kiev numa 'manhã um pouco mais calma' - SIC NotíciasO relato de Rui Caria, enviado especial da SIC à capital ucraniana.

Precisamos de mais astronautas para ter paz - SIC NotíciasOpinião de Lourenço Medeiros. Isso é caríssimo 🤣🤣

Polónia sem capacidade para receber mais refugiados ucranianos - SIC NotíciasNão para de aumentar o número de ucranianos que, todos os dias, chega à Polónia, como contam os enviados especiais da SIC.

Barril Brent acaba semana em cima dos 120 dólaresA cotação do barril de petróleo Brent terminou esta sexta-feira em alta de 1,51%, para os 119,77 dólares.

Cotação do barril Brent sobe 1,51% e acaba semana quase nos 120 dólaresSubida deve-se à incerteza quanto aos efeitos da invasão russa da Ucrânia no mercado do petróleo

Cotação do barril Brent sobe 1,51% e acaba semana em cima dos 120 dólares